Situação extrema

Assistir ao filme Testemunhas de uma guerra, com Colin Farrell e Christopher Lee nos mostra o quanto uma guerra afeta vidas irremediavelmente, além dos campos de batalha, além de nos fazer ver que, em uma situação extrema, na qual nos vemos forçados a tomar uma determinada atitude, é extremamente difícil distinguir o que é certo ou errado e que há ocasiões em que não podemos julgar os que tomam as atitudes.

Colin Farrell é um fotógrafo de guerra que vai com o amigo cobrir uma guerra em um país no Oriente Médio e ambos testemunham as atrocidades que os seres humanos são capazes de cometer, vidas destruidas por uma guerra insana que dura há longos anos e situações extremas em que se pode perder a vida em um breve instante. No meio da insanidade, os dois amigos presenciam algo que lhes choca. O médico de um exército, quando vê que alguns feridos não têm chance de sobreviver, pratica um ato que poderia parecer monstruoso à primeira vista: dá-lhes um tiro na cabeça para que morram rápido. Pode-se chamar este médico de assassino? Em momentos assim, é muito tênue a linha que separa o bem do mal. 

O amigo de Colin vai se desesperando e resolve ir embora. Depois, o personagem de Colin, ferido, é resgatado e, após se recuperar, volta para casa. Porém, a sua esposa e a do amigo perguntam por ele, que dá apenas explicações vagas para seu desaparecimento, dando a entender que se desencontrou dele. Sua esposa desconfia que algo está errado, porque ele começa a se comportar estranhamente, dando sinais de estar muito perturbado. Resolve, então, chamar seu avô, um psiquiatra, para ajudá-lo. No início, o personagem de Colin se mostra esquivo mas vai, pouco a pouco, demonstrando que ocorreu algo que ele não está conseguindo encarar e o psiquiatra o faz ver que, muitas vezes, é preciso mais coragem para encararmos nossos fantasmas do que para fotografar situações de guerra. Muito além dos campos de batalha, a guerra continua afetando vidas. Afetou a vida de Colin, sua esposa e da esposa do amigo. Terá o outrora intrépido fotógrafo coragem para se defrontar com seus tormentos e assumir o que fez?

Como diz o personagem do psiquiatra, não podemos distinguir tudo apenas em preto ou branco. A vida é muito mais complexa do que podemos supor e nós, seres humanos, não podemos julgar as pessoas por agir de determinada forma. Afinal, como nós mesmos agiríamos? O filme tem interpretações marcantes. colin mostra, de forma, convincente, toda a angústia do personagem. Christopher Lee, contido, personifica bem o psiquiatra, que se dispõe a ouvir sem julgar, vivendo bem o princípio de ouvir sem julgar. Julgar, em muitas ocasiões, pode ser uma atitude mesquinha e até cruel.

Submited by

Viernes, Abril 1, 2011 - 21:51

Críticas :

Sin votos aún

Atenéia

Imagen de Atenéia
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 2 años 3 semanas
Integró: 03/21/2011
Posts:
Points: 2453

Comentarios

Imagen de Laura Flores

Comentário ao texto "Situaçao extrema" de Ateneia

Antes de mais boa noite!

Não venho nem confirmar nem desmentir a sua crítica ao filme que aqui relata. Venho apenas porque, ao ler este seu texto reparei num pormenor que não pude deixar passar pois parecendo pequeno não o é e sem pretender magoar ou ofender venho apenas chamar a sua atenção para que de futuro o corrija.

Dizia eu então, ter reparado ao longo do texto no seguinte:

... em uma situação extrema...

... em um país no Oriente Médio...

Ora deve escrever-se:

... numa situação extrema...

... num país no Oriente Médio...

Dado que a quando a proposição em encontra o artigo indefenido um ou uma contraem-se (em+um= num / em+uma = numa) e ora resulta num ora numa. É que, não só não soa bem como não é bom português. Espero que não tenha levado a mal pois não pretendi magoar mas apenas corrigir e sinta-se livre de fazer o mesmo caso erre! Errar é humano!

Continuação de um bom fim de semana!

Laura

 

Ateneia

São neste momento (em Genebra) 11h da manhã de Segunda-feira 4 de Abril e resolvi voltar ao meu comentário à tua crítica porque ontem depois da correcção que pretendi fazer e depois também de muito leitura aqui pelo "site" dei-me conta que são vários os textos escritos em português sim, mas do Brasil o que faz uma certa diferença, a qual ainda por cima nem sequer domino o suficiente. Aliás devo mesmo confessar que não tendo nada contra o novo acordo ortográfico resolvi não o adoptar porque o vejo como um esforço ao qual pura e simplesmente  não me quero obrigar o que dará o direito a outros de também me corrigir em vão, não porque o levasse a mal mas antes porque como já o disse não tenho qualquer intenção de o adoptar!! Logo concluí que não me ficaria mal corrigir a mão (desta vez a minha) e pedir-te que não leves a mal. E se não me limitei a apagar o comentário inicial foi porque pensei que (se fores curiosa como eu) talvez te pudesse interessar saber destas, digamos, ligeiras divergências linguísticas! Tem um bom dia e uma excelente semana! Lemo-nos por aí!  Laura

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of Atenéia

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/Desilusión Don't call me anymore 1 1.036 03/14/2018 - 13:22 Inglés
Poesia/General Now, we are together 1 1.491 03/13/2018 - 21:29 Inglés
Poesia/Fantasía Give me wings 1 995 03/13/2018 - 21:29 Inglés
Poesia/Amor How can I show you 1 1.040 03/13/2018 - 16:48 Inglés
Poesia/Tristeza You'll never be forgotten 2 1.254 03/10/2018 - 13:37 Inglés
Poesia/General Não haverá mais segredos 1 539 02/09/2018 - 10:39 Portuguese
Poesia/Tristeza We're never ready to say goodbye 0 1.039 03/12/2017 - 11:42 Inglés
Poesia/Amor Sentimentos 0 656 01/19/2017 - 23:46 Portuguese
Poesia/General Irmão 0 699 01/07/2017 - 21:42 Portuguese
Poesia/Desilusión I'll never see you again 0 1.184 01/03/2017 - 15:02 Inglés
Poesia/Desilusión O seu melhor 0 1.235 01/03/2017 - 14:58 Portuguese
Poesia/Desilusión O último adeus 0 755 12/28/2016 - 16:36 Portuguese
Poesia/Meditación Aonde pensamos 0 721 12/28/2016 - 16:32 Portuguese
Poesia/Gótico A velha do saco de ossos 0 1.049 11/23/2016 - 16:45 Portuguese
Poesia/Gótico Presenças espectrais 0 862 11/23/2016 - 16:36 Portuguese
Poesia/Desilusión Don't come back to me 0 1.044 11/17/2016 - 16:11 Inglés
Poesia/General Teu grito 0 994 11/17/2016 - 16:08 Portuguese
Poesia/Gótico Peso morto 0 1.205 11/16/2016 - 23:36 Portuguese
Poesia/Desilusión Learn to live alone 0 1.416 11/12/2016 - 11:23 Inglés
Poesia/Meditación Torta 0 842 11/10/2016 - 16:23 Portuguese
Poesia/Gótico O coração dilacerado 0 1.145 11/07/2016 - 15:48 Portuguese
Poesia/Fantasía O presente 0 974 11/07/2016 - 15:45 Portuguese
Poesia/Amor Ready to love 0 1.503 10/27/2016 - 21:42 Inglés
Poesia/Amor Laços 0 1.315 10/27/2016 - 21:38 Portuguese
Poesia/Fantasía Esta loucura 0 1.571 10/26/2016 - 16:18 Portuguese