CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Adorável Imprecisão

Venha-me a graça
Com um gesto sereno, construa!
Venha-me a desgraça
Com a força obscura, destrua!
Igualmente lidarei com elas
Com suficiência imprecisa
De vigoroso furor,
De tranqüilidade e sesta.

Levo comigo a desconfiança
Que viver assim possa ser a medida certa
Quase convicto de que o instinto é a meta
A régua para medir a satisfação inquieta

Deixa!
Deixa-me aqui!
Deixa-me assim!
Deixa estar!
Cada passo meticuloso e prescrito
Uma nova incerteza, um outro lugar...
Quem saberá?

Dos mistérios impossíveis, emerso
Conforto-me numa ingenuidade incrédula
Plenificado, perdido e liberto
Pelo caminho daquilo que me é
Transitoriamente incorreto.

Submited by

sexta-feira, setembro 16, 2011 - 03:54

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

carlfilho

imagem de carlfilho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 anos 32 semanas
Membro desde: 05/25/2009
Conteúdos:
Pontos: 519

Comentários

imagem de SuzeteBrainer

Adorável imprecisão da

Adorável imprecisão da vida,na impermanência das ondas dos dias, ficaram na medida certa do incerto nesse teu belo poema!

Gostei muito,muitosmiley

imagem de carlfilho

Obrigado Suzete! bjo ;-)

Obrigado Suzete!

bjo

;-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of carlfilho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão Anticorpo 0 607 09/18/2014 - 19:09 Português
Poesia/Geral Deixa 0 635 01/30/2014 - 21:10 Português
Poesia/Tristeza A Morte do Meu Sorriso 0 720 09/12/2013 - 21:13 Português
Poesia/Geral O Número 1 394 03/15/2013 - 18:48 Português
Poesia/Geral Os animais 3 805 03/15/2013 - 18:39 Português
Poesia/Geral Parceria Eterna 2 1.209 11/27/2012 - 18:54 Português
Poesia/Geral Boa Noite 4 1.101 11/27/2012 - 17:56 Português
Poesia/Tristeza Caixeiro Viajante 1 876 11/26/2012 - 21:41 Português
Poesia/Tristeza Coração Notívago 2 1.010 11/26/2012 - 21:26 Português
Poesia/Geral Pulvi es (et pulverem reverteris) 2 1.368 11/23/2012 - 23:29 Português
Poesia/Geral A Idéia Assombra 1 970 11/23/2012 - 16:57 Português
Poesia/Fantasia O Misantropo 3 1.277 11/23/2012 - 16:45 Português
Poesia/Geral Isto Posto 4 748 11/21/2012 - 20:23 Português
Poesia/Paixão Desarme 1 566 11/21/2012 - 19:39 Português
Poesia/Geral Estranho Decorrer 1 760 11/20/2012 - 23:08 Português
Poesia/Amor Meu Amor Imaginário 1 678 04/20/2012 - 19:22 Português
Poesia/Soneto Soneto do Rei Álacre 0 784 01/11/2012 - 17:20 Português
Poesia/Meditação Faz toda a diferença 0 709 01/10/2012 - 16:00 Português
Poesia/Meditação Gosto Daqui... 1 628 12/16/2011 - 03:13 Português
Poesia/Amizade Adenium 0 760 12/15/2011 - 14:36 Português
Poesia/Fantasia O Tédio 0 693 12/09/2011 - 14:33 Português
Poesia/Fantasia Devida Verve 0 685 12/07/2011 - 14:16 Português
Poesia/Tristeza Asfalto 1 942 11/28/2011 - 20:47 Português
Poesia/Tristeza Punhais 0 689 11/28/2011 - 17:57 Português
Poesia/Fantasia Idas 0 1.011 11/08/2011 - 21:55 Português