CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Aurora

Quando acordo e vejo dia
Já é meio do dia.
Pessoas vão e vem
Sabe lá pra quê
Sabe lá pra onde
Pra perto ou pra longe
Silvícolas em plena euforia
Perdidos nas trevas do meio-dia

Além do meu espreguiçar, esconde-se
O amargo da vontade de estar distante
É então que meu olhar se perde
Em meio ao que foi ontem
Meu pensamento dispersa no horizonte
Triste, vazio e constante...
Retiro-me cabisbaixo da janela de meu quarto
Feito quem regressa de uma jornada decepcionante

Cai a noite e eu não durmo...

Embora tenha sono
Tenho vontade de sair e andar.
Mas, ainda assim, que lugar?
Que lugar não é aqui?
Que lugar é tão melhor ou distante?

Descanso minha esperança
Na alegria de ver o dia chegar
Naquele momento, com certeza - eu sei!
Tudo vai mudar...

Submited by

terça-feira, outubro 13, 2009 - 17:45

Poesia :

No votes yet

carlfilho

imagem de carlfilho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 36 semanas
Membro desde: 05/25/2009
Conteúdos:
Pontos: 519

Comentários

imagem de MarneDulinski

Re: Aurora

carlfilho!

Aurora

Descanso minha esperança
Na alegria de ver o dia chegar
Naquele momento, com certeza - eu sei!
Tudo vai mudar...

Lindo, gostei muito, que uma nova Aurora, esplendorosa, surja para você!
MarneDulinski

imagem de Tiger

Re: Aurora

Além do meu espreguiçar, esconde-se
O amargo da vontade de estar distante
É então meu olhar se perde
Em meio ao que foi ontem
Meu pensamento dispersa no horizonte
Triste, vazio e constante...

Belissimo
Bj da Tiger ;-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of carlfilho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão Anticorpo 0 477 09/18/2014 - 19:09 Português
Poesia/Geral Deixa 0 513 01/30/2014 - 21:10 Português
Poesia/Tristeza A Morte do Meu Sorriso 0 557 09/12/2013 - 21:13 Português
Poesia/Geral O Número 1 314 03/15/2013 - 18:48 Português
Poesia/Geral Os animais 3 619 03/15/2013 - 18:39 Português
Poesia/Geral Parceria Eterna 2 1.061 11/27/2012 - 18:54 Português
Poesia/Geral Boa Noite 4 952 11/27/2012 - 17:56 Português
Poesia/Tristeza Caixeiro Viajante 1 692 11/26/2012 - 21:41 Português
Poesia/Tristeza Coração Notívago 2 851 11/26/2012 - 21:26 Português
Poesia/Geral Pulvi es (et pulverem reverteris) 2 1.206 11/23/2012 - 23:29 Português
Poesia/Geral A Idéia Assombra 1 816 11/23/2012 - 16:57 Português
Poesia/Fantasia O Misantropo 3 1.114 11/23/2012 - 16:45 Português
Poesia/Geral Isto Posto 4 552 11/21/2012 - 20:23 Português
Poesia/Paixão Desarme 1 417 11/21/2012 - 19:39 Português
Poesia/Geral Estranho Decorrer 1 547 11/20/2012 - 23:08 Português
Poesia/Amor Meu Amor Imaginário 1 531 04/20/2012 - 19:22 Português
Poesia/Soneto Soneto do Rei Álacre 0 595 01/11/2012 - 17:20 Português
Poesia/Meditação Faz toda a diferença 0 505 01/10/2012 - 16:00 Português
Poesia/Meditação Gosto Daqui... 1 478 12/16/2011 - 03:13 Português
Poesia/Amizade Adenium 0 578 12/15/2011 - 14:36 Português
Poesia/Fantasia O Tédio 0 530 12/09/2011 - 14:33 Português
Poesia/Fantasia Devida Verve 0 523 12/07/2011 - 14:16 Português
Poesia/Tristeza Asfalto 1 771 11/28/2011 - 20:47 Português
Poesia/Tristeza Punhais 0 508 11/28/2011 - 17:57 Português
Poesia/Fantasia Idas 0 842 11/08/2011 - 21:55 Português