CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Atraído pela ilusão

Sentimento expostos pelo tempo
Lágrimas que não foram ocultas
Porque o amor existiu no coração
De quem não sabia o que era isso
E deixou-se ser atraído pela ilusão.

Um dia o coração está tranquilo
E no outro não consegue esconder a agonia
O sofrimento por alguém que se foi
E o tempo parece não passar mais
Apenas a solidão vem para fazer companhia.

O olhar não consegue disfarçar
O medo que sente na alma
Um vazio que não pode ser preenchido
Com palavras vazias de tristeza
Quando não há nenhum consolo no horizonte.

As lembranças de um sorriso tão meigo
Pode ser a última esperança
De alguém que não consegue esquecer
O sentimento que um dia viu nascer
Por alguém que não pediu para chegar.

Agora espera um novo dia surgir
Uma nova esperança trazer coisas novas
Porque não pode ficar para sempre
Esperando que o sentimento possa ressurgir
De onde o solo do coração já virou cinzas.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quinta-feira, novembro 17, 2022 - 18:43

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 14 horas 57 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 9859

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Nos porões 3 194 07/12/2022 - 13:47 Português
Poesia/Meditação O caminho percorrido até aqui 3 221 07/11/2022 - 19:15 Português
Poesia/Intervenção A ideologia do mito 3 376 07/11/2022 - 12:55 Português
Poesia/Amor Amor impossível, possível amor 3 274 07/08/2022 - 20:56 Português
Poesia/Intervenção A chegada do estranho 3 228 07/08/2022 - 19:25 Português
Poesia/Amor O melhor sonho 3 205 07/07/2022 - 18:24 Português
Poesia/Meditação Os poetas ainda são crianças 3 187 07/06/2022 - 22:58 Português
Poesia/Intervenção Brigar por justiça e por respeito 3 526 07/06/2022 - 18:46 Português
Poesia/Intervenção Quem disse que quero endireitar o mundo? 3 177 07/06/2022 - 18:42 Português
Poesia/Meditação Não deixe de falar o que sente 3 213 07/05/2022 - 21:43 Português
Poesia/Meditação Os horrores do meu esforço secreto 3 169 07/04/2022 - 18:34 Português
Poesia/Desilusão Quem pede desculpas 3 227 07/04/2022 - 11:14 Português
Poesia/Fantasia Perdido entre tantos lugares ou uma noite no Café Nice 3 257 07/02/2022 - 01:00 Português
Poesia/Pensamentos Não deixe de falar o que sente 3 280 06/30/2022 - 20:57 Português
Poesia/Amor Sentir nos lábios 3 1.575 06/30/2022 - 20:54 Português
Poesia/Pensamentos Faz de conta 3 175 06/29/2022 - 18:59 Português
Poesia/Intervenção O regresso a inevitável casa 3 214 06/28/2022 - 19:10 Português
Poesia/Meditação Sem esperança não há vida 3 205 06/27/2022 - 19:18 Português
Poesia/Meditação Escravos do medo 3 366 06/27/2022 - 12:05 Português
Poesia/Meditação Mude a perspectiva da sua vida 3 329 06/24/2022 - 22:00 Português
Poesia/Paixão A mais pura paixão 3 249 06/24/2022 - 00:53 Português
Prosas/Pensamentos A solidão que me faz bem 3 239 06/23/2022 - 21:58 Português
Poesia/Desilusão Aquele sonho 3 394 06/23/2022 - 18:35 Português
Poesia/Alegria Vai no cais pra ver 3 268 06/22/2022 - 20:01 Português
Poesia/Amor Silenciosa saudade 3 209 06/21/2022 - 20:32 Português