à face do dia.

à face do dia.

não me roube o tempo o terno catavento
da mão menina a tatear este encanto
que correrá sem a dor do esquecimento
pra renascer o riso depois do pranto

não me cubra o mal com o seu negro manto
meu afã e crença à busca do firmamento
se minha cruz torna-me mais e mais santo
com frescor natural que pueril ostento

não roubem as flores deste meu acalanto
nem a modéstia deste raro momento
se no meu ser poluído paira o recanto

disfarçado no verbo viver cinzento
a roubar as flores que agora decanto
cada vez mais cálidas no experimento

Submited by

Domingo, Julio 29, 2012 - 23:07

Ministério da Poesia :

Su voto: Nada Promedio: 5 (8 votos)

REHGGE

Imagen de REHGGE
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 2 días 4 horas
Integró: 06/08/2012
Posts:
Points: 230

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of REHGGE

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/Meditación por entre águas. 0 238 04/03/2020 - 00:14 Portuguese
Poesia/Tristeza vendavais. 0 716 12/30/2019 - 21:22 Portuguese
Poesia/Pensamientos que poema tirar da cartola. 0 660 12/27/2019 - 02:32 Portuguese
Poesia/Archivo de textos sr. Jones. 0 696 12/27/2019 - 02:21 Portuguese
Prosas/Otros sr. Jones. 0 410 12/27/2019 - 02:19 Portuguese
Poesia/Amor além da carne e dos sentidos. 4 1.404 12/22/2019 - 16:30 Portuguese
Ministério da Poesia/Dedicada homenagem a Júlio Saraiva, maluco, poeta e jornalista 2 3.522 12/13/2019 - 16:56 Portuguese
Poesia/General um toque de sensibilidade. 1 1.268 02/28/2018 - 20:20 Portuguese
Ministério da Poesia/Fantasía QUEM SABE SE EU TIVESSE O DOM 0 3.132 05/01/2013 - 01:17 Inglés
Poesia/Erótico (in)CONCLUSO. 0 2.643 03/31/2013 - 22:11 Inglés
Poesia/Erótico (in)CONCLUSO. 0 2.364 03/31/2013 - 22:11 Inglés
Poesia/Intervención bananas, ó 0 3.373 02/12/2013 - 23:08 Portuguese
Poesia/General do tempo decrescente. 0 3.154 02/12/2013 - 17:59 Portuguese
Poesia/Erótico (in)concluso. 0 2.884 02/11/2013 - 23:38 Portuguese
Poesia/Dedicada nem só de poemas vive o poeta, mas de todo sonho possível. 0 3.033 12/15/2012 - 23:16 Portuguese
Poesia/Amor AREALVA 0 3.330 12/02/2012 - 00:54 Portuguese
Ministério da Poesia/General mãos. 0 3.097 11/24/2012 - 17:30 Portuguese
Poesia/General águas passadiças. 0 3.252 11/24/2012 - 17:18 Portuguese
Poesia/Soneto 2 sonetos ordinários numa noite não menos ordinária no Bairro do Bixiga, SP. 0 3.364 08/12/2012 - 00:34 Portuguese
Poesia/Intervención da corrupção. 1 3.474 08/01/2012 - 22:31 Inglés
Ministério da Poesia/Soneto à face do dia. 0 3.117 07/29/2012 - 23:07 Portuguese
Poesia/General O CANTO DO UIRAPURU 0 3.314 07/27/2012 - 23:27 Portuguese
Ministério da Poesia/Desilusión FLOR DE CACTO // flor de cactus 0 3.432 07/16/2012 - 00:42 Portuguese
Poesia/Dedicada CANÇÃO AO MEU QUERIDO BRASIL 1 2.765 07/09/2012 - 08:02 Portuguese
Poesia/General Que saudade de tudo que reside em mim 0 3.076 07/06/2012 - 23:46 Portuguese