CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

“Ânsia selvagem”

 

Fui corda de violão
Quando em teus braços chorei
Derramando, em teu regaço, notas do coração
Por todos os minutos, noites e dias, que por ti chamei…

Lembranças ao peito ganhando idade
Perdendo o tempo em mim corrido
De esforços infelizes e saudade,
Gritos de mocidade e amor perdido.

Respiro intensamente contornos de rio;
Voam aves no céu com ventos de mar
Onde contemplo, ao horizonte tranquilo
Estrela mundana onde descanso o olhar.

Participo com ânsia selvagem
Aquele vento que há na liberdade
Por esta janela que trás essa aragem
Como garganta que geme, em mim, saudade.
***
 

Submited by

sábado, janeiro 7, 2012 - 02:50

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

antonioduarte

imagem de antonioduarte
Offline
Título: Moderador Poesia
Última vez online: há 50 semanas 1 dia
Membro desde: 01/09/2010
Conteúdos:
Pontos: 2570

Comentários

imagem de SuzeteBrainer

Caro poeta, Que poema

Caro poeta,

Que poema magistral!!

Fiquei encantada com a leitura que fiz, pousando em cada bela construção poética e destaco:

           "Respiro intensamente contornos de rio;

            Voam aves no céu com ventos de mar

            Onde contemplo, ao horizonte tranquilo

            Estrela mundana onde descanso o olhar."

Um grande abraço de luz e feliz 2012 já!smiley

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of antonioduarte

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Soneto “Cheguei Tardio” 1 657 04/06/2016 - 07:16 Português
Poesia/Poetrix “Quadra a ti” Acto 7º 1 535 06/13/2014 - 23:54 Português
Poesia/Soneto “Delicado” 3 762 12/04/2013 - 22:15 Português
Prosas/Lembranças “Tornado Pedra” 0 928 11/07/2013 - 02:30 Português
Poesia/Soneto “Terra” 0 1.156 11/07/2013 - 02:02 Português
Poesia/Soneto “Milagre de Flores” 0 480 04/03/2013 - 03:00 Português
Poesia/Haikai Quadra a ti” Acto 5º 0 1.103 03/22/2013 - 05:17 Português
Poesia/Soneto “Ecos Distantes” 0 720 02/22/2013 - 01:16 Português
Poesia/Soneto “Tantos… Tantos” 0 596 01/10/2013 - 04:34 Português
Poesia/Haikai “Quadra a ti” - ( Ato 6º ) 0 534 10/24/2012 - 15:11 Português
Poesia/Haikai "Quadra a ti: ( Géneros Distraídos) 0 1.020 10/24/2012 - 14:56 Português
Poesia/Amor “Numa lembrança de ti” 2 624 10/23/2012 - 16:35 Português
Prosas/Pensamentos "Sobra de Mim" 0 945 10/22/2012 - 23:21 Português
Poesia/Soneto “De Mim, Fundo No Olhar” 0 782 10/18/2012 - 23:47 Português
Poesia/Soneto “Porte Belo” 0 454 10/07/2012 - 13:09 Português
Poesia/Soneto “Míopes” 0 448 10/04/2012 - 21:55 Português
Poesia/Soneto “Perto do Céu” 4 908 10/03/2012 - 23:52 Português
Poesia/Arquivo de textos “Quando estás longe de mim” 2 735 10/03/2012 - 23:35 Português
Poesia/Soneto Ao despertar 0 1.141 10/03/2012 - 23:22 Português
Poesia/Soneto “Na Praia” 0 658 09/30/2012 - 11:53 Português
Poesia/Soneto "Caminho de Parecer" 1 1.142 09/27/2012 - 16:37 Português
Poesia/Meditação “Do céu ao mar” 1 793 09/16/2012 - 18:06 Português
Poesia/Arquivo de textos Versão destrocida: "Numa Lembrança de ti" 0 1.249 09/12/2012 - 11:58 Português
Poesia/Arquivo de textos “Estrela Proibida” 0 731 09/09/2012 - 22:04 Português
Poesia/Pensamentos “Teu rosto foi o primeiro” 0 1.087 08/04/2012 - 02:02 Português