Eu quero que seja Natal

Hoje fui às compras!
E, Amigos,
Senti o Natal.
Eram rostos,
Apenas rostos
Mas eu via o Natal.
E no meio desta imensidão
De sonhos dispersos
Eu via o Natal.
Eu quero que seja Natal!
Preciso que seja!
E para não ter dúvidas
Cravo os olhos,
-Lá está o Pai Natal.
Não sei se é o meu
Mas que tem o mesmo aspecto,
Isso tem, vi-lhe a bondade!
E acreditem, até o Menino Jesus
Tinha uma cabana.
Dentro desta Cabana, gigante,
Sei que estou feliz!
São as luzes,
Os embrulhos,
O vermelho,
As fitas,
As crianças a rir,
As mães a sorrir,
E os pais a carregar.
É a Fé de que vou ter mais uma
Ceia de Natal.
Vou ter a minha família
Junto ao sapatinho.
Estou Feliz!
Vejo alegria
Em cada esquina
Não sei se dos outros
Ou apenas minha,
Não me interessa,
Eu sei que é Natal!
E do consumismo,
Desculpem-me,
Mas não quero saber!
Cada um que faça o seu Natal,
E dentro desta esperança
Eu continuo às compras,
Sonhando com a alegria,
De quem vai receber a minha
Prenda de Natal.

Submited by

Domingo, Diciembre 13, 2009 - 22:05

Poesia :

Sin votos aún

JoseLuisLopes

Imagen de JoseLuisLopes
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 9 años 14 semanas
Integró: 06/28/2009
Posts:
Points: 164

Comentarios

Imagen de LiceSoares

Re: Eu quero que seja Natal

Belo poema!
Que o teu desejo se cumpra: que seja Natal, no teu coração, na tua casa, na tua família, na tua vida.Que seja, sempre, Natal, um eterno Natal, para ti e para todos nós.
Parabéns.
Um grande abraço.

Imagen de RobertoEstevesdaFonseca

Re: Eu quero que seja Natal

Uns vêem o natal nos presentes,outros vêem o natal dos ausentes.

Belo poema.
Parabéns,
um abraço,
REF

Imagen de JoseLuisLopes

Re: Eu quero que seja Natal

Caro Amigo Roberto!
Com toda a delicadeza peço-lhe que considere também sua a resposta que dei ao Amigo MarneDulinski.
Espero assim responder a algumas dúvidas que a sua resposta me suscitou.
Obrigado pelo comentário
Um abraço
Feliz Natal
JLL

Imagen de MarneDulinski

Re: Eu quero que seja Natal

AMIGO POETA, MUITO LINDO SEU POEMA, MAS MEUS NATAIS SÃO DIFERENTES, SÃO DIÁRIOS E NÃO SÃO MATERIAIS, SÃO MEDITAÇÕES QUE FAÇO AOS SERES DIVINOS, PEDINDO UM MUNDO MELHOR PARA TODOS NÓS, ONDE NÃO HAJA MISÉRIA E FOME NA BOCA DE NOSSOS IRMÃOS, MUITA SAÚDE E MUITA PAZ. PARA OS HUMILDES E NECESSITADOS ALEGRAR!
LUZ, VIDA E AMOR
PAZ PROFUNDA
MINHAS FELICITAÇÕES, PARA COM O SEU NATAL!
MarneDulinski

Imagen de JoseLuisLopes

Re: Eu quero que seja Natal

Caro Amigo!
Na minha casa não há consumismo há Natal com prendas que também levam amor. E vou tentar explicar:
Cresci a sentir o Natal como a festa da família. O meu Pai sempre me habituou a ter uma prenda na noite de Natal. O amigo sabe como as crianças adoram estes presentes e eu não era excepção. No entanto, havia muita poupança e sacrifícios para poderem naquela época especial fazerem o filho mais feliz. Não faço compras supérfluas e loucas apenas prendas para dar alma á tradição.
Meditação também há e diria que os presentes ficariam envergonhados perante o tamanho da meditação.
A meditação muitas vezes para os miúdos tem que ser palpável. Sendo assim, fui a um orfanato e trouxe um miúdo sem pais para passar as férias de Natal com a nossa família. Foi a maior meditação que tivemos até hoje. Mas caro amigo, este miúdo teve prendas iguais aos meus filhos e ainda hoje se lembra do meu Natal. (poderia dar-lhe uma dúzia de bons exemplos de meditações que fazemos por esta casa de família)
Natal para mim é todo o Ano.
Respondi mais longo apenas porque entendi que este meu poema pode ser mal interpretado e não por me sentir beliscado pela resposta do meu Amigo. Tem e terá sempre todo o direito de comentar como entender. E o amigo foi correcto e educado. Só tenho que agradecer ter deixado ficar outra visão do meu poema que me tinha escapado, e poderia levar a pensar num Natal baseado no consumo.

Espero agora ter deixado bem claro que apenas se trata para mim de um momento de muita alegria, e porque não, uma época que eu necessito para sentir mais perto de mim aqueles que já partiram e me ensinaram a viver os Natais deste modo: com alegria, muita alegria.

Um abraço
Desejo-lhe um Feliz Natal
JLL

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of JoseLuisLopes

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Fotos/Perfil Solidão 0 405 11/24/2010 - 00:39 Portuguese
Poesia/Aforismo VERGONHA 3 222 03/14/2010 - 16:10 Portuguese
Poesia/Aforismo VIOLINO 6 187 03/12/2010 - 19:33 Portuguese
Poesia/General Semente sou, semente serei 6 152 03/03/2010 - 22:00 Portuguese
Poesia/Aforismo O Grito 9 296 02/02/2010 - 16:11 Portuguese
Poesia/General O Outro 18 259 01/23/2010 - 20:46 Portuguese
Poesia/Aforismo Eu quero que seja Natal 5 177 12/14/2009 - 01:47 Portuguese
Poesia/General Putrefacção 14 254 12/05/2009 - 23:13 Portuguese
Prosas/Pensamientos Luxúria das palavras 4 153 12/01/2009 - 00:48 Portuguese
Prosas/Pensamientos Ciúme – Dança do Cortejo 4 208 11/13/2009 - 15:36 Portuguese
Poesia/Dedicada Poema infantil - I 10 248 11/12/2009 - 22:40 Portuguese
Poesia/Amor 25 10 305 11/05/2009 - 19:59 Portuguese
Poesia/Dedicada Deixa lá 6 203 11/05/2009 - 19:56 Portuguese
Poesia/Meditación Celebração da vida 12 267 11/05/2009 - 19:37 Portuguese
Poesia/Amistad Notas soltas 8 270 11/05/2009 - 18:40 Portuguese
Poesia/Aforismo Teatro 10 224 10/25/2009 - 18:17 Portuguese
Poesia/Desilusión A Espiga 6 263 08/08/2009 - 17:49 Portuguese
Poesia/Tristeza PAI - Uma Forma de Perdão 8 187 08/03/2009 - 00:14 Portuguese
Poesia/Meditación PALAVRAS DO POETA 19 264 08/02/2009 - 19:10 Portuguese