CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O medo (da alma)

Caminho abstrata
Pelos trilhos da vida,
E a minha voz sensata
Soa agora condoída.

Já não sei quem sou,
E as lembranças do passado
São tudo o que existe,
Porque tudo, o vento levou.

Neste puzzle, perdida,
Caminho sem convicção,
Como bagagem esquecida
No final da estação.

Lágrimas que se confundem
Com a chuva que cai,
São tratadas com desdém
Pela vida que agora me trai.

Rápida como um rastilho me ceifou
Não ficou nem o restolho.
Dela apenas restou
Uma lágrima ao canto do olho.

Vou partir, só não sei para onde
Esse destino não sou eu a decidir,
E o meu olhar não mais esconde
O medo que vive a me perseguir.

 

Submited by

quarta-feira, dezembro 21, 2011 - 22:48

Ministério da Poesia :

No votes yet

Nostalgia

imagem de Nostalgia
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 2 semanas
Membro desde: 09/12/2011
Conteúdos:
Pontos: 730

Comentários

imagem de Cleber Nataniel

um quê de música assustadora

um quê de música assustadora perpassa as letras do seu poema como se fosse o adn da grafia.Grafia sensível,marcada pelo coração duma Scarlett O´ Hara toda emoção.Cristalina.Parabéns.

imagem de Nostalgia

Sem dúvida que "E tudo o

Sem dúvida que "E tudo o vento levou" foi inspiração para este meu pequeno momento. E...sim, há uma música assustadora no meu ADN.
Sensibilizou-me muito o seu comentário, 
Obrigada

kiss

imagem de Teresa Almeida

Um momento de alma

Um momento de alma ferida.
Amargura que se desfaz em verso.

Que haja mais lágrimas, mas de alegria.

Beijinhos amiga.

imagem de Nostalgia

São momentos de reflexão que

São momentos de reflexão que por vezes nos assolam, quando se questiona determinados assuntos.
Coisas de poetas, não é verdade...

Bjs

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Nostalgia

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Fotos/Outros Rácio Irracional 2 2.175 08/31/2018 - 21:27 Português
Ministério da Poesia/Meditação Doce Ingenuidade 6 1.330 03/12/2018 - 17:56 Português
Ministério da Poesia/Amor Worth the try 1 3.175 05/25/2014 - 00:22 inglês
Ministério da Poesia/Dedicado Reciprocidade 2 1.537 12/05/2013 - 10:50 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Rosa em botão 0 1.132 06/11/2012 - 11:52 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Viver... 2 1.452 06/08/2012 - 11:55 Português
Videos/Música Minha estranha loucura 0 2.424 05/25/2012 - 17:57 Português
Poesia/Alegria Ventos de Mudança 14 1.482 05/18/2012 - 10:49 Português
Poesia/Meditação Remar contra a maré 10 1.321 05/17/2012 - 10:01 Português
Ministério da Poesia/Amizade Fado do Vento 4 1.312 05/10/2012 - 19:27 Português
Poesia/Geral Compilação 2 1.204 05/03/2012 - 16:59 Português
Videos/Poesia Tu és Aquele 8 2.379 05/03/2012 - 16:54 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Envelhecer... 2 1.490 05/02/2012 - 08:43 Português
Críticas/Outros Slogan 2 2.110 04/25/2012 - 20:46 Português
Ministério da Poesia/Meditação A sombra de mim 6 1.676 04/19/2012 - 12:20 Português
Poesia/Meditação Alma de Poeta 6 1.298 04/10/2012 - 10:36 Português
Poesia/Intervenção Soneto inédito 4 1.297 04/02/2012 - 16:34 Português
Poesia/Amor INSÓNIA 7 1.075 03/26/2012 - 12:24 Português
Videos/Música Groovy kind of love 0 2.522 03/23/2012 - 17:01 Português
Ministério da Poesia/Amor Hipnose 7 1.552 03/20/2012 - 17:56 Português
Ministério da Poesia/Canção O meu fado 6 1.425 03/18/2012 - 23:31 Português
Ministério da Poesia/Geral A pegada humana 4 1.590 01/25/2012 - 12:07 Português
Ministério da Poesia/Meditação O medo (da alma) 4 1.566 01/21/2012 - 15:33 Português
Videos/Poesia Shall we dance? 0 2.589 01/15/2012 - 15:14 inglês
Ministério da Poesia/Amor Ciúmes 2 1.447 01/15/2012 - 12:27 Português