CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

CIDADES DO FUTURO. ANO 2500. NOVA YORK SUBMERSA FICÇÃO CIENTÍFICA CYBERPUNK [EBOOK KINDLE]

 CIDADES DO FUTURO. ANO 2500. NOVA YORK SUBMERSA FICÇÃO CIENTÍFICA CYBERPUNK [EBOOK KINDLE]

#Amazon #ficçãocientífica #futuro #ebookKindle

CIDADES DO FUTURO. ANO 2500. NOVA YORK SUBMERSA
FICÇÃO CIENTÍFICA CYBERPUNK [EBOOK KINDLE]

http://www.amazon.com.br/Cidades-Futuro-Submersa-Cient%C3%ADfica-CyberPu...

Sinopse

No futuro não muito distante Nova York está submersa devido à invasão das águas do mar, o mundo não e nunca será mais o mesmo.

Nebulosa Marylin nasceu no planeta Terra no ano de 2500 d.C. Ela era uma jovem solitária, órfã de pai justamente num momento em que os homens eram escassos no mundo. Crescera na grande megalópole São Paulo, e sobrevivera a muitas doenças, como o câncer, por exemplo, doença tão trivial e banal quanto é uma dor de cabeça para os humanos do século XXI.

Todo o continente americano tornou-se um único país chamado Nação Unificada da América do Brasil, sua capital era a Cidade Ecológica Nova Florianópolis, localizada no interior do estado de Santa Catarina, região sul do antigo Brasil, um dos últimos lugares da Terra onde restaram solo fértil para plantio. Cem por cento do litoral americano se encontrava submerso pelo oceano, sendo assim novas cidades flutuantes foram erguidas sobre as águas, casas caríssimas, mas muito resistentes aos furacões e tempestades torrenciais litorâneas constantes.Cada cidade possuía seu próprio governo e leis independentes das outras,não sendo permitido somente que suas leis contradissessem as leis da Constituição Universal que regia todo o planeta.O idioma era a mistura gramatical do português,inglês e espanhol.

Os androides dominaram o mundo, eles eram os médicos, modelos, empregados e até animais de estimação eram robôs. A vida natural como plantas, árvores e animais eram muito raros, e a riqueza de uma pessoa era medida pela quantidade de bens naturais que ela possuísse, por exemplo, alguém possuísse uma árvore ou um cachorro era considerada uma pessoa bilionária, pois esses seres vivos eram produzidos somente em laboratório. Assim sendo o mundo se tornou vegetariano, afinal não existiam mais animais suficientes para serem mortos e servir de alimento ao homem.

Por algum motivo muito misterioso o nascimento de homens na Terra era mínimo, pois a maioria dos bebês meninos nascia morta, milhares de mulheres nasciam e apenas dezenas de homens sobreviviam, no ano 2500 as mulheres pobres e sozinhas dominavam as ruas de todo o mundo, e por esse motivo os governos liberaram a poligamia masculina. Os homens casavam- se com várias mulheres e mesmo assim milhares delas continuavam sozinhas, muitas se apaixonando por robôs Androides.

Nebulosa Marylin é a mulher do futuro que se apaixona por um médico androide, porém o relacionamento entre mulheres e médicos androides é proibido.

Nova descobertas da ciência, altas tecnologias e conflitos de relacionamento entre a vida biológica e a virtual farão Nebulosa viver experiências inimagináveis no século XXVI d.C.

Jamila Mafra

Submited by

quarta-feira, novembro 25, 2015 - 20:57

Fotos :

No votes yet

jamilamafra

imagem de jamilamafra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 semanas 2 dias
Membro desde: 09/03/2009
Conteúdos:
Pontos: 6052

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of jamilamafra

Tópico Títuloícone de ordenação Respostas Views Last Post Língua
Prosas/Romance AQUELA NOITE EM AUSCHWITZ. Lançamento Editora Multifoco 1 713 03/15/2018 - 12:20 Português
Fotos/Pessoais ARE YOU TALKING TO ME?Sorry, I'm not listening .... 0 1.277 07/06/2011 - 01:25 Português
Poesia/Desilusão Arrependimento Amargo 0 1.626 07/27/2016 - 00:07 Português
Poesia/Meditação ARTISTA CELESTIAL 0 837 01/17/2011 - 18:25 Português
Fotos/Pessoas Árvores Assustadoras - Parque Beto Carrero World - 0 4.636 04/09/2012 - 17:23 Português
Poesia/Meditação As Árvores. 2 1.200 11/18/2009 - 23:45 Português
Fotos/Arte Digital As Aventuras de Guilherme e o Talismã na Terra do Arco-Íris 0 746 07/10/2018 - 19:20 Português
Fotos/Artes As Aventuras de Guilherme e o Talismã na Terra do Arco-Íris - No Google Play 0 1.837 10/03/2018 - 20:20 Português
Prosas/Comédia As Cinco Fases da Desilusão Amorosa ( Somente para Moças e Mulheres) 0 3.033 11/19/2010 - 00:05 Português
Poesia/Desilusão AS CRIANÇAS NÃO QUEREM MAIS MINGAU 0 1.012 01/17/2011 - 18:05 Português
Poesia/Meditação As Flores do Baile 2 1.757 09/21/2009 - 18:52 Português
Poesia/Meditação AS LÁGRIMAS DOS ANJOS 0 315 04/13/2012 - 23:04 Português
Fotos/Pessoais AS LÁGRIMAS DOS ANJOS E OS VERSOS DO AMOR - WAF STORE 2 3.594 06/06/2012 - 21:21 Português
Poesia/Alegria AS LÁGRIMAS DOS ANJOS ( A CHUVA CELESTIAL ) 0 550 01/19/2013 - 20:43 Português
Fotos/Pessoais AS LÁGRIMAS DOS ANJOS E OS VERSOS DO AMOR - WAF STORE 0 663 04/13/2012 - 23:07 Português
Fotos/Paisagens AS LUZES, O LUSTRE, OS ESPELHOS ,O ALTAR E O VESTIDO BRANCO SEM NOIVA! 0 3.058 03/03/2011 - 20:13 Português
Fotos/História As Metodologias Não Tradicionais De Avaliação da Aprendizagem e As Inteligências Múltiplas 0 861 10/02/2018 - 02:05 Português
Prosas/Outros As Metodologias Não Tradicionais De Avaliação da Aprendizagem e As Inteligências Múltiplas 0 498 10/02/2018 - 02:01 Português
Fotos/Pessoas As natural as the morning light 0 1.161 11/11/2011 - 18:28 Português
Poesia/Desilusão AS NOVELAS E O SOFÁ 1 560 03/03/2011 - 19:37 Português
Poesia/Meditação As Pedras 1 685 05/07/2010 - 15:38 Português
Poesia/Desilusão ÀS VEZES O AMOR É SUCKER 0 387 05/09/2011 - 18:16 Português
Poesia/Meditação Assassinos. 1 1.159 10/26/2009 - 16:06 Português
Poesia/Meditação ASTRONAUT OF MARBLE 0 1.216 08/29/2011 - 12:37 inglês
Poesia/Meditação Astrônoma e Escritora Vencedora do Prêmio Nobel de Literatura Paga 4 Milhões de Euros Americanos Por Transpante de Rins Produzidos Em Laboratório 0 752 11/19/2011 - 01:10 Português