CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

AUTOESTRADA DE VENTOS …

Se o que de mim restar for uma estátua,

silêncio será o meu aspecto.

De olhar espectro,
quietamente cego de tantas vistas.

Vendado pelo tempo,
sem ninguém parado a meu lado.

Retrete de pombos,
retrato pintado de poeira aos tombos.

Apeadeiro de dias e noites pelos meus ombros.

Calçado numa pedra inteira.

Autoestrada de ventos,
berço de frios que nunca senti.

Enferrujado de momentos ali fundidos ao chão.

Vestido de aços que não fui,
lembrado por bagaços que não bebi.

Solidificado em mim.

Erguido numa rotunda de voltas que não dei,
falado por palavras que não calei.

Ali sido como se não existisse
a pensarem por mim.

Imortalizado pelos gestos que disse,

vivendo o que não viverei para sempre…
.
.
.
.

Submited by

sábado, janeiro 26, 2013 - 21:18

Poesia :

Your rating: None (5 votes)

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 14 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos DA POESIA 1 5.737 05/26/2020 - 23:50 Português
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 37.582 06/11/2019 - 09:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 1.784 03/06/2018 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.462 02/28/2018 - 17:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 2.292 02/10/2015 - 22:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 2.145 02/03/2015 - 20:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 4.123 02/02/2015 - 21:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 2.943 02/01/2015 - 22:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 1.803 01/31/2015 - 21:34 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 1.957 01/30/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 2.518 01/29/2015 - 22:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 2.501 01/29/2015 - 19:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 1.787 01/29/2015 - 01:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 3.149 01/29/2015 - 00:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 2.439 01/28/2015 - 21:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 1.983 01/27/2015 - 22:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 1.993 01/27/2015 - 16:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 2.004 01/26/2015 - 20:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 3.142 01/25/2015 - 22:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.651 01/22/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.620 01/21/2015 - 18:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.549 01/20/2015 - 19:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.564 01/19/2015 - 21:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 1.845 01/17/2015 - 23:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 1.836 01/16/2015 - 20:47 Português