A ruiva

Era preciso fechar os olhos para imaginá-la.
Mas, tentar descrevê-la era uma tarefa impossível.
Bem que ele tentou quando perguntaram-lhe como ela era.
Suspirou fundo e assim se expressou:
- Um dia disse a ela que se vivêssemos na Idade Média ela seria morta e ela perguntou o porque. - Por causa do seu cabelo ruivo. Naquele período obscuro da humanidade o cabelo ruivo era a cor do pecado. Da sedução, da atração sensual que dificilmente os homens poderiam escapar. Ela sorriu – ah! Já havia ouvido isso! - disse ela com um sorriso maroto.
Talvez seja por esse detalhe que deveria começar a descrevê-la. O cabelo é de uma forma tão lindo, peculiar e a torna mais esbelta a cada novo amanhecer. Ao vê-lo brilhar sob a luz do sol ou do luar não há como não se deslumbrar com tamanha perfeição.
Mas, ao olhar sua formosura começando pelos cabelos somos direcionado ao seu sorriso. Fascinante. É como um amanhecer de primavera. Alegra a nossa alma. Dá esperança. O sorriso é perfeito e revela seus lábios sedutores como uma paisagem pintada pelo melhor dos artistas. E, ao pensar sobre esse detalhe, somos levados a imaginar os seus beijos…
Ela tem um olhar misterioso. Parece haver um enigma a ser desvendado para que se alcance o seu coração. E o coração dela é território selvagem. Parece guardar uma joia de grande valor. E o que não daríamos para descobrir esse diamante. Quando ela olha para mim não há como desviar o olhar de tão grande beleza. E, em pensamentos somos levados a imaginar o aconchego de seus braços.
Gosto do jeito que ela caminha. Parece que ela esta desfilando em uma passarela de sonhos. É magnífico o seu andar.
O seu perfume é tão cheiroso e sua pele tão macia que o desejo é abraçá-la o tempo todo.
O que mais gosto é de estar perto dela. De sentir o seu cheiro e ouvir suas palavras macias e cheias de alegria. Ela sorri e o mundo parece se transformar. Ela fica séria e o mundo é de um silêncio encantador.
Eu a chamo de meu anjo ruivo. Não sei se soa legal, mas eu gosto.
Não é possível descrevê-la como já afirmei acima, mas ela vive em meus pensamentos e sua imagem linda e emoldurada está estampada nos meus sonhos. Ela é uma mulher linda e majestosa. E, dessa forma, não poderia deixar de falar de sua elegância. Sim. Ela é a mulher mais elegante que já vi com meus olhos. Elegância na forma de se vestir, de andar e na forma de sorrir.
Eu escalaria uma montanha, atravessaria um oceano ou enfrentaria um monstro se preciso fosse, só para estar com ela. E acho que tudo valeria a pena. Pois, ela é a mulher mais incrível que já vi na minha vida…
- Então eu preciso conhecer tamanha preciosidade. Como a descreveste ela é um anjo em forma de mulher.
- Bela percepção. Pois ela é isso mesmo. Um anjo em forma de mulher. Um anjo ruivo de rara beleza. Uma beldade que estraçalha meu coração. Um sonho do qual não quero acordar.

Texto: Odair José, o Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

Tuesday, April 24, 2018 - 22:38

Prosas :

No votes yet

Odairjsilva

Odairjsilva's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 1 day 4 hours ago
Joined: 04/07/2009
Posts:
Points: 3959

Add comment

Login to post comments

other contents of Odairjsilva

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Poesia/Love Tal qual um peregrino 1 595 05/15/2009 - 21:20 Portuguese
Poesia/Sadness Deserto 3 688 05/14/2009 - 08:53 Portuguese
Poesia/Aphorism Coração Sólido 1 705 05/05/2009 - 12:24 Portuguese
Poesia/Love Incertezas 1 404 04/30/2009 - 18:35 Portuguese
Poesia/General Regresso 1 515 04/29/2009 - 23:34 Portuguese
Poesia/Love Razão de amar 2 655 04/28/2009 - 17:36 Portuguese
Poesia/Love O Grito 1 658 04/22/2009 - 23:35 Portuguese