CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

“Navega de pó golfada”

Larguei as mãos da Nação,
Por uma aventura de Países alados.
- Entre crenças e bandeiras de civilização;
Mares soltos e envenenados…

Naveguei sobre bandeiras ao vento largadas;
Sacudindo a poeira, puída,
“Ao espelho prometida”
Enrolando o nó,
Cumprimentando a gravata...
Limpando o pó da casaca;
Como quem dá um aperto de mão...

Este poema nasceu a partir de uma história do meu livro: Estrelas Apagadas.

Submited by

terça-feira, setembro 21, 2010 - 22:24

Poesia :

No votes yet

antonioduarte

imagem de antonioduarte
Offline
Título: Moderador Poesia
Última vez online: há 1 ano 29 semanas
Membro desde: 01/09/2010
Conteúdos:
Pontos: 2570

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of antonioduarte

Tópico Título Respostasícone de ordenação Views Last Post Língua
Poesia/Geral “Boca primitiva” 6 1.279 01/16/2011 - 04:41 Português
Poesia/Meditação “Galardão” 6 891 01/16/2011 - 04:31 Português
Poesia/Geral “Corrida de palavras” 6 866 03/24/2011 - 23:46 Português
Poesia/Dedicado “HOJE É DIA DE FESTA” 6 854 04/04/2011 - 01:21 Português
Poesia/Geral “DOR DE PEITO” 6 1.669 05/05/2011 - 01:43 Português
Poesia/Soneto “Resplandeço de luz e vida” 6 849 11/01/2011 - 04:04 Português
Poesia/Geral “Mágoa” 6 798 06/21/2012 - 23:38 Português
Poesia/Intervenção “Quero com urgência” 9 469 04/21/2012 - 02:12 Português
Poesia/Geral “QUANDO NOS OLHAMOS, ENFIM” 18 1.816 05/13/2011 - 07:52 Português