O MEU ÓPIO

O meu ópio são as palavras.
De barco vêm num búzio
todas enroladas como fio.
Cheiro o seu ar bravio
e leio-as de fio a pavio.

O meu ópio são as palavras.
Sorvendo-as sofregamente
pululam meu sangue quente,
veementemente sobem à mente
e deixam o meu corpo fervente.

O meu ópio são as palavras.
Param em grande travagem,
ligam a engrenagem
e iniciam a viagem
quase como uma miragem.

O meu ópio são as palavras.
Saem a dançar Mazurka
quando me brotam pela boca.
Por as ouvir fico mouca.
Vivo em roda-viva louca.

O meu ópio são as palavras.
O mar que as trás de longe,
o chocalhar de guizos no monte,
a água que corre na fonte…
Fixar o olhar no horizonte…

O meu ópio são as palavras.
Óh, Piamente…

Este foi o poema lido aquando do lançamento do meu livro "Facto Binário", na Feira do Livro do POrto, a 13.06.2009, editado pela Corpos Editora.

Submited by

Miércoles, Julio 8, 2009 - 17:58

Poesia :

Sin votos aún

Patrícia Taz

Imagen de Patrícia Taz
Desconectado
Título: Moderador Consagrados
Last seen: Hace 27 semanas 12 horas
Integró: 04/04/2009
Posts:
Points: 650

Comentarios

Imagen de jopeman

Re: O MEU ÓPIO

e que melhor poder hipnótico do que as palavras?
Gostei imenso
Bjos

Imagen de Silvino

Re: O MEU ÓPIO

Há muita poesia nesse seu ópio. Gostei
Bjs

Imagen de Conchinha

Re: O MEU ÓPIO

Tomemos então todos desse ópio.
Gostei.

bjs

Imagen de marcodias

Re: O MEU ÓPIO

Olá.

A O festim das sensações que alimentam
o nosso eu maior, as palvras, as ideias,
os momentos, o nosso ópio.

Gostei muito.

Abraço.

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of Patrícia Taz

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/Amor POEMA INACABADO 5 1.371 03/19/2013 - 03:16 Portuguese
Poesia/General ALQUIMIA DA ESCRITA 25 2.089 01/22/2012 - 15:47 Portuguese
Poesia/Dedicada SORVO POÉTICO 24 1.719 01/22/2012 - 15:41 Portuguese
Poesia/Intervención (A)NORMALIDADE DO CÃO QUE O DIABO AMASSOU 18 1.362 06/27/2011 - 17:32 Portuguese
Poesia/Dedicada PERFIL DE VIAGEM 7 981 03/29/2011 - 17:18 Portuguese
Poesia/Intervención CONVERSA DE CAMARADAS, PÁ? 3 1.144 03/19/2011 - 23:33 Portuguese
Poesia/Intervención DILEMA OPRIMIDO 8 1.057 03/16/2011 - 16:44 Portuguese
Poesia/Desilusión SOLTA-SE O FIO DA VIDA LÁ DENTRO 8 1.439 02/28/2011 - 16:07 Portuguese
Fotos/Otros Facto Binário 0 1.482 02/20/2011 - 00:39 Portuguese
Poesia/Dedicada POEJET Intercontinental 4 1.201 02/18/2011 - 13:40 Portuguese
Poesia/Canción LEITO DA SAUDADE 8 1.253 02/18/2011 - 12:11 Portuguese
Poesia/Amor VALSA DOS CORVOS 4 869 02/18/2011 - 02:04 Portuguese
Fotos/Paisaje A Sun's Glance 2 2.172 02/16/2011 - 01:37 Inglés
Poesia/Fantasía VOO DE SONHO 5 953 02/11/2011 - 15:58 Portuguese
Poesia/Canción MATÉRIA IMATERIAL 4 1.038 02/11/2011 - 11:05 Portuguese
Fotos/Perfil 1249 0 1.377 11/24/2010 - 00:38 Portuguese
Poesia/Soneto SOBREVIVENTES 0 979 11/17/2010 - 23:42 Portuguese
Poesia/Erótico FOTO A PRETO E BRANCO 0 912 11/17/2010 - 23:40 Portuguese
Poesia/Poetrix MATÉRIA IMATERIAL 1 689 08/07/2010 - 14:20 Portuguese
Poesia/Amistad O AVESSO DO INVERSO 2 906 06/08/2010 - 23:18 Portuguese
Poesia/General MAÇO DE NOTAS 1 911 04/23/2010 - 00:17 Portuguese
Poesia/Amor ARLEQUIM 8 1.115 04/20/2010 - 16:13 Portuguese
Poesia/Pasión CHUVAS DE MARÇO 4 881 04/10/2010 - 04:20 Portuguese
Poesia/Pasión COBERTA DE HISTÓRIAS 5 912 04/09/2010 - 19:14 Portuguese
Poesia/Amor PROJECÇÕES 4 450 04/01/2010 - 02:37 Portuguese