CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

CAMPINHO, ESCOLA DE FELICIDADE!

No campinho eu aprendi
triscar bolinha de gude,
furar cabeça de pião.
Aprendi tudo que pude,
também amar o irmão.

Já acordava na rua
brincando de cabra cega,
de mocinho e de bandido.
Corria no pega-pega
e ficava escondido.

Brincava de quase tudo.
Brincava de empinar pipa;
menos de amarelinha
que era coisa de marica,
e só brincava menina.

Eu jogava muita bola
e não queria ser  goleiro.
Esquecia de almoçar,
lá ficava o dia inteiro,
eu só pensava em brincar.

Eu não me cansava nunca
brincando de pular corda,
naquele terreno baldio,
onde a gente pinta e borda
mas, hoje ele está vazio.


O campinho era minha escola.
Ali é que eu aprendia.
Era ali a felicidade.
E nem pensava que um dia
só restaria a saudade.

jthamiel
15.07.16
10:10h

Submited by

sexta-feira, julho 15, 2016 - 14:41

Poesia :

No votes yet

J. Thamiel

imagem de J. Thamiel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 dias 1 hora
Membro desde: 05/02/2016
Conteúdos:
Pontos: 2826

Comentários

imagem de poetadoabc

MEU CAMPINHO!

MEU CAMPINHO

No campinho nós soltavamos capuxetas
Ali neste campo também jogávamos bola
E quem desistia levava três cachuletas
Mas não perdíamos a hora de ir à escola

O campinho era de terra não tinha grama
Em dia de sol ela levantava muita poeira
Quando chovia ele transformava em lama
Só a mamãe reclamava desta brincadeira

E para não chegarmos muito sujo em casa
Íamos mergulhar num riozinho ali perto
A criançada daquele tempo era uma brasa
Atuavamos num belo teatro à céu aberto

JOSÉ CARLOS GUETA O POETA DO ABC

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of J. Thamiel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Passarinho, passarinho 0 59 09/17/2019 - 14:54 Português
Poesia/Geral ESCOLHAS 0 182 09/10/2019 - 16:08 Português
Poesia/Pensamentos SEJA UM MOSCA MORTA 0 195 08/31/2019 - 16:56 Português
Poesia/Fantasia DESEJO 0 239 08/30/2019 - 11:41 Português
Poesia/Desilusão ELA PARTIU? 0 280 08/15/2019 - 18:40 Português
Poesia/Dedicado THIAGO THAMIEL 0 231 08/01/2019 - 02:22 Português
Poesia/Amor BEM ANTES 0 281 07/31/2019 - 14:01 Português
Poesia/Geral EL POETA QUE VINO DEL FRIO 0 180 07/28/2019 - 06:32 Português
Poesia/Geral PARA QUE SERVE A POESIA 2 253 07/19/2019 - 15:49 Português
Poesia/Geral ¿PARA QUÉ SIRVE LA POESÍA? 0 314 07/18/2019 - 13:48 Espanhol
Poesia/Geral O POETA QUE VEIO DO FRIO 0 262 07/17/2019 - 14:21 Português
Poesia/Geral REFLEXÃO DE UM PIRILAMPO 0 217 07/13/2019 - 15:47 Português
Poesia/Geral A M É M 0 203 07/09/2019 - 15:38 Português
Poesia/Geral UMA QUESTÃO DE ÓTICA, CONCORDA? 1 229 06/27/2019 - 00:08 Português
Poesia/Geral AMANHÃ TEM MAIS 0 332 06/23/2019 - 15:26 Português
Poesia/Amor REDENCIÓN 0 486 06/17/2019 - 16:19 Espanhol
Poesia/Amor REDENÇÃO 0 286 06/17/2019 - 12:51 Português
Poesia/Fantasia CONVITE 0 315 06/13/2019 - 01:22 Português
Poesia/Geral POETA HUMILDE 3 504 06/11/2019 - 17:50 Português
Poesia/Fantasia O ENIGMA 0 304 06/07/2019 - 13:07 Português
Poesia/Geral UN DIVINO PARTO 0 236 06/03/2019 - 14:21 Português
Poesia/Fantasia UN DIVINO PARTO 0 1.202 06/02/2019 - 17:22 Espanhol
Poesia/Geral FEITU DONU DI GRANJA 0 302 06/01/2019 - 21:03 Português
Poesia/Meditação MEU FILHO 0 290 05/31/2019 - 15:46 Português
Poesia/Fantasia TURBILHÃO DE PENSAMENTOS 0 301 05/28/2019 - 17:11 Português