CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Adaga

Sou a adaga que te corta a pele e faz sangrar
Que tuas vísceras explora e extirpa
Visíveis nuas e cruas são expostas a luz
Sou a cobra que com o veneno te cura
Que te procura e não te acha no onde deves estar
Na espera traço a incerteza dentro da certeza
Sou a certeza que a buscar estas e talvez não terás
Que busca e não procura e perde tuas entranhas
Sou a que te oferece à taça com o remédio ou o veneno
Que a tua vida acompanha e a tua morte espera
Nas luzes ou nas trevas lá estou a te esperar
Vestida de branco da esperança a te iluminar
Ou na linda veste preta a teu funeral esperar
Estou lá no sono e no acordar a te espreitar
No teu sonho passivo me esperas chegar
Nunca chego não me veras jamais, parti
Pois fato consumado despedida não terás
Parti alguém te dará uma carta e com ela também partiras
Se me veras não sei, mas minha adaga jamais esqueceras
Para sempre lembraras o dia me viste a te espera
O meu desaparecer será o teu aparecer
Mas da minha adaga sempre te lembraras.

Submited by

sábado, julho 4, 2009 - 04:01

Poesia :

No votes yet

marialds

imagem de marialds
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 43 semanas
Membro desde: 03/31/2009
Conteúdos:
Pontos: 2887

Comentários

imagem de lucio

Re: Adaga

Marialds.
Vejo a obra dividida em duas partes.A primeira com versos livres.Bela, forte,maravilhoisa(os dez primei
ros versos).A segunda parte rimada,com a mesma força das imagens poéticas.Prefiro a primeira parte que,ao
meu ver, reside a força e a beleza da tua poesia.Des
culpe-me a ousadia deste humilde poeta.Abraços.
Lúcio.

imagem de marialds

Re: Adaga

Poeta Lucio vi teu comentário só hoje estava em férias, gostei da tua observação, eu não sou poeta, fui convidada, para esta rede, sou blogueira.
Mas lendo meus escritos da juventude descobri várias poesias que fazia como trabalho escolar.
Sempre diversifiquei a poesia isto não era bem aceito no portugues clássico daquela época.
E agora resolvi voltar a tentar a escrever poesias e reciclar alguns escritos daquele tempo.
Sinta-se a vontade para comentários e eu vou lendo para ver se consigo escrever poesias.

imagem de Poetaminas

Re: Adaga

Nunca chego não me veras jamais, parti
Pois fato consumado despedida não terás

Eis aí a fatídiga morte espreitando a próxima vítima. Sua missão foi cumprida? Se foi, terás recompensa. Não foi, tarde demais para fazê-lo. Despedida não terás.
Muito bom, amiga! Ninguem gosta de pensar nisto, mas é a vida, como sempre digo rsrs

imagem de marialds

Re: Adaga

Adaga, é uma poesia que representa a vida e não a morte, quando der vou formata-la e ai todos perceberão.
Fui.......

imagem de novidevalcosta

Re: Adaga

Inigmático e muito bonito.
Valeu!
Um abraço energizado com muito amor

imagem de Zezinho

Re: Adaga

Sombrio,afoito...Boa escrita gostei 8-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of marialds

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Separação 0 842 07/22/2015 - 20:11 Português
Poesia/Geral Veja 0 1.173 07/19/2014 - 03:55 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 0 921 03/02/2014 - 02:55 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 0 1.225 03/02/2014 - 02:47 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 0 825 03/02/2014 - 02:41 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 1 1.529 12/20/2013 - 21:17 Português
Prosas/Outros Frase 0 1.048 11/28/2013 - 00:50 Português
Fotos/Natureza Flores popularmente chamadas de "Damas da Noite" 0 1.675 11/28/2013 - 00:44 Português
Poesia/Geral Noite de Solidão 0 1.353 11/27/2013 - 23:23 Português
Poesia/Geral Fria Madrugada 2 1.601 11/27/2013 - 22:34 Português
Poesia/Geral Cotidiano 2 1.166 11/18/2013 - 00:57 Português
Poesia/Fantasia Ser em Sombras 0 929 05/12/2013 - 00:30 Português
Poesia/Geral A Flor da Pele 2 1.260 06/24/2012 - 21:48 Português
Poesia/Geral Solidão de nos Dois. 2 1.158 06/17/2012 - 20:39 Português
Poesia/Geral Passagem 0 882 06/17/2012 - 02:57 Português
Poesia/Geral Momentos 1 1.472 03/30/2012 - 10:04 Português
Poesia/Geral Teu Perfume 0 1.442 03/30/2012 - 05:04 Português
Poesia/Geral Espectro 0 1.218 03/30/2012 - 04:56 Português
Poesia/Geral Na Face do Menino 2 1.299 01/22/2012 - 03:59 Português
Poesia/Geral Tombados 0 954 01/21/2012 - 03:32 Português
Fotos/Paisagens Estrada de nuvens. 0 2.849 01/15/2012 - 22:38 Português
Poesia/Haikai Sem Titulo 0 1.285 01/15/2012 - 22:00 Português
Poesia/Haikai Sem Título 0 1.055 01/15/2012 - 21:59 Português
Poesia/Tristeza Apenas Lembranças 0 1.143 01/15/2012 - 21:56 Português
Poesia/Soneto Livro de bolso 0 2.281 09/17/2011 - 05:15 Português