CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Ator Peregrino

Quem sou eu na verdade?
Sou a ânsia do ser
Sem de fato nunca vir a sê-lo
Sou um ator peregrino
Andarilho dos campos do desespero
Atuante nos palcos divinos
Da trágica comédia humana
Das tribos sociais
Vagueio feito retirante
Pelos terrenos culturais

Sou ator gafanhoto
Estudo seu comportamento
Decoro seus padrões
Me habituo aos seus gostos
Incorporo seus trejeitos
Consumo seus valores
Sou aceito como membro
Participo de seus rituais
Traço e coleciono
Todos os perfis individuais

Sou um ator peregrino
Figurante dos palcos divinos
Redutos de escravos sociais
Quem sou eu pra dizer?
Sou apenas a ânsia do ser
Sem de fato nunca vir a sê-lo
Sou escravo de mim mesmo
Protelo de minha volição
Proíbo-me terminantemente de me adaptar
Quem sou eu pra falar?
Não sou daqui, não sou de acolá
Não tomo parte, nem me deixo levar
Estou de passagem, vou sem bagagem
Qualquer antro sujo pode ser meu lar

Sou apenas um ator peregrino
Saltimbanco do teatro divino
Me disponho, me visto e me divirto
Do vasto figurino do falso moralismo
É nos bastidores onde choro meus sorrisos...

Poema publicado recentemente no meu primeiro livro pela WAF chamado IMPRESSÕES. Também encontrado juntamente com outros no meu blog

http://carlinhoscavalcanti.blogspot.com/

Obrigado à todos

;-)

Submited by

terça-feira, março 16, 2010 - 15:28

Poesia :

No votes yet

carlfilho

imagem de carlfilho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 anos 31 semanas
Membro desde: 05/25/2009
Conteúdos:
Pontos: 519

Comentários

imagem de Henrique

Re: Ator Peregrino

Bem escrito e inspirado, gostei!!! :-)

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: Ator Peregrino

Parabéns pelo belo poema.

Gostei.

Um abraço,
Roberto

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of carlfilho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão Anticorpo 0 606 09/18/2014 - 19:09 Português
Poesia/Geral Deixa 0 634 01/30/2014 - 21:10 Português
Poesia/Tristeza A Morte do Meu Sorriso 0 718 09/12/2013 - 21:13 Português
Poesia/Geral O Número 1 393 03/15/2013 - 18:48 Português
Poesia/Geral Os animais 3 803 03/15/2013 - 18:39 Português
Poesia/Geral Parceria Eterna 2 1.206 11/27/2012 - 18:54 Português
Poesia/Geral Boa Noite 4 1.098 11/27/2012 - 17:56 Português
Poesia/Tristeza Caixeiro Viajante 1 876 11/26/2012 - 21:41 Português
Poesia/Tristeza Coração Notívago 2 1.005 11/26/2012 - 21:26 Português
Poesia/Geral Pulvi es (et pulverem reverteris) 2 1.366 11/23/2012 - 23:29 Português
Poesia/Geral A Idéia Assombra 1 970 11/23/2012 - 16:57 Português
Poesia/Fantasia O Misantropo 3 1.272 11/23/2012 - 16:45 Português
Poesia/Geral Isto Posto 4 746 11/21/2012 - 20:23 Português
Poesia/Paixão Desarme 1 566 11/21/2012 - 19:39 Português
Poesia/Geral Estranho Decorrer 1 757 11/20/2012 - 23:08 Português
Poesia/Amor Meu Amor Imaginário 1 676 04/20/2012 - 19:22 Português
Poesia/Soneto Soneto do Rei Álacre 0 777 01/11/2012 - 17:20 Português
Poesia/Meditação Faz toda a diferença 0 707 01/10/2012 - 16:00 Português
Poesia/Meditação Gosto Daqui... 1 628 12/16/2011 - 03:13 Português
Poesia/Amizade Adenium 0 755 12/15/2011 - 14:36 Português
Poesia/Fantasia O Tédio 0 691 12/09/2011 - 14:33 Português
Poesia/Fantasia Devida Verve 0 684 12/07/2011 - 14:16 Português
Poesia/Tristeza Asfalto 1 941 11/28/2011 - 20:47 Português
Poesia/Tristeza Punhais 0 689 11/28/2011 - 17:57 Português
Poesia/Fantasia Idas 0 1.008 11/08/2011 - 21:55 Português