CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

bananas, ó

*****

como a banana
jogo a casca com um teco
atrás
um andarilho a recome com os olhos

penso
tem sempre alguém pior que eu na estrada

pois é

nos meus rolês
noto as grades das casas  pintadas
circundadas de cercas elétricas
redutos de privacidade
de gente prisioneira da liberdade

os noias circulam feitos insetos na luz

uma ambulância
um camburão

tá tudo dominado
ninguém se garante nesse estado

sou tão zé-ninguém
que se malaco quiser me roubar
é bem capaz de me deixar um trocado

no mais
tô indo embora
tanta transformação banal
as mesmas cartas amarrotadas
de mão em mão
passadas

encalacrado
de  tudo um pouco
corrompe-me
como o exemplo que vem lá de cima
lá  do cerrado
...

aos órfãos igualitários
da segurança

bananas, ó

*****

Submited by

terça-feira, fevereiro 12, 2013 - 23:08

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

REHGGE

imagem de REHGGE
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 dias 23 horas
Membro desde: 06/08/2012
Conteúdos:
Pontos: 230

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of REHGGE

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação por entre águas. 0 313 04/03/2020 - 00:14 Português
Poesia/Tristeza vendavais. 0 968 12/30/2019 - 21:22 Português
Poesia/Pensamentos que poema tirar da cartola. 0 963 12/27/2019 - 02:32 Português
Poesia/Arquivo de textos sr. Jones. 0 954 12/27/2019 - 02:21 Português
Prosas/Outros sr. Jones. 0 480 12/27/2019 - 02:19 Português
Poesia/Amor além da carne e dos sentidos. 4 1.734 12/22/2019 - 16:30 Português
Ministério da Poesia/Dedicado homenagem a Júlio Saraiva, maluco, poeta e jornalista 2 3.561 12/13/2019 - 16:56 Português
Poesia/Geral um toque de sensibilidade. 1 1.537 02/28/2018 - 20:20 Português
Ministério da Poesia/Fantasia QUEM SABE SE EU TIVESSE O DOM 0 3.272 05/01/2013 - 01:17 inglês
Poesia/Erótico (in)CONCLUSO. 0 2.670 03/31/2013 - 22:11 inglês
Poesia/Erótico (in)CONCLUSO. 0 2.428 03/31/2013 - 22:11 inglês
Poesia/Intervenção bananas, ó 0 3.432 02/12/2013 - 23:08 Português
Poesia/Geral do tempo decrescente. 0 3.190 02/12/2013 - 17:59 Português
Poesia/Erótico (in)concluso. 0 2.931 02/11/2013 - 23:38 Português
Poesia/Dedicado nem só de poemas vive o poeta, mas de todo sonho possível. 0 3.129 12/15/2012 - 23:16 Português
Poesia/Amor AREALVA 0 3.389 12/02/2012 - 00:54 Português
Ministério da Poesia/Geral mãos. 0 3.134 11/24/2012 - 17:30 Português
Poesia/Geral águas passadiças. 0 3.268 11/24/2012 - 17:18 Português
Poesia/Soneto 2 sonetos ordinários numa noite não menos ordinária no Bairro do Bixiga, SP. 0 3.366 08/12/2012 - 00:34 Português
Poesia/Intervenção da corrupção. 1 3.475 08/01/2012 - 22:31 inglês
Ministério da Poesia/Soneto à face do dia. 0 3.120 07/29/2012 - 23:07 Português
Poesia/Geral O CANTO DO UIRAPURU 0 3.322 07/27/2012 - 23:27 Português
Ministério da Poesia/Desilusão FLOR DE CACTO // flor de cactus 0 3.468 07/16/2012 - 00:42 Português
Poesia/Dedicado CANÇÃO AO MEU QUERIDO BRASIL 1 2.770 07/09/2012 - 08:02 Português
Poesia/Geral Que saudade de tudo que reside em mim 0 3.145 07/06/2012 - 23:46 Português