Partiste na Noite calaram-se os Pássaros

 

 

Partiste na Noite

Na mesma que chegaste

Naquela que nunca me tomaste

Como sombra dissipada

Dissiparam-se todos os mundos

Todas as vozes

                  Todos os gestos

 

As vozes já não sabem teu nome

Teu nome já não sabe minha voz

Minha voz também calou

 

Já não há cânticos

Ecoados das pedras

Já não pedras com brilho de cristais

 

Perdeste-te no dia em que se fez noite

Antes me perdi

Na mesma noite em que chegaste

Calaram-se os pássaros

         Em sombra te seguiram.

Submited by

Friday, March 9, 2012 - 22:47

Poesia :

Your rating: None (2 votes)

MariaButterfly

MariaButterfly's picture
Offline
Title: Moderador Vídeos
Last seen: 8 years 15 weeks ago
Joined: 08/02/2010
Posts:
Points: 1428

Comments

SuzeteBrainer's picture

Minha querida amiga, A

Minha querida amiga,

A começar pelo título,de uma beleza poética única...

Cada vez mais é supreendente a tua voz poética, a tua assinatura artística e o meu encantamento pela amiga e poetisa:

"As vozes já não sabem teu nome

 Teu nome já não sabe minha voz

 minha voz também calou."

A minha também calou,diante das mais belas  da tua poesia...wink

Beijos grandessmiley

MariaButterfly's picture

A minha sempre cala perante a

A minha sempre cala perante
a tua bondade, diante das tuas palavras.
fico muito feliz que gostes,

muito obrigada,amiga de alma mais LINDAAAAAAA!

Beijos Grandes

Jorge Humberto's picture

Minha querida, Maria,

Minha querida, Maria,

mais um envolvente poema, com que sempre nos presenteias.
Tua poética é de uma extrema beleza, e sempre com principio, meio e fim, como deve ser.
 

Beijinhos mil
Jorge Humberto

MariaButterfly's picture

obrigado, pelas tuas palavras

obrigado, pelas tuas palavras e presença
e pelo incentivo que sempre dás.

Beijinhos

Henrique's picture

Todos os gestos...

Desde a noite à sombra, voz calada.

 

Ir por lá

sem saber os nomes dos mundos

que por lá nos esperam aqui!!!

 

:-)

MariaButterfly's picture

são tantos os mundos que nos

são tantos os mundos que nos esperam
alguns em lugar impreciso,
outros que esperamos...

obrigado, pelas tuas palavras

Beijo

joanadarc's picture

Brilhantemente poético!

Brilhantemente poético! Adorei!

Beijo

Joana

MariaButterfly's picture

obrigada, Joaninha. por me

obrigada, Joaninha.

por me leres e por gostares!

beijos

Add comment

Login to post comments

other contents of MariaButterfly

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Poesia/Fantasy Jogo da verdade 2 502 08/10/2010 - 20:15 Portuguese
Poesia/Disillusion defino te 2 727 08/10/2010 - 20:20 Portuguese
Poesia/Thoughts Do que és feito? 2 527 08/11/2010 - 20:35 Portuguese
Poesia/Love Alma Gémea 6 532 08/12/2010 - 22:02 Portuguese
Poesia/Fantasy Á tua Espera 4 592 08/13/2010 - 22:45 Portuguese
Poesia/Love Para lá do racional 2 494 08/14/2010 - 21:28 Portuguese
Poesia/Love Só um quarto de mim... 8 386 08/14/2010 - 21:33 Portuguese
Poesia/Thoughts Amor 1 758 08/17/2010 - 09:09 Portuguese
Poesia/Aphorism Indefinido 1 556 08/18/2010 - 22:06 Portuguese
Poesia/Aphorism Vampiro 8 598 09/01/2010 - 22:00 Portuguese
Poesia/Sadness Qual Preferes? 4 436 09/06/2010 - 21:04 Portuguese
Poesia/Love Quem me dera, Meu Amor... 2 443 09/06/2010 - 21:28 Portuguese
Poesia/Aphorism Longe de Mim 4 431 09/06/2010 - 21:31 Portuguese
Poesia/Aphorism FIM 2 465 09/08/2010 - 23:11 Portuguese
Poesia/Meditation Em Frente 4 562 09/08/2010 - 23:37 Portuguese
Poesia/Love Em Busca da Perfeição 6 389 09/08/2010 - 23:41 Portuguese
Poesia/Aphorism Alma do Mundo 3 535 09/09/2010 - 20:46 Portuguese
Poesia/Aphorism Tempo 5 484 09/09/2010 - 20:52 Portuguese
Poesia/Love Esperança imortal 1 743 09/10/2010 - 01:18 Portuguese
Poesia/Love Prefiro nada... 5 433 09/10/2010 - 01:22 Portuguese
Poesia/Aphorism Mundo Esquecido 4 456 09/10/2010 - 01:26 Portuguese
Poesia/Love Sabes? 5 366 09/10/2010 - 01:45 Portuguese
Poesia/Aphorism Sonhos 6 289 09/10/2010 - 18:44 Portuguese
Poesia/Love Sonhos de Amor 3 668 09/15/2010 - 00:59 Portuguese
Poesia/Aphorism Tambem eu... 2 561 09/15/2010 - 22:32 Portuguese