POEMA DE AMOR

Ó murmúrios das águas claras turbulentas!
Ó espumas flutuantes no vaivém das ondas!
Ó amores fugidios tal barcos na marítima gangorra!
Ó mísera numa ilha cativa na masmorra
Sou o navegante que neste insight tu acalentas
Se, por ti, meus olhos fazem as rondas
Se meu desejo tua tristeza daí me sondas

Ó oceanos de anos que nos separam!
Ó espaçonaves coloridas de nossas viagens!
Ó miragens grafites de nossa existência!
Ó penitência!
Ó vida efêmera igual tão desigual!
Ó sêmen X sêmen dum ato louco!
Oh! reféns somos desta loucura que nos une!

Rebusco teus traços e abraços
Rabisco na folha minha pueril alma
Em jardins edênicos que pra ti invento
De tuas lembranças me aproprio
Planando como gaivotas no céu
Deixando-me solitário no entardecer
Em que o planger de sinos desperta-me

Oh, mas serão os pássaros saltitantes deste instante
Sinais sagitais opostos à minha sensatez
Ou talvez
Eu seja o mais frustrado dos Ícaros
À espera dum redemoinho que me leve a ti
Pra eterno sentir-me jovem
Se minhas cãs me dizem que os barcos aportaram
Na véspera dum sonho que amanhã vou sonhar (?)

Submited by

Saturday, June 9, 2012 - 01:05

Poesia :

Your rating: None (7 votes)

REHGGE

REHGGE's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 2 days 9 hours ago
Joined: 06/08/2012
Posts:
Points: 225

Add comment

Login to post comments

other contents of REHGGE

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Poesia/Sadness vendavais. 0 525 12/30/2019 - 21:22 Portuguese
Poesia/Thoughts que poema tirar da cartola. 0 554 12/27/2019 - 02:32 Portuguese
Poesia/Text Files sr. Jones. 0 582 12/27/2019 - 02:21 Portuguese
Prosas/Others sr. Jones. 0 332 12/27/2019 - 02:19 Portuguese
Poesia/Love além da carne e dos sentidos. 4 1.287 12/22/2019 - 16:30 Portuguese
Ministério da Poesia/Dedicated homenagem a Júlio Saraiva, maluco, poeta e jornalista 2 3.507 12/13/2019 - 16:56 Portuguese
Poesia/General um toque de sensibilidade. 1 1.094 02/28/2018 - 20:20 Portuguese
Ministério da Poesia/Fantasy QUEM SABE SE EU TIVESSE O DOM 0 3.121 05/01/2013 - 01:17 English
Poesia/Erotic (in)CONCLUSO. 0 2.618 03/31/2013 - 22:11 English
Poesia/Erotic (in)CONCLUSO. 0 2.321 03/31/2013 - 22:11 English
Poesia/Intervention bananas, ó 0 3.363 02/12/2013 - 23:08 Portuguese
Poesia/General do tempo decrescente. 0 3.125 02/12/2013 - 17:59 Portuguese
Poesia/Erotic (in)concluso. 0 2.881 02/11/2013 - 23:38 Portuguese
Poesia/Dedicated nem só de poemas vive o poeta, mas de todo sonho possível. 0 3.028 12/15/2012 - 23:16 Portuguese
Poesia/Love AREALVA 0 3.329 12/02/2012 - 00:54 Portuguese
Ministério da Poesia/General mãos. 0 3.087 11/24/2012 - 17:30 Portuguese
Poesia/General águas passadiças. 0 3.245 11/24/2012 - 17:18 Portuguese
Poesia/Sonnet 2 sonetos ordinários numa noite não menos ordinária no Bairro do Bixiga, SP. 0 3.355 08/12/2012 - 00:34 Portuguese
Poesia/Intervention da corrupção. 1 3.469 08/01/2012 - 22:31 English
Ministério da Poesia/Sonnet à face do dia. 0 3.106 07/29/2012 - 23:07 Portuguese
Poesia/General O CANTO DO UIRAPURU 0 3.263 07/27/2012 - 23:27 Portuguese
Ministério da Poesia/Disillusion FLOR DE CACTO // flor de cactus 0 3.408 07/16/2012 - 00:42 Portuguese
Poesia/Dedicated CANÇÃO AO MEU QUERIDO BRASIL 1 2.761 07/09/2012 - 08:02 Portuguese
Poesia/General Que saudade de tudo que reside em mim 0 3.051 07/06/2012 - 23:46 Portuguese
Poesia/Sonnet POR QUE A VIDA É ASSIM 0 3.171 06/29/2012 - 23:57 Portuguese