Um Punhado de Versos Fúnebres Para Josef K.

O eco dos dias tem o mesmo nome
E a mesma insígnia como maldição
Quando o que resta é a degradação
De tudo aquilo que, em mim, não dorme

Eu transformo o transtorno em noite
Dialogando com a apatia magentamarelada
A cada [g]rito uma nova e indigesta morada
Assim prossigo. Inerte após mais este açoite

Cada traço meu é hediondo por natureza
Apregoa as mazelas que corroem com destreza
Tudo aquilo que sepultei junto ao vento

São tantas mágoas costuradas sem enredo
São tantos vermes nesta carne sem segredo
Que, uma vez mais, eu apago meu intento.
 

Submited by

Viernes, Diciembre 17, 2010 - 05:21

Poesia :

Sin votos aún

malentacchi

Imagen de malentacchi
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 9 años 11 semanas
Integró: 06/22/2009
Posts:
Points: 704

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of malentacchi

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/Tristeza Lamúrias 0 1.112 03/21/2011 - 04:53 Portuguese
Poesia/Tristeza O Torniquete Atenuado 0 1.261 02/28/2011 - 02:25 Portuguese
Poesia/Tristeza Solve et Coagula 0 765 02/28/2011 - 02:22 Portuguese
Poesia/Tristeza Incompreensível (Como Tantos Outros) 2 974 01/26/2011 - 01:13 Portuguese
Poesia/Soneto O Aviltamento do Verso 0 887 01/26/2011 - 01:03 Portuguese
Poesia/Tristeza Quando os Espectros Machucam A Carne 0 1.028 01/26/2011 - 01:00 Portuguese
Poesia/Tristeza Primaveras Mortas 0 918 01/19/2011 - 02:22 Portuguese
Poesia/Tristeza Escrita Inferior 0 1.104 01/02/2011 - 20:59 Portuguese
Poesia/Tristeza Mais Uma Injúria Afásica Para Os Pronomes Em Primeira Pessoa 0 802 01/02/2011 - 20:56 Portuguese
Poesia/Tristeza Dificuldades Com o Verso Amaldiçoado 0 855 12/26/2010 - 20:57 Portuguese
Poesia/Tristeza Exi[s]t-ência 0 740 12/26/2010 - 20:55 Portuguese
Poesia/Tristeza Entre A Sociopatia E A Filosofia Dos Não Valores 0 1.534 12/22/2010 - 04:13 Portuguese
Poesia/Tristeza Uma Alegoria Para As Almas Desgraçadas 0 1.440 12/22/2010 - 04:05 Portuguese
Poesia/Tristeza Conclave Para Um Diálogo Entres Sombras 0 1.459 12/22/2010 - 04:00 Portuguese
Poesia/Tristeza Sobre a Perversidade e seus Hematoversos 0 1.401 12/21/2010 - 05:52 Portuguese
Poesia/Tristeza A Filosofia dos Túmulos 0 1.403 12/21/2010 - 05:50 Portuguese
Poesia/Tristeza Da Ínfima Procura 0 1.501 12/21/2010 - 05:49 Portuguese
Poesia/Tristeza A Exumação de Todas As Minhas Mortes 0 724 12/21/2010 - 05:48 Portuguese
Poesia/Tristeza Exurgent mortius at ad me venient (o morto se levante e venha a mim) 0 1.102 12/17/2010 - 05:23 Portuguese
Poesia/Tristeza Um Punhado de Versos Fúnebres Para Josef K. 0 1.232 12/17/2010 - 05:21 Portuguese
Poesia/Tristeza A Proeminência da Falha 0 874 12/17/2010 - 05:19 Portuguese
Poesia/Tristeza Ode à Tânatos 0 927 12/17/2010 - 05:16 Portuguese
Videos/Perfil 855 0 1.074 11/24/2010 - 23:04 Portuguese
Videos/Perfil 482 0 1.145 11/24/2010 - 22:58 Portuguese
Videos/Perfil 481 0 1.391 11/24/2010 - 22:58 Portuguese