CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Agonia e êxtase

Chega aquele momento em que não adianta mais gritar.
Ninguém ouve o seu grito
E você sente que está sozinho na imensidão do universo.
Uma angústia terrível toma conta do seu ser
E demônios sobrevoam sua cabeça.
Querem pousar e dilacerar sua alma.
Você até tenta espantá-los, mas suas forças se atrofiam.
Angústia do silêncio que perturba mais do que o escuro da solidão.
Quero apenas ouvir uma voz que possa me animar.
Mesmo que seja uma esperança falsa, mas que haja uma esperança.
Mas, não há!
Não há nada além da tristeza de uma alma vazia
Que tenta se desvencilhar
Desta armadilha psicológica que tira a paz que ainda podia existir.

O êxtase vem em forma de melodia.
Há um olhar em meio a multidão que invade meu sentimento.
Eu não queria tê-lo visto diante de mim.
Mas, não há como escapar.
Como um raio ele atravessa os céus e cai em minha direção.
Um êxtase nunca sentido, nunca imaginado.
Eu sou prisioneiro de tudo isso.
Minhas asas estão quebradas
E não consigo alçar um voo sequer.
Sou presa fácil às aves de rapina que querem me devorar.
Lágrimas rolam de meus olhos e caem ao chão cheio de poeira.
Agonia e êxtase de uma vida
Que parece mais com uma metamorfose ambulante
Em uma encruzilhada do destino.

Odair José, o Poeta Cacerense
www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quinta-feira, outubro 25, 2018 - 00:59

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 horas 35 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 3618

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Tentação 2 381 04/05/2018 - 18:55 Português
Poesia/Pensamentos Pesadelo 0 443 04/05/2018 - 18:54 Português
Poesia/Amor Como não sorrir 1 588 04/04/2018 - 22:05 Português
Poesia/Meditação Ecce Homo 1 328 02/26/2018 - 13:30 Português
Poesia/Amor Um amor que ainda não conheço 2 436 02/25/2018 - 13:05 Português
Poesia/Pensamentos Quem pode sobreviver a esse inferno? 1 692 02/18/2017 - 15:59 Português
Poesia/Desilusão Lembranças de amor 0 273 01/11/2017 - 13:11 Português
Poesia/Meditação A cidade e seu povo 0 557 01/02/2017 - 19:33 Português
Poesia/Amor Outra vez 0 897 01/02/2017 - 19:31 Português
Poesia/Amor Eu busquei entre as estrelas 0 467 01/02/2017 - 19:30 Português
Poesia/Desilusão Ruptura 0 738 11/12/2016 - 13:24 Português
Poesia/Amor É grande o meu amor por você! 0 263 11/07/2016 - 19:36 Português
Poesia/Amor Percepção 0 1.020 10/11/2016 - 19:30 Português
Poesia/Pensamentos Que país é esse? 0 642 09/27/2016 - 02:51 Português
Poesia/Amor Não faz assim não 0 454 09/10/2016 - 02:53 Português
Poesia/Tristeza E o silêncio tomou conta de mim 0 631 08/24/2016 - 21:09 Português
Poesia/Amor Você mudou o meu viver 0 796 08/24/2016 - 02:43 Português
Poesia/Desilusão Solidão que sinto em não te ver 0 376 08/15/2016 - 19:51 Português
Poesia/Alegria Coração de estudante 0 432 08/11/2016 - 19:42 Português
Poesia/Meditação Ferido de Deus e oprimido 0 1.041 08/10/2016 - 02:56 Português
Poesia/Amor Não queria abrir o meu coração 0 393 07/26/2016 - 15:27 Português
Poesia/Pensamentos A lâmina afiada do desejo 0 261 07/06/2016 - 21:00 Português
Poesia/Meditação Confissões 0 295 06/23/2016 - 23:20 Português
Poesia/Amor No silêncio do meu sentimento 0 621 06/14/2016 - 21:18 Português
Poesia/Tristeza Vivo da saudade que sinto 2 720 06/14/2016 - 21:17 Português