CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

As estrelas, os Estrôncios e os Sonhos.

As Estrelas, os Estrôncios e os Sonhos.

Gosto do que gasto, duma dúvida suposta,
À luz movediça que gasto, forte e ravessa,
Passa, baça Pessoa, inquietação que gasto,
Gasto o tempo, gasto o grito instinto, rezo
Grégoras, aflito, inatural dantesco, Freud e sonho.

É dessagrada a mudez minha e a nudez báltica,
Da caliça e da estátua grega, cimento sacro,
Sacros meus rins e varizes espessas, espicaçadas,
Gosto quando m’aposso, sem possessão, d’Isolda,
Que se lixe Pessoa, chega, libido meu, viuvez,

Estive triste e contente duma vez, alheio a tudo…
A montanha d’m’achar, mas duvido que me procure,
No caminho em curva, pra recordar Caeiro D’andas,
Ou mesmo o rebanho sem desejos, Reis, páginas tantas,
Atraiçoaram-me, chega, d’egos, mitos e Campos,

Estrelas e Estrôncios, calor súbito que não dura,
Amor que se ergue e declina num ápice, nem lembro,
Fixado na emoção de reaver o que a minha jugular
Interna pressente, “O deve e o haver” da dúvida
Convertível em cinza, – antes fosse, lírica a areia.

Dos mares que não sendo, são três, engoli um reles,
Desagradável sabor a vagão, a fumo,-oh Deus meu…
Das estrelas estacionadas, dos estrôncios veios
E dos sonhos vãos, larvais, lavados, gosto a gasto.

Jorge Santos (11/2014)

http://joel-matos.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, fevereiro 23, 2018 - 18:41

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 4.2 (5 votes)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 horas 5 minutos
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40682

Comentários

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

É dessagrada a mudez minha e

É dessagrada a mudez minha e a nudez báltica,
Da caliça e da estátua grega, cimento sacro,
Sacros meus rins e varizes espessas, espicaçadas,
Gosto quando m’aposso, sem possessão, d’Isolda,
Que se lixe Pessoa, chega, libido meu, viuvez,

imagem de Joel

Estrelas e Estrôncios, calor

Estrelas e Estrôncios, calor súbito que não dura,
Amor que se ergue e declina num ápice, nem lembro,
Fixado na emoção de reaver o que a minha jugular
Interna pressente, “O deve e o haver” da dúvida
Convertível em cinza, – antes fosse, lírica a areia.

Dos mares que não sendo, são três, engoli um reles,
Desagradável sabor a vagão, a fumo,-oh Deus meu…

imagem de Joel

recordar Caeiro D’andas, Ou

recordar Caeiro D’andas,
Ou mesmo o rebanho sem desejos, Reis, páginas tantas,
Atraiçoaram-me, chega, d’egos, mitos e Campos,

Estrelas e Estrôncios,

imagem de Joel

recordar Caeiro D’andas, Ou

recordar Caeiro D’andas,
Ou mesmo o rebanho sem desejos, Reis, páginas tantas,
Atraiçoaram-me, chega, d’egos, mitos e Campos,

Estrelas e Estrôncios,

imagem de Joel

recordar Caeiro D’andas, Ou

recordar Caeiro D’andas,
Ou mesmo o rebanho sem desejos, Reis, páginas tantas,
Atraiçoaram-me, chega, d’egos, mitos e Campos,

Estrelas e Estrôncios,

imagem de Joel

recordar Caeiro D’andas, Ou

recordar Caeiro D’andas,
Ou mesmo o rebanho sem desejos, Reis, páginas tantas,
Atraiçoaram-me, chega, d’egos, mitos e Campos,

Estrelas e Estrôncios,

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral O Amor é uma nação em risco, 1 321 05/03/2020 - 00:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Ninguém me distingue de quem sou eu ... 1 131 04/20/2020 - 23:34 Português
Ministério da Poesia/Geral A um Deus pouco divino … 1 171 04/19/2020 - 12:02 Português
Poesia/Geral “Hic sunt dracones”, A dor é tudo … 4 338 04/15/2020 - 16:25 Português
Poesia/Geral A Morte não é Bem-Vinda ... 2 287 04/15/2020 - 15:46 Português
Poesia/Geral Objectos próximos, 0 422 04/15/2020 - 12:06 Português
Poesia/Geral Daniel Faria, excerto “Do que era certo” 0 363 04/15/2020 - 11:58 Português
Ministério da Poesia/Geral O avesso do espelho... 5 153 03/01/2020 - 21:02 Português
Poesia/Geral A síndrome de Savanah 0 197 03/01/2020 - 20:26 Português
Ministério da Poesia/Geral O Estado da Dúvida 2 166 01/24/2020 - 21:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Patchwork... 0 255 01/08/2020 - 14:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Vivo do oficio das paixões 0 243 01/08/2020 - 13:55 Português
Ministério da Poesia/Geral Como morre um Rei de palha... 0 155 01/08/2020 - 13:50 Português
Ministério da Poesia/Geral "Sic est vulgus" 0 224 01/08/2020 - 12:47 Português
Ministério da Poesia/Geral Quantos Césares fui eu !!! 0 175 01/08/2020 - 12:40 Português
Ministério da Poesia/Geral Nada se parece comigo 0 189 01/08/2020 - 12:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Pedra, tesoura ou papel..."Do que era certo" 0 184 01/08/2020 - 12:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Sou "O-Feito-Do-Primeiro-Vidente" 0 143 01/08/2020 - 12:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Morri lívido e nu ... 0 207 01/08/2020 - 12:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Ladram cães à distância, Mato o "Por-Matar" ... 0 231 01/08/2020 - 11:45 Português
Ministério da Poesia/Geral Excerto “do que era certo” 0 218 01/08/2020 - 11:38 Português
Ministério da Poesia/Geral Rua dos Douradores 30 ... 0 227 01/08/2020 - 11:32 Português
Ministério da Poesia/Geral A Rua ao meu lado ou O Valor do riso... 0 142 01/08/2020 - 11:24 Português
Ministério da Poesia/Geral Absurdo e Sem-Fim… 0 252 01/08/2020 - 11:17 Português
Ministério da Poesia/Geral Sonho sem fim, nem fundo ... 0 180 01/08/2020 - 11:01 Português