CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Falo do Estio

Sinto fazer sentido quando me lêem,
Não faz sentido escrever, vazio
De corpo e alma, como se
Fossem as pétalas sem cheiro e a rosa

Se acaso ninguém a cheirasse,
Ou o cheiro não fosse importante
Pro ser humano ou explicasse o que é terem
Os sentidos corpo e alma, vossa

A jornada de sentir tudo em pleno
E com urgência, sentindo bastante
E não quanto baste chover
Ou será a alma que me mente,

A chuva deixa enrugada a pele,
Resumiria deste modo tudo,
Quando vejo enrugado o mundo,
E falo sobre gentes e tempo,

Não de enxurradas mas do estio,
Quando não me vêm e sinto o vazio,
A pele enrugada a vista enevoada,
Parecendo chuva de nevoeiro,

Ou será a alma que me mente
Acerca da missão do corpo de sentir
Somente quando chove certo e quente,
Por mandato da ilusão.

Estivesse deitado e fosse pó, o sol
Se encarregaria de estender a mão
E desligar o botão donde me sai a voz
E talvez a alma que nada diz,

Que me conforte …

Jorge Santos (02/2017)
http://namastibetpoems.blogspot.com

Submited by

sábado, fevereiro 10, 2018 - 19:16

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 horas 40 segundos
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 2376

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Geral Continua … 0 13 02/14/2018 - 10:19 Português
Ministério da Poesia/Geral Inteiro e completo 0 5 02/14/2018 - 10:18 Português
Ministério da Poesia/Geral Menor mundo 0 5 02/14/2018 - 10:17 Português
Ministério da Poesia/Geral Encanto teu 0 7 02/14/2018 - 10:15 Português
Ministério da Poesia/Geral Coração de boi 0 6 02/14/2018 - 10:14 Português
Ministério da Poesia/Geral (O SantoSobrou) 0 7 02/14/2018 - 10:13 Português
Ministério da Poesia/Geral Papagaio de cana, papel e gente 0 5 02/14/2018 - 10:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Sonhar certo 0 7 02/14/2018 - 10:10 Português
Ministério da Poesia/Geral Ego 0 5 02/14/2018 - 10:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Na beira d’onde moro 0 5 02/14/2018 - 10:07 Português
Ministério da Poesia/Geral A lembrança do que vou pensar 0 5 02/14/2018 - 10:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Da paixão 0 5 02/14/2018 - 10:03 Português
Ministério da Poesia/Geral O salto 0 6 02/14/2018 - 10:02 Português
Ministério da Poesia/Geral Existem esferas 0 6 02/14/2018 - 10:00 Português
Ministério da Poesia/Geral Janela de sótão 0 4 02/14/2018 - 09:58 Português
Ministério da Poesia/Geral Tudo o que pudesse ter sido eu não … 0 4 02/14/2018 - 09:56 Português
Ministério da Poesia/Geral Por uma outra … 0 6 02/14/2018 - 09:54 Português
Ministério da Poesia/Geral Segmentos derosa 0 6 02/14/2018 - 09:52 Português
Ministério da Poesia/Geral Garças voam e não voltam … 0 6 02/14/2018 - 09:50 Português
Ministério da Poesia/Geral Tão tanto … 0 8 02/14/2018 - 09:49 Português
Ministério da Poesia/Geral O iniciado … 0 6 02/14/2018 - 09:47 Português
Ministério da Poesia/Geral Passagem … 0 7 02/14/2018 - 09:46 Português
Ministério da Poesia/Geral Gostaria de estar inspirado 0 4 02/14/2018 - 09:44 Português
Ministério da Poesia/Geral Pra que sirvo … 0 7 02/14/2018 - 09:42 Português
Ministério da Poesia/Geral Eu digo não … 0 4 02/14/2018 - 09:40 Português