A Fonte dos Amores Impossíveis

Toda ela tremia, já nem sabia se seria de frio ou de medo,
Mário, havia lhe feito mais uma cena imensa de ciúmes,
Havia-a deposto do seu posto de trabalho e pô-la porta para fora, bem cedo,
Tão cedo, que ainda andavam na rua, os vaga-lumes.

Tinha muita fome também,
Mas, não conhecia ninguém...

Ao menos, ainda tinha algum trocado, que conseguiu rapar do seu bolso,
Porém, aquele mísero dinheiro,
Só lhe daria para uma ou duas semanas de comida e algum tabaco avulso,
E não para um mês inteiro.

Não podia para casa voltar,
Não, depois daquele tempo todo, que fez de conta que os esquecera,
Nem a mãe ia gostar,
Nem ela, seria assim tão megera.

Andou, andou e andou, até parar e se sentar num banco de um jardim,
Era um sitio calmo, já fora da baixa da cidade, nos seus arredores,
Era bonito e tão limpo, que nunca tinha estado num sítio assim,
Sentou-se descansada e apreciou a paisagem, cheirando no ar, o perfume das flores.

Bem, no meio, estava uma fonte, com água cristalina e transparente,
No seu topo, abraçados, estavam duas figuras apaixonadas,
E por baixo delas, um demónio, com a sua lança em tridente,
Que lutava para os alcançar, mas as figuras, estavam alienadas.

Era a Fonte dos Amores Impossíveis, e de quem bebesse dela,
Encontraria a felicidade,
E, mesmo o demónio, não poderia nada contra ela,
Pois, quem vencia era a força da fonte, a vontade.

Em troca, uma moeda de meio vintém, simplesmente,
Um meio simbólico de pagamento,
Um gesto de boa vontade e de em algo, crente,
Que ao encontrar o amor, até seria pouco, como agradecimento.

Tirou do bolso, algo que lhe faria muita falta,
E decidiu arriscar a sua sorte,
Pois, no que tocava ao amor, a sua fasquia era alta,
E lá atirou a moeda, que afinal de contas, só serviu para uma coisa…para a morte.

 

 

 

Submited by

Lunes, Noviembre 28, 2011 - 15:06

Poesia :

Su voto: Nada (2 votos)

joanadarc

Imagen de joanadarc
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 4 semanas 4 días
Integró: 07/18/2011
Posts:
Points: 1571

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of joanadarc

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/Pasión ESPERO-TE 6 3.721 03/15/2018 - 11:14 Portuguese
Poesia/Dedicada OS HOMENS TAMBÉM CHORAM... 4 1.312 03/15/2018 - 11:13 Portuguese
Poesia/Pasión O HOMEM COM MEDO 3 1.294 03/15/2018 - 11:12 Portuguese
Poesia/Pensamientos DEMOCRACIA DA EXPRESSÃO 11 3.537 02/27/2018 - 12:13 Portuguese
Poesia/Pasión FICA-TE A MATAR... 1 1.851 04/20/2013 - 01:07 Portuguese
Poesia/Pasión FICA-TE A MATAR... 0 3.062 04/06/2013 - 01:55 Portuguese
Poesia/Pasión FICA-TE A MATAR... 0 1.769 04/06/2013 - 01:50 Portuguese
Poesia/Pasión DEBAIXO DA TUA PELE 1 2.750 03/28/2013 - 19:05 Portuguese
Poesia/Dedicada A SOMBRA DA SOLIDÃO 1 2.142 03/04/2013 - 12:47 Portuguese
Poesia/Pasión DEVIA TER-TE... 2 1.415 03/01/2013 - 18:25 Portuguese
Poesia/Meditación DIZERES MUDOS 2 1.464 03/01/2013 - 18:15 Portuguese
Poesia/Pensamientos DEIXAR O DESTINO TRABALHAR 3 1.430 03/01/2013 - 18:10 Portuguese
Poesia/Erótico SODOMIZO-TE…O Diabo do Corpo 5 1.802 10/04/2012 - 23:55 Portuguese
Poesia/Pasión MORRES 8 1.703 07/03/2012 - 00:57 Portuguese
Videos/Privadas Bruno Mars - It Will Rain 0 2.390 07/01/2012 - 00:12 Portuguese
Videos/Musica Lana Del Rey - Blue Jeans 0 2.162 07/01/2012 - 00:03 Portuguese
Poesia/Pasión TARDO EM TI... 2 1.942 06/30/2012 - 23:59 Portuguese
Poesia/Pasión A BELA E O MONSTRO 2 4.050 06/30/2012 - 23:38 Portuguese
Videos/Musica Alejandro Sanz - y solo se me ocorre amarte 0 2.445 06/30/2012 - 23:31 Portuguese
Videos/Musica Heartbeat City - The Cars 0 2.469 06/30/2012 - 23:11 Portuguese
Poesia/Dedicada ESTE COMBOIO NÃO VAI PARAR 4 1.355 06/24/2012 - 22:20 Portuguese
Videos/Musica Pedro Abrunhosa - Tenho o Diabo no Corpo 0 3.455 06/22/2012 - 23:30 Portuguese
Videos/Musica Susana Félix - Idade do Céu 0 2.766 06/16/2012 - 22:36 Portuguese
Poesia/Pasión CAÍRAM AS PONTES ENTRE NÓS 0 1.686 06/10/2012 - 21:47 Portuguese
Videos/Musica Madonna - JUSTify MY LOVE 0 1.692 06/08/2012 - 22:25 Portuguese