SURPREENDA-ME

 

Eu quero sempre ser surpreendida
Quero que me surpreendas a cada instante
A vida me surpreendeu completamente
Ao anunciar-me a tua chegada
Quando pensei que fosse despedida

Reacendendo em mim a antiga chama
A qual pensei que estivesse extinta
Achei que jamais voltaria a amar
Mas por direito sei que ainda posso
Sentir o meu coração acelerado

E minha respiração tão ofegante
Esta euforia, esta ansiedade
Este leve suor em minhas mãos
Este calor que vira calafrio
Esta distância que vira saudade

Só tenho vontade de estar contigo
Penso em ti ao parar de pensar
E eu que falava que estava curada
Que já havia passado desta fase
Igual adolescente apaixonada

Mas de repente a vida me sorria
E eu fiquei surpresa nesse impasse
Quem mandou dar-me uma nova chance?
Agora tenho o meu direito adquirido

Se a paixão durar só algum tempo
Não me arrependerei de ter vivido
Talvez até se torne amor definitivo
Não sou descrente, pode acontecer

Eu encontrei alguém receptivo
Que está a fim de se envolver comigo
E compartilhar todas as primaveras
Ou qualquer que seja a nova estação

 

Submited by

Jueves, Mayo 5, 2011 - 00:35

Poesia :

Sin votos aún

LourdesRamos

Imagen de LourdesRamos
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 4 años 9 semanas
Integró: 04/08/2009
Posts:
Points: 2252

Comentarios

Imagen de MarneDulinski

SURPREENDA-ME

Lindo poema, gostei; qualquer paixão , em qualquer estação, com amor, acalma o coração!

Meus parabéns,

Marne

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of LourdesRamos

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Prosas/Terror PEDOFILIA, ESTUPRO E VÍDEOS PORNÔS 1 43.775 06/11/2019 - 10:21 Portuguese
Poesia/Erótico SEI LÁ! 1 935 02/26/2018 - 13:42 Portuguese
Poesia/Haiku HAIKAI 1 1.228 06/14/2014 - 00:16 Portuguese
Videos/Otros SALMO 23 0 2.934 01/06/2014 - 20:46 Portuguese
Videos/Poesía PRIMAVERA MOLHADA 0 3.878 10/21/2012 - 21:40 Portuguese
Videos/Poesía PRIMAVERA MOLHADA 0 2.029 10/21/2012 - 21:37 Portuguese
Poesia/Meditación PRIMAVERA MOLHADINHA 0 2.101 09/26/2012 - 19:07 Portuguese
Poesia/Acróstico ACRÓSTICO PARA VICENTE 0 7.198 08/02/2012 - 02:08 Portuguese
Poesia/Amor O TROVADOR 0 1.073 07/19/2012 - 19:35 Portuguese
Poesia/Dedicada AMAR ELYMAR 1 2.547 07/09/2012 - 07:57 Portuguese
Poesia/Alegria DE LAÇOS E ABRAÇOS 2 1.521 05/30/2012 - 21:20 Portuguese
Poesia/Dedicada ZÉLIA, SENHORA DONA DO BAILE 1 1.587 05/22/2012 - 02:55 Portuguese
Poesia/Dedicada TROVAS PARA MINHA MÃE 1 1.668 05/12/2012 - 15:10 Portuguese
Poesia/Pasión SINTONIA ENLUARADA 1 1.331 04/10/2012 - 18:42 Portuguese
Poesia/Fantasía TRANSMUTAÇÃO DO BEIJO OBTUSO 2 1.240 04/10/2012 - 03:24 Portuguese
Poesia/Meditación REALENGO, AINDA HÁ ESPERANÇA! 2 1.882 04/09/2012 - 01:28 Portuguese
Poesia/Pasión SINTONIA VIRTUAL 7 1.877 04/07/2012 - 15:13 Portuguese
Videos/Poesía SINTONIA VIRTUAL 1 2.705 04/07/2012 - 02:49 Portuguese
Poesia/Fantasía RENASCENDO A DOIS 0 1.712 03/28/2012 - 23:25 Portuguese
Poesia/Meditación O SEGUNDO SOL 1 1.598 03/27/2012 - 22:47 Portuguese
Poesia/Amor RENASCENDO 2 1.977 03/26/2012 - 00:06 Portuguese
Prosas/Ficção Cientifica AQUECIMENTO GLOBAL OU CONTROLE GLOBALIZADO? 2 2.341 01/13/2012 - 13:39 Portuguese
Poesia/Meditación UM FELIZ FIM DO MUNDO! 0 1.562 12/18/2011 - 16:14 Portuguese
Videos/Musica SENHOR, PÕE TEUS ANJOA AQUI! 0 2.073 12/18/2011 - 15:10 Portuguese
Videos/Poesía TÚNEL DO TEMPO 0 1.758 11/19/2011 - 21:13 Portuguese