Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético

TRANSCENDENTALISMO, TRANSCENDENTE e TRANSCENDENTAL – do Latim “TRANSCENDERE” = ultrapassar, superar.

TRANSCENDENTE – é tudo aquilo que pertence à outra natureza (a outra coisa, situação, condição). Que é superior. É o oposto à noção de imanência (aquilo que pertence ao interior do SER, da Coisa). Nas crenças Teístas (ver Teísmo) Deus é transcendente em relação ao Mundo e por ser exterior e superior ao mesmo está além da capacidade humana de compreender, pois se situa muito além do que pode ser alcançado através de experiências, ou dos estudos que poderiam defini-lo, explicá-lo.

TRANSCENDENTAL – do Latim Medieval “TRANSCENDENTALIS”. Durante a vigência da Escolástica1, na Idade Média, o vocábulo designava as Categorias mais Elevadas, que por isso superavam as Categorias Aristotélicas (substância ou essência, a quantidade, a qualidade, a relação, o tempo, o lugar, a situação, a ação, a paixão e a possessão). Pode-se dizer que as Categorias de Aristóteles referiam-se ao fenômeno2 e a dos Escolásticos a um nível superior; ou seja, referiam-se ao SER, ao Verdadeiro, ao Belo, ao Bem e a outras essências. Reportavam-se ao que efetivamente “É” e não ao mero “estar”.
Segundo Kant (1724/1804, Alemanha) – cuja filosofia é chamada de Filosofia Transcendental – essa palavra refere-se às condições que possibilitam a aquisição de Conhecimento, às condições que estão além do físico e concreto e permitem o aprendizado. Em suas palavras: “chamo transcendental todo Conhecimento que, em geral, se ocupa menos dos Objetos do que de nossos conceitos A Priori dos Objetos. Um sistema de conceitos desse tipo seria denominado filosofia transcendental...” Em outros termos: Transcendental é o estudo que priorize conhecer quais são, como são, como se formam etc. aquelas noções que o Homem possui desde que nasce; ou seja, antes de ter realizado qualquer experiência ou estudo. O agrupamento dessas noções ou conceitos a Priori (isto é, que existe antes de qualquer experiência) é o que se pode chamar de Filosofia Transcendental (Ver Kantismo).

TRANSCENDENTALISMO – é, pois, a Filosofia ou a Concepção Filosófica, sobretudo em Kant, que tem como foco central o entendimento de que é necessário examinar as possibilidades e as reais capacidades do Indivíduo que faz a experiência ou o estudo, pois toda experimentação para render o fruto esperado depende da estrutura e da capacidade mental de quem a realiza. Em termos gerais, até que ponto o Homem está apto para fazer com que determinada experimentação possa ser considerada válida?
O Transcendentalismo, por outro lado, também é a concepção filosófica que ultrapassa o Racionalismo*, o Cientificismo* e afins, para afirmar a necessidade de se ter outro ponto de vista sobre todas as Coisas; ótica essa baseada na Intuição e em elementos místicos.

1. Escolástica - Corrente Filosófica que surgiu a partir da Patrística, a filosofia dos Padres da primitiva Igreja Católica. Seu principal objetivo era conciliar os dogmas da Fé com o Raciocínio ou Razão.
Fenômeno - Fenômeno é o corpo físico, material de uma Essência. Aquilo que pode ser percebido pelos Sentidos Humanos.

Submited by

Saturday, June 19, 2010 - 23:34

Prosas :

No votes yet

fabiovillela

fabiovillela's picture
Offline
Title: Moderador Poesia
Last seen: 3 years 35 weeks ago
Joined: 05/07/2009
Posts:
Points: 6158

Add comment

Login to post comments

other contents of fabiovillela

Topic Title Repliessort icon Views Last Post Language
Prosas/Others Arne NAESS - Filósofos Modernos e Contemporâneos 0 1.606 06/27/2012 - 12:32 Portuguese
Poesia/Fantasy Rex Tirano Candidato 0 1.196 09/18/2010 - 23:40 Portuguese
Prosas/Others Filosofia Moderna e Contemporânea - ORTEGA y GASSET, José - o Livre-Arbítrio - Eu sou eu e as minhas circunstâncias. 0 1.573 05/22/2012 - 23:25 Portuguese
Poesia/Love Laços e Fitas 0 943 05/16/2013 - 20:28 Portuguese
Poesia/General 21 de Brasil 0 825 04/21/2013 - 16:14 Portuguese
Poesia/Dedicated Lusos Poetas 0 1.235 11/17/2010 - 23:42 Portuguese
Poesia/General Por quem 0 1.626 11/17/2010 - 23:42 Portuguese
Poesia/Love Ceia 0 1.550 11/17/2010 - 23:43 Portuguese
Poesia/General Escritas 0 1.224 11/17/2010 - 23:46 Portuguese
Poesia/Sonnet Soneto Leve 0 2.018 11/17/2010 - 23:46 Portuguese
Poesia/Love Brilho 0 2.058 11/17/2010 - 23:46 Portuguese
Poesia/Love O Tarô e o Amor 0 723 11/17/2010 - 23:46 Portuguese
Poesia/General Que 0 2.474 07/23/2009 - 21:35 Portuguese
Poesia/Sadness Febre 0 1.933 11/17/2010 - 23:50 Portuguese
Poesia/General Faça-se 0 4.439 11/17/2010 - 23:50 Portuguese
Poesia/General Canário 0 766 11/17/2010 - 23:50 Portuguese
Poesia/General Indigências 0 1.104 11/17/2010 - 23:51 Portuguese
Poesia/Sadness Hotéis 0 1.435 11/17/2010 - 23:53 Portuguese
Poesia/Aphorism Cultivar 0 1.352 11/17/2010 - 23:54 Portuguese
Poesia/Sadness Morfina 0 1.162 11/17/2010 - 23:54 Portuguese
Poesia/Love Corpos 0 977 08/27/2009 - 05:15 Portuguese
Poesia/General Intervalo e Avenida 0 707 05/30/2013 - 16:56 Portuguese
Poesia/General O Sol e a Sereia 0 1.287 11/17/2010 - 23:54 Portuguese
Poesia/General Cultura de Almanaque 0 1.260 11/17/2010 - 23:58 Portuguese
Prosas/Others Schopenhauer e o Idealismo Alemão - O Suicidio - Parte VIII 0 1.626 06/30/2014 - 21:53 Portuguese