CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

ABUTRES

 

                                        

ABUTRES

                                          Os abutres andam no ar

                                           A rondar a sua presa

                                           Que está prestes a findar

                                           O que fazem não é surpresa

                                           Alimentam – se do grande azar

                                           Das vítimas da Natureza

                                           Ou das que a sociedade ditar

                                           A sua alegria é a tristeza

 

                                           Dos que a morte chamar

                                           O seu papel é a limpeza

                                           Dos que deixaram de respirar

                                           E de passar para a triste frieza

                                           Para viver em seu lugar

                                           A caça à morte é uma proeza

                                           O seu papel é sempre ganhar

                                           O dinheiro de outrem, sua riqueza

 

                                           Abutres humanos não vão parar

                                           Dos outros fazer suas casas

                                           Do trabalho e do seu suar

                                           Do seu sangue fazem asas

                                           Enriquecem do matar

                                           Sem andar sobre brasas

                                           Depressa ganham andar

                                           Suas vidas são farsas

2003-Estêvão

Submited by

quinta-feira, maio 24, 2012 - 10:05

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 17 semanas 5 dias
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7749

Comentários

imagem de KeilaPatricia

Muito bom bjs

Muito bom

bjs

imagem de José Custódio Estêvão

Poema

Obrigado pelo comentário e faz o favor ser feliz
Um abraço
Estêvão

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Pensamento 0 341 12/20/2019 - 17:18 Português
Poesia/Meditação Pensamento 0 213 12/20/2019 - 17:13 Português
Poesia/Amor Três coisas 2 258 12/12/2019 - 18:00 Português
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 5 2.401 12/09/2019 - 13:23 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 893 12/14/2018 - 11:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 1.159 09/28/2018 - 15:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 1.686 03/21/2018 - 16:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 1.366 09/04/2017 - 10:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 1.985 07/17/2017 - 10:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 2.324 06/07/2017 - 09:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 1.741 05/24/2017 - 11:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.726 05/24/2017 - 10:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 965 05/09/2017 - 16:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 1.159 04/21/2017 - 11:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 1.137 03/26/2017 - 20:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 2.368 03/24/2017 - 12:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 1.724 03/13/2017 - 15:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 1.392 02/22/2017 - 11:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 971 02/08/2017 - 11:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 1.556 02/01/2017 - 11:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.076 01/26/2017 - 11:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 1.197 01/26/2017 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 1.049 01/11/2017 - 10:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 1.265 01/04/2017 - 12:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 2.159 12/21/2016 - 10:58 Português