CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Amanhã, talvez!

Desperta-me o ódio
E nasce em mim a decepção

Já é noite, e as luzes se apagam
O vento corta tão suave
Posso sentir,

Não sei quanto tempo se passou
Mas ainda dói
E você, continua em mim
Marcado em mim

No seu mundo pequeno e vazio,
Queria mostrar-te a dor
A dor que devasta e faz sangrar
Que rompe a certeza que nunca existiu

Maldita ilusão foi aquela que eu criei
Era para ser pra sempre,
mas você decidiu seguir outro caminho

Agora estou aqui!
Lembrando das marcas que você deixou em mim
Tentando me erguer sem cair
Tentando esquecer a cicatriz

Não se culpe se eu chorar
Amanhã, já será um novo dia...

Poema contemporâneo.

Submited by

domingo, setembro 5, 2010 - 15:26

Poesia :

No votes yet

Kyra

imagem de Kyra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 15 semanas
Membro desde: 01/26/2010
Conteúdos:
Pontos: 471

Comentários

imagem de Henrique

Re: Amanhã, talvez!

Triste mas com alegria poética!!!

:-)

imagem de marialds

Re: Amanhã, talvez!

Gostei de seu poema.
Quanto a interpretar e sentir uma leitura.
A cada momento de vida se lermos o mesmo traçado poético, vamos senti-lo diferente em nossa interpretação.
A poesia é interpretada e sentida por sentimentos, apresenta uma dinâmica muito diferente da prosa.
Por este motivo o fascínio da poesia sobre os homens desde os primórdios da existênia da expressão.
Gostei muito de seu traçado poético e do modo de expressar os sentimentos, com a força de quem quer passar um sentimento verdadeiro ao leitor.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Kyra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Sentir 0 413 11/19/2014 - 23:37 Português
Poesia/Geral Recomeçar 0 350 11/19/2014 - 22:32 Português
Poesia/Geral Escuchame 1 976 11/22/2013 - 00:08 Espanhol
Poesia/Geral Apenas sigo 0 372 04/02/2013 - 23:29 Português
Poesia/Geral Deixe-me ser... 0 479 04/02/2013 - 23:25 Português
Poesia/Tristeza Olá! 1 580 07/07/2012 - 20:49 Português
Poesia/Geral Vento 1 831 03/24/2012 - 18:36 Português
Poesia/Geral Um dia a mais... 2 614 03/17/2012 - 17:40 Português
Poesia/Geral Como criança... 1 709 02/18/2012 - 15:08 Português
Poesia/Geral Melhor deixar assim 0 1.275 10/15/2011 - 03:10 Português
Videos/Poesia Espelho 0 1.266 08/25/2011 - 02:09 Português
Videos/Poesia Espelho 0 1.606 08/25/2011 - 02:09 Português
Videos/Poesia Entre dois mundos 0 2.012 08/24/2011 - 19:29 Português
Videos/Poesia Quando tudo termina... 0 1.267 08/24/2011 - 19:25 Português
Videos/Poesia Porque... 0 1.636 08/22/2011 - 18:27 Português
Videos/Poesia Vento 0 2.036 08/22/2011 - 18:17 Português
Videos/Poesia Latência 0 1.444 08/20/2011 - 02:05 Português
Videos/Poesia Incerteza 0 1.733 08/19/2011 - 23:28 Português
Videos/Poesia Sem sentido 0 1.664 08/19/2011 - 23:15 Português
Poesia/Desilusão Jardim 0 1.037 08/06/2011 - 00:25 Português
Poesia/Geral Assim... 1 1.050 06/30/2011 - 22:40 Português
Poesia/Geral Latência 2 1.001 06/28/2011 - 02:06 Português
Poesia/Geral Sem saber... 0 868 06/26/2011 - 23:30 Português
Poesia/Geral Aonde está você 1 879 02/22/2011 - 01:03 Português
Poesia/Geral Sem sentido 1 1.024 02/19/2011 - 21:22 Português