CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Cachaça

Foram as águas
As águas que queimam as entranhas
Que tiraram parcial alegria
Levando a mente á terras estranhas
De ilusões e fantasias.
A boemia se encerra
Cada gole
Cai por terra
Cada lagrima derramada
Cada festa planejada
Cada vida desgraçada
A noite foi abandonada.
Pobre és, pobre boêmia
Que desta já não podes aproveitar
Não vês mais a vida através de um gole...
Mas ainda podes sonhar sem pagar.
Tristeza se transformou em alegria
Rejubilarei na cevada
Não sou mais uma triste guria
Mas sim uma boêmia censurada.

;-) :pint:

Sim, eu gosto de escrever sobre alcool, sexo, amor, sim eu bebo, sim eu faço sexo, sim eu amo.
Bebo em excesso. Faço sexo com todos os sexos. E no final morro de amor.

Submited by

sexta-feira, setembro 25, 2009 - 23:18

Poesia :

No votes yet

ZiZi

imagem de ZiZi
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 8 semanas
Membro desde: 08/23/2009
Conteúdos:
Pontos: 274

Comentários

imagem de FlaviaAssaife

Re: Cachaça

Zizi,

É interessante a forma irreverente e bem humorada com que você retrata a questão do alcoolismo em vários de seus textos!

Gosto muito! BJ :-)

imagem de anadeornelas

Re: Cachaça

Zizi,

Todos nós temos o nosso lado da "cachaça"...

Que você escreve fantasticamente, ah!! isso, escreve!!

Bebo a isso :pint: :pint:

1 beijo deste lado do mar...

imagem de MarneDulinski

Re: Cachaça

ZiZi!
Cachaça

Lindas e assumidas posições, que acho bonito, mas não as comungo, ao todo!
Gosto de você Mulher!
Deste sim, eu comungo!
Com carinho e respeito,
MarneDulinski

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of ZiZi

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Pétalas 3 219 09/15/2009 - 22:35 Português
Poesia/Geral Tudo retrata você 2 190 09/15/2009 - 22:37 Português
Poesia/Geral Pena e tinteiro apenas 2 289 09/17/2009 - 01:38 Português
Poesia/Geral Ídolos de palha 2 281 09/17/2009 - 01:56 Português
Poesia/Geral BODAS DE CANAÃ 5 451 09/17/2009 - 14:56 Português
Poesia/Geral Consequências da meia noite 2 211 09/17/2009 - 14:57 Português
Poesia/Geral PRIMEIRO IMPULSO 2 175 09/19/2009 - 01:28 Português
Poesia/Geral Angorá 2 257 09/19/2009 - 15:35 Português
Poesia/Geral 52 5 292 09/20/2009 - 12:06 Português
Poesia/Geral Homem vazio 3 206 09/20/2009 - 12:30 Português
Poesia/Geral Cervejas e mulheres 4 220 09/20/2009 - 12:33 Português
Poesia/Geral Violência Doméstica 5 211 09/22/2009 - 06:17 Português
Poesia/Geral Despair 5 223 09/22/2009 - 06:23 Português
Poesia/Geral Confissões animais 5 358 09/22/2009 - 11:48 Português
Poesia/Geral Todo dia 2 241 09/25/2009 - 12:09 Português
Poesia/Geral Cleópatra narcisista 5 494 09/25/2009 - 23:44 Português
Poesia/Geral Cachaça 3 203 09/26/2009 - 22:07 Português
Poesia/Geral Calo me calo 2 437 09/27/2009 - 01:17 Português
Poesia/Geral Atualizado o passado, renovada a dor 1 402 09/27/2009 - 03:56 Português
Poesia/Geral Classificados 2 416 09/27/2009 - 15:38 Português
Poesia/Geral Atemporal 1 577 09/28/2009 - 12:37 Português
Poesia/Geral Vicio 1 469 09/28/2009 - 12:41 Português
Poesia/Geral Vitimas inocentes 2 420 10/07/2009 - 15:06 Português
Prosas/Mistério PERNA AMPUTADA 2 608 10/07/2009 - 16:11 Português
Poesia/Geral Corredor do tribunal 3 469 10/30/2009 - 18:30 Português