SOU E SEREI

Sou e serei

O que hoje sou eu sei,

Amanhã não sei o que serei,

O futuro não posso prever,

Mas tenho a certeza de morrer.

 

Apenas me interessa o que sou,

Amanhã já começou,

O que disse agora é passado,

Jamais será regressado.

 

Já não sou como nasci,

Já não vejo o que eu vi,

Pois já passou tanto tempo,

De muitas coisas não me lembro.

 

Sou julgado pelo agora,

E pelo que fui outrora,

Não me julgam pelo que serei,

Mas sim pelo que sei.

 

Pelo futuro não sou julgado,

Está por vir, não é passado,

Vou sonhando para a frente,

Com a força da minha mente.

 

Não quero ser igual a ninguém,

Mas como nasci da minha mãe,

Com a minha personalidade,

Com tristeza ou vaidade.

 

Vivendo vou avançando,

E apenas por mim vou pensando,

Quero ser sempre dono do meu eu,

Tal como a minha mãe mo deu.

 

Quero ser invejado e não invejoso,

Não quero ser mau mas bondoso,

Sem me deixar derrubar,

Para continuar a andar.

 

E assim eu quero e sou,

O meu tempo ainda não acabou,

Aos meus sonhos sou semelhante,

Para mim é importante.

 

Assim sou e assim serei,

Com o meu eu continuarei,

Não quero ser igual a ninguém,

Quero ser eu no tempo que vem.

 

Tavira, 11 de Maio de 2012-Estêvão

Submited by

Miércoles, Julio 1, 2015 - 10:28

Poesia :

Sin votos aún

José Custódio Estêvão

Imagen de José Custódio Estêvão
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 16 semanas 6 días
Integró: 03/14/2012
Posts:
Points: 7749

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of José Custódio Estêvão

Tema Títuloordenar por icono Respuestas Lecturas Último envío Idioma
Poesia/Meditación UM SONHO 0 836 12/21/2012 - 11:39 Portuguese
Poesia/General À ESPERA DE UMA VIAGEM 0 831 08/26/2012 - 15:07 Portuguese
Poesia/Pensamientos A JUVENTUDE PASSA 2 582 06/16/2012 - 10:49 Portuguese
Poesia/Meditación A VOZ DO DINHEIRO 0 719 04/29/2015 - 16:14 Portuguese
Poesia/Amor AO AMOR NÃO INTERESSA O TEMPO 0 442 02/17/2013 - 13:20 Portuguese
Poesia/Meditación AS MINHAS PERNAS 0 644 11/29/2013 - 12:46 Portuguese
Poesia/Meditación BRINCAR COM O FOGO 0 561 02/07/2013 - 11:38 Portuguese
Poesia/Meditación GANHAR UM AMIGO 0 521 05/12/2013 - 11:19 Portuguese
Prosas/Pensamientos 34- O HOMEM 6 1.678 03/21/2018 - 16:04 Portuguese
Poesia/Meditación À LAREIRA DA FÉ 0 827 07/20/2013 - 12:28 Portuguese
Poesia/Meditación A LUA 0 542 10/27/2012 - 00:43 Portuguese
Poesia/Meditación A SAUDADE DÓI 0 545 06/15/2013 - 09:49 Portuguese
Poesia/Meditación A SAUDADE DÓI 0 417 06/15/2013 - 09:50 Portuguese
Poesia/Meditación A TERRA QUE EU PISO 0 6.376 09/10/2014 - 10:35 Portuguese
Poesia/Meditación A ALMA TAMBÉM SANGRA 0 875 02/04/2013 - 10:57 Portuguese
Poesia/Amor A BELA ADORMECIDA 0 1.757 04/22/2012 - 11:38 Portuguese
Poesia/Meditación A CAÇA E O CAÇADOR 0 1.319 12/30/2015 - 10:58 Portuguese
Poesia/General A CHUVA 0 411 01/24/2013 - 11:44 Portuguese
Poesia/Meditación A CHUVA NÃO PÁRA DE CAIR 0 422 02/09/2013 - 12:50 Portuguese
Poesia/Meditación A CONSCIÊNCIA 0 1.017 07/22/2015 - 10:28 Portuguese
Poesia/Meditación A COR DA ALMA 0 748 10/02/2012 - 10:03 Portuguese
Poesia/Alegria A COR DO CÉU 4 426 06/25/2012 - 13:49 Portuguese
Poesia/Meditación A COR DO TEMPO 0 493 01/16/2013 - 11:59 Portuguese
Poesia/Amor A COR DOS TEUS OLHOS 0 733 12/02/2012 - 18:55 Portuguese
Poesia/Intervención A DESGRAÇA DE UMA NAÇÃO 0 561 03/09/2016 - 12:28 Portuguese