A MERDA É MAIS FÉRTIL DO QUE NÓS …

Os obstáculos foram, são e serão sempre

o motivo da evolução das espécies.

Nós os humanos,

evoluímos apenas de um obstáculo, a FOME.

Foi com FOME

que descemos das árvores e deste então

nunca mais paramos de caminhar pelas ervas altas…

… motivo pelo qual nos erguemos até sermos bípedes.

A FOME,

é também o berço do pensamento.

Reflexão:

A FOME é o nosso único obstáculo,

se a FOME fosse erradicada de forma natural do mundo

ou da forma original que nos originou,

os humanos eram felizes,

saciados e prósperos.

Mas enquanto se substitui as ervas altas

que nos ergueram na antiguidade,

por atitudes modernas

que nos rebaixam a coisas supérfluas,

enquanto isso,

a merda é mais fértil

do que nós todos inférteis uns com os outros.
.
.
.
.

Submited by

Viernes, Octubre 19, 2012 - 23:08

Poesia :

Su voto: Nada (8 votos)

Henrique

Imagen de Henrique
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 5 años 15 semanas
Integró: 03/07/2008
Posts:
Points: 34817

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of Henrique

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/Pensamientos DA POESIA 1 5.745 05/26/2020 - 23:50 Portuguese
Videos/Otros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 37.588 06/11/2019 - 09:39 Portuguese
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 1.788 03/06/2018 - 21:51 Portuguese
Poesia/Pensamientos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.467 02/28/2018 - 17:42 Portuguese
Poesia/Pensamientos APALPOS INTERMITENTES 0 2.298 02/10/2015 - 22:50 Portuguese
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 2.150 02/03/2015 - 20:08 Portuguese
Poesia/Pensamientos ISENTO DE AMAR 0 4.132 02/02/2015 - 21:08 Portuguese
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 2.949 02/01/2015 - 22:51 Portuguese
Poesia/Pensamientos PELO TEMPO 0 1.808 01/31/2015 - 21:34 Portuguese
Poesia/Pensamientos DO AMOR 0 1.973 01/30/2015 - 21:48 Portuguese
Poesia/Pensamientos DO SENTIMENTO 0 2.524 01/29/2015 - 22:55 Portuguese
Poesia/Pensamientos DO PENSAMENTO 0 2.504 01/29/2015 - 19:53 Portuguese
Poesia/Pensamientos DO SONHO 0 1.790 01/29/2015 - 01:04 Portuguese
Poesia/Pensamientos DO SILÊNCIO 0 3.157 01/29/2015 - 00:36 Portuguese
Poesia/Pensamientos DA CALMA 0 2.450 01/28/2015 - 21:27 Portuguese
Poesia/Pensamientos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 1.997 01/27/2015 - 22:48 Portuguese
Poesia/Pensamientos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 1.998 01/27/2015 - 16:59 Portuguese
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 2.012 01/26/2015 - 20:44 Portuguese
Poesia/Pensamientos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 3.146 01/25/2015 - 22:36 Portuguese
Poesia/Pensamientos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.653 01/22/2015 - 22:32 Portuguese
Poesia/Pensamientos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.623 01/21/2015 - 18:00 Portuguese
Poesia/Pensamientos PALAVRAS À LUPA 0 2.550 01/20/2015 - 19:38 Portuguese
Poesia/Pensamientos MADRESSILVA 0 1.566 01/19/2015 - 21:07 Portuguese
Poesia/Pensamientos NA SOLIDÃO 0 1.850 01/17/2015 - 23:32 Portuguese
Poesia/Pensamientos LÁPIS DE SER 0 1.840 01/16/2015 - 20:47 Portuguese