CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

APARÊNCIA

Aparência

 

 

Eu cuido do corpo e não da aparência,

Quero a minha saúde para a minha vivência,

Não quero enganar-me, quero ser o que sou,

Pois a aparência, muitas vezes já me enganou,

E sei que assim é, do que vejo vou vivendo,

E também do que vejo, vou aprendendo.

 

Sei que a aparência me pode enganar,

Pelos meus olhos ela entra e obriga-me a pensar,

Se é verdade o que eu vejo e na incerteza fico,

E a pensar na aparência eu sempre me dedico,

Leva-me a ser desconfiado até do meu próprio eu,

Já não sei a cor das coisas ou até da cor do céu.

 

Só vejo por fora e para dentro nada vejo,

A mim mesmo não me conheço, assim eu levo,

O tempo todo a pensar na aparência em que eu vivo,

E assim, no tempo vou vivendo e na incerteza fico,

Pela aparência eu julgo e também posso errar,

Por isso devo sempre pensar antes de julgar.

 

A aparência é uma ilusão que pode não ser,

Tudo depende do que penso daquilo que posso ver,

Com a minha aparência eu não me preocupo,

O tempo que tenho com a aparência não o ocupo,

Para ser mais justo que injusto e saber julgar,

Mas, mesmo assim sendo, eu sempre posso errar.

 

O meu coração chora ou ri também pela aparência,

Quando aceito ou não aceito sem ligar à ciência,

Dela pouco percebo, quero aprender para saber,

Que não me livro da aparência, com ela tenho de viver,

Assim fui concebido para ver só por fora,

Para dentro não vejo e assim será, no futuro ou agora.

 

 

 

 

 

Recife, 3 de Novembro de 2012-Estêvão

Submited by

quarta-feira, junho 1, 2016 - 09:53

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 15 semanas 6 dias
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7732

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 2 569 02/24/2019 - 17:15 Português
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 554 12/14/2018 - 11:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 508 09/28/2018 - 15:56 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 957 03/21/2018 - 16:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 1.112 09/04/2017 - 10:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 1.094 07/17/2017 - 10:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 886 06/07/2017 - 09:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 1.153 05/24/2017 - 11:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.230 05/24/2017 - 10:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 660 05/09/2017 - 16:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 774 04/21/2017 - 11:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 869 03/26/2017 - 20:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 857 03/24/2017 - 12:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 1.202 03/13/2017 - 15:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 962 02/22/2017 - 11:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 731 02/08/2017 - 11:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 863 02/01/2017 - 11:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 750 01/26/2017 - 11:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 783 01/26/2017 - 11:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 793 01/11/2017 - 10:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 851 01/04/2017 - 12:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 1.712 12/21/2016 - 10:58 Português
Poesia/Amor O BARCO DOS NOSSOS SONHOS 1 1.521 12/15/2016 - 14:05 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 0 897 12/07/2016 - 12:16 Português
Poesia/Amor RECORDANDO 0 850 12/07/2016 - 12:01 Português