CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Cabaré

Endereço rua escura número...
Córrego fétido de esgoto aberto
Perfuma a rua do cabaré
Gargalhadas de mulheres ecoam na noite
No silêncio sutil quase doce, negra à madrugada
Luzes vermelhas acesas é hora de trabalhar
Procuram mulheres os clientes ao cabaré chamar
Homens é preciso trazer aos gritos e gemidos
Ajudam as gargalhadas aos homens atrair
Eles se aproximam das luzes a brilhar
Como mariposa a sucumbir aquele som convidar
Mulheres a janela estão a se mostrar
Com as mãos a chamar seduzir e encantar
De Busto de fora aos homens se mostrar
O cheiro fétido do valo de esgoto perfumado esta
Tudo é perfume o sonho é adentra ao cabaré
Visão linda de atração, mulheres na penumbra
Vestindo nada ou quase nada a desfilar
Velas em castiçais a seduzir estão
Cabaré famoso todos querem adentrar
Vestidas de roupas coloridas a zombar
A beijar os homens em seus colos sentam
Sedentos de prazer lábios carnudos estão a beijar
Bebem mais um gole e logo para cama querem ir
Entre gemidos e sussurros, gritos e uivos de prazer
Saciam a sede de amar, cansam até o dinheiro acabar
A noite faz o cabaré brilhar no esplendor da sedução
Em trajes íntimos ao brilho da pele com a pele a se roçar
O prazer mora no cabaré da rua de esgoto a céu aberto.

Submited by

quarta-feira, agosto 26, 2009 - 04:01

Poesia :

No votes yet

marialds

imagem de marialds
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 12 semanas
Membro desde: 03/31/2009
Conteúdos:
Pontos: 2887

Comentários

imagem de NelsondePaula

Re: Cabaré

Belo texto, com poderosas imagens e belíssimas cores.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of marialds

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Separação 0 1.027 07/22/2015 - 19:11 Português
Poesia/Geral Veja 0 1.408 07/19/2014 - 02:55 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 0 1.033 03/02/2014 - 01:55 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 0 1.332 03/02/2014 - 01:47 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 0 1.014 03/02/2014 - 01:41 Português
Prosas/Pensamentos Pensamentos 1 1.677 12/20/2013 - 20:17 Português
Prosas/Outros Frase 0 1.196 11/27/2013 - 23:50 Português
Fotos/Natureza Flores popularmente chamadas de "Damas da Noite" 0 1.983 11/27/2013 - 23:44 Português
Poesia/Geral Noite de Solidão 0 1.487 11/27/2013 - 22:23 Português
Poesia/Geral Fria Madrugada 2 1.765 11/27/2013 - 21:34 Português
Poesia/Geral Cotidiano 2 1.412 11/17/2013 - 23:57 Português
Poesia/Fantasia Ser em Sombras 0 1.042 05/11/2013 - 23:30 Português
Poesia/Geral A Flor da Pele 2 1.428 06/24/2012 - 20:48 Português
Poesia/Geral Solidão de nos Dois. 2 1.251 06/17/2012 - 19:39 Português
Poesia/Geral Passagem 0 1.027 06/17/2012 - 01:57 Português
Poesia/Geral Momentos 1 1.635 03/30/2012 - 09:04 Português
Poesia/Geral Teu Perfume 0 1.612 03/30/2012 - 04:04 Português
Poesia/Geral Espectro 0 1.312 03/30/2012 - 03:56 Português
Poesia/Geral Na Face do Menino 2 1.479 01/22/2012 - 02:59 Português
Poesia/Geral Tombados 0 1.043 01/21/2012 - 02:32 Português
Fotos/Paisagens Estrada de nuvens. 0 3.105 01/15/2012 - 21:38 Português
Poesia/Haikai Sem Titulo 0 1.425 01/15/2012 - 21:00 Português
Poesia/Haikai Sem Título 0 1.162 01/15/2012 - 20:59 Português
Poesia/Tristeza Apenas Lembranças 0 1.236 01/15/2012 - 20:56 Português
Poesia/Soneto Livro de bolso 0 2.490 09/17/2011 - 04:15 Português