CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Medo!

Não sei se é possível que eu inscreva no tempo que me segue,
o tempo que me precede.
Não é nostalgia, que não me entrevo com tais manias.
Se este dúbio e incerto mundo,
onde em exaustos jardins me perdi,
fosse ao menos feito da vaga saudade que me persegue...
Deixaria de lado a máscara com que o mundo me mede,
e tornar-me-ia aquele som distinto com que tu me ouvias,
no tempo d'então, agora extinto num silêncio profundo.
Que nem atesta nem remete ao mero rumor do que senti.
Não quero que me neguem quem não sou.
Se fui falso antes, agora sou mais incerto na verdade,
hoje, um mal maior encerra-me inutilmente em seu enleio,
e quase desperto, lavo-me e visto-me de mentiras,
indeciso em ser eu mesmo ou a sombra do já fui.
Este tempo assim me envolve, porque o passado não acabou,
acordei desta maneira, fútil, ocioso de toda a vontade,
e o tempo que me segue nem sequer veio.
Só lhe senti o rastro na fraca vontade que aos poucos tu me tiras,
fechando-me para sempre nesse tempo que me obstrui.
Será quiçá o medo que me instiga aos erros do passado.
O medo exacto que gigante, me tapa,
e todas as máscaras nele se dissolvem na sua perfeição.
Quase morto, sonho com o tempo que me abandonou,
e tudo, menos o tédio, me fez ser homem melhor.
Começo agora, no ar desta manhã, como que deslumbrado,
a pensar se o medo não será mais que uma outra capa,
e a folia deste tempo, sua eterna negação.
O medo é assim, e tudo neste mundo me roubou,
tudo, menos o tempo futuro que aspiro a ser melhor.

 

Casimiro Teixeira

Submited by

terça-feira, fevereiro 21, 2012 - 12:36

Ministério da Poesia :

No votes yet

neomiro

imagem de neomiro
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 anos 30 semanas
Membro desde: 02/13/2011
Conteúdos:
Pontos: 550

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of neomiro

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Dedicado O Discurso do Corvo 0 763 04/26/2012 - 22:58 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Medo! 0 792 02/21/2012 - 12:36 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Tenho-te? 0 906 02/09/2012 - 11:36 Português
Ministério da Poesia/Meditação Monólogo 0 552 01/26/2012 - 13:29 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Procuro outro tempo 0 594 01/26/2012 - 13:26 Português
Ministério da Poesia/Paixão É uma dor que nasce aí. 0 1.144 01/13/2012 - 10:17 Português
Ministério da Poesia/Aforismo As mãos. 0 730 01/13/2012 - 10:14 Português
Ministério da Poesia/Amor Longe 0 652 01/13/2012 - 10:12 Português
Ministério da Poesia/Canção Até amanhã. 0 642 01/13/2012 - 10:08 Português
Ministério da Poesia/Gótico A Porta 0 759 01/13/2012 - 10:07 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Revolta cá dentro 0 688 01/13/2012 - 10:06 Português
Ministério da Poesia/Alegria Gratidão 0 646 01/13/2012 - 10:04 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Esta terra, este Mar. 0 664 01/13/2012 - 10:02 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Por ti. 0 898 01/13/2012 - 10:01 Português
Ministério da Poesia/Canção Um poema sem demora 0 733 01/13/2012 - 09:56 Português
Ministério da Poesia/Meditação O Profundo interior. 0 540 01/13/2012 - 09:49 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Alma doente 0 638 01/13/2012 - 09:45 Português
Ministério da Poesia/Tristeza Não seremos mais amantes. 0 670 01/13/2012 - 09:42 Português
Ministério da Poesia/Tristeza Mar triste, meu amor. 0 1.025 01/06/2012 - 14:44 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Vazio. 0 652 01/06/2012 - 14:40 Português
Ministério da Poesia/Amor Um quase nada. 0 614 01/06/2012 - 14:33 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Farto! 0 609 01/06/2012 - 14:25 Português
Ministério da Poesia/Tristeza Desalento 0 659 01/06/2012 - 14:20 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Loucura Memorável 0 531 01/06/2012 - 14:19 Português
Ministério da Poesia/Amor Preciso de ti. 0 963 01/06/2012 - 14:17 Português