CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Ame-o ou Deixe-o

Já foi assim.
Foi no tempo do "boi da cara preta",
no tempo em que calaram a retreta
e louvaram o "deus-baioneta".

Tu te lembras, guerreira?
Aonde tu vives agora
existem lembranças?

Eramos jovens. E ríamos.

Lembra-te do gosto bom
de Buarque-Poesia
e do amor que se fazia?

Eramos jovens. E vivíamos,

apesar da tortura,
apesar da Ditadura...

Mas, depois, guerreira,
tanto nos machucaram.
Violaram o teu corpo
e queimaram a nossa alma.

E até quiseram que o deixássemos.
E nós o amávamos tanto...

Lembras guerreira,
do sonho que insistia,
do corpo que resistia
e do "Lobo Carrasco" que te batia?

Então, um pedaço de mim
já não existia.
Tu, já não vivia...

Lembras,
do livro que eu escreveria,
das cores que tu pintaria,
do filho que o jardim pariria
e do novo Mundo que viria?

Mas, não veio a *utopia...

Lembras, guerreira?

             
                                                 Para Bete.

*Da poética de Carlos Drummond de Andrade.

Submited by

segunda-feira, dezembro 31, 2012 - 13:18

Poesia :

No votes yet

fabiovillela

imagem de fabiovillela
Offline
Título: Moderador Poesia
Última vez online: há 3 anos 34 semanas
Membro desde: 05/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 6158

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of fabiovillela

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza A Canção de Alepo 0 2.145 10/01/2016 - 22:17 Português
Poesia/Meditação Nada 0 1.722 07/07/2016 - 16:34 Português
Poesia/Amor As Manhãs 0 1.482 07/02/2016 - 14:49 Português
Poesia/Geral A Ave de Arribação 0 1.468 06/20/2016 - 18:10 Português
Poesia/Amor BETH e a REVOLUÇÃO DE VERDADE 0 1.584 06/06/2016 - 19:30 Português
Prosas/Outros A Dialética 0 2.225 04/19/2016 - 21:44 Português
Poesia/Desilusão OS FINS 0 1.844 04/17/2016 - 12:28 Português
Poesia/Dedicado O Camareiro 0 2.800 03/16/2016 - 22:28 Português
Poesia/Amor O Fim 1 1.589 03/04/2016 - 22:54 Português
Poesia/Amor Rio, de 451 Janeiros 1 1.562 03/04/2016 - 22:19 Português
Prosas/Outros Rostos e Livros 0 1.653 02/18/2016 - 20:14 Português
Poesia/Amor A Nova Enseada 0 2.009 02/17/2016 - 15:52 Português
Poesia/Amor O Voo de Papillon 0 1.261 02/02/2016 - 18:43 Português
Poesia/Meditação O Avião 0 1.297 01/24/2016 - 16:25 Português
Poesia/Amor Amores e Realejos 0 2.219 01/23/2016 - 16:38 Português
Poesia/Dedicado Os Lusos Poetas 0 1.466 01/17/2016 - 21:16 Português
Poesia/Amor O Voo 0 1.488 01/08/2016 - 18:53 Português
Prosas/Outros Schopenhauer e o Pessimismo Filosófico 0 2.337 01/07/2016 - 20:31 Português
Poesia/Amor Revellion em Copacabana 0 1.690 12/31/2015 - 15:19 Português
Poesia/Geral Porque é Natal, sejamos Quixotes 0 1.548 12/23/2015 - 18:07 Português
Poesia/Geral A Cena 0 1.772 12/21/2015 - 13:55 Português
Prosas/Outros Jihadismo: contra os Muçulmanos e contra o Ocidente. 0 1.616 12/20/2015 - 19:17 Português
Poesia/Amor Os Vazios 0 2.718 12/18/2015 - 20:59 Português
Prosas/Outros O impeachment e a Impopularidade Carta aberta ao Senhor Deputado Ivan Valente – Psol. 0 1.030 12/15/2015 - 14:59 Português
Poesia/Amor A Hora 0 2.337 12/12/2015 - 16:54 Português