CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Nebulosas...

Na evolução química das galáxias
A estonteante luz das nebulosas,
Em forma de bichos ou acácias
E mais belas que jardim de rosas.

...“olha pro céu meu amor
Veja como ele está lindo!”

Não dá pra escapar da gravidade
Mas levanta os olhos da cabeça,
Desprende do chão tua realidade
Para que teu questionar ofereça.

... ‘salpicava de estrelas
Nosso chão”

A ponte que nos leva as estrelas
É mais que uma simples constatação,
Olhar para cima e percebê-las
Basta encontrar uma constelação.

Um deus mostra suas entranhas
Na luz das nebulosas e galáxias,
Nos gases alquímicos dos raios gamas
Sem maestria, mas com eficácia.

Que iluminam estradas estranhas
Que não se traduzem com falácias
Que são os berçários são as camas
Estelares de quaisquer raças.

E num pum gordo e sonoro
Que escapa no som dos cometas,
Te mostra o ventre e te dá colo
Te abraça nas órbitas dos planetas.

...“Oh lua cheia, cheia de graça.
Esse teu bojo está repleto de cachaça”

Submited by mase albuquerque

quinta-feira, setembro 26, 2013 - 19:39

Poesia :

No votes yet

mase albuquerque

imagem de mase albuquerque
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 semanas 6 dias
Membro desde: 11/22/2012
Conteúdos:
Pontos: 474

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of mase albuquerque

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral A fonte da juventude dos poetas... 1 44 06/18/2014 - 23:35 Português
Poesia/Comédia Qual será a dor do dia? 2 114 06/18/2014 - 22:52 Português
Poesia/Comédia Santo Antonio 1 98 06/16/2014 - 04:24 Português
Poesia/Comédia Velhice Idiota. 3 218 06/10/2014 - 19:47 Português
Poesia/Geral Se o tempo parasse... 0 173 02/28/2014 - 23:14 Português
Poesia/Geral Nas cartas do Tarô 2 198 01/28/2014 - 20:59 Português
Ministério da Poesia/Amor Árias de sinfonias 0 158 01/15/2014 - 18:03 Português
Poesia/Amor Beijo combinado 0 109 01/13/2014 - 22:47 Português
Poesia/Fantasia Recado das rosas... 0 123 01/13/2014 - 22:14 Português
Poesia/Geral Como um nó, cego e acochado. 0 140 01/11/2014 - 10:08 Português
Poesia/Soneto Cosmo,uma obra de arte. 1 170 12/01/2013 - 16:11 Português
Poesia/Meditação Sem nome... 0 222 10/31/2013 - 15:40 Português
Poesia/Geral Teorema de uma teoria 0 217 10/30/2013 - 20:24 Português
Poesia/Arquivo de textos E eu pensando em você! 0 194 10/29/2013 - 23:08 Português
Poesia/Amor Como uma onda do mar... 0 238 10/28/2013 - 21:54 Português
Poesia/Geral Ai de mim meu spin... 0 348 10/22/2013 - 23:23 Português
Poesia/Dedicado Saravá Vinícius! 0 223 10/19/2013 - 23:37 Português
Poesia/Soneto Passos de um peregrino 0 156 10/12/2013 - 18:03 Português
Poesia/Geral Sopa das estrelas? 0 222 10/10/2013 - 15:51 Português
Poesia/Geral Nebulosas... 0 124 09/26/2013 - 19:39 Português
Poesia/Pensamentos Não entendeu? Nem eu! 0 217 09/19/2013 - 23:30 Português
Poesia/Amor O tom do Ton...Luísa 0 239 09/03/2013 - 21:06 Português
Poesia/Geral Consultando seu Dotô 0 209 08/28/2013 - 03:05 Português
Poesia/Geral Postes de lampião 0 234 08/17/2013 - 18:10 Português
Poesia/Geral Os sapos. (poesia de Manuel Bandeira) 0 358 08/15/2013 - 11:59 Português