CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

CAMPINHO, ESCOLA DE FELICIDADE!

No campinho eu aprendi
triscar bolinha de gude,
furar cabeça de pião.
Aprendi tudo que pude,
também amar o irmão.

Já acordava na rua
brincando de cabra cega,
de mocinho e de bandido.
Corria no pega-pega
e ficava escondido.

Brincava de quase tudo.
Brincava de empinar pipa;
menos de amarelinha
que era coisa de marica,
e só brincava menina.

Eu jogava muita bola
e não queria ser  goleiro.
Esquecia de almoçar,
lá ficava o dia inteiro,
eu só pensava em brincar.

Eu não me cansava nunca
brincando de pular corda,
naquele terreno baldio,
onde a gente pinta e borda
mas, hoje ele está vazio.


O campinho era minha escola.
Ali é que eu aprendia.
Era ali a felicidade.
E nem pensava que um dia
só restaria a saudade.

jthamiel
15.07.16
10:10h

Submited by

sexta-feira, julho 15, 2016 - 14:41

Poesia :

No votes yet

J. Thamiel

imagem de J. Thamiel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 horas 44 minutos
Membro desde: 05/02/2016
Conteúdos:
Pontos: 3002

Comentários

imagem de poetadoabc

MEU CAMPINHO!

MEU CAMPINHO

No campinho nós soltavamos capuxetas
Ali neste campo também jogávamos bola
E quem desistia levava três cachuletas
Mas não perdíamos a hora de ir à escola

O campinho era de terra não tinha grama
Em dia de sol ela levantava muita poeira
Quando chovia ele transformava em lama
Só a mamãe reclamava desta brincadeira

E para não chegarmos muito sujo em casa
Íamos mergulhar num riozinho ali perto
A criançada daquele tempo era uma brasa
Atuavamos num belo teatro à céu aberto

JOSÉ CARLOS GUETA O POETA DO ABC

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of J. Thamiel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão Longa Espera 0 165 04/04/2020 - 15:19 Português
Poesia/Fantasia ÊXTASE 0 184 03/23/2020 - 16:58 Português
Poesia/Geral A TI SENHOR, TE PEÇO 0 79 03/22/2020 - 20:18 Português
Poesia/Geral Caros poetas 0 148 03/21/2020 - 23:29 Português
Poesia/Desilusão AS RUÍNAS DA CAPELINHA 0 284 03/20/2020 - 18:54 Português
Poesia/Fantasia VALSA AO LUAR 0 197 03/14/2020 - 13:26 Português
Poesia/Geral E NO SÉTIMO DIA DESCANSOU... 0 194 03/09/2020 - 14:48 Português
Poesia/Geral CABOCLO 0 259 03/03/2020 - 19:40 Português
Poesia/Meditação QUO VADIS? 0 241 02/27/2020 - 16:05 Português
Poesia/Fantasia OS DRACONIANOS 0 355 02/15/2020 - 15:32 Português
Poesia/Amor ¿Quien soy yo? 0 352 01/25/2020 - 13:04 Português
Poesia/Amor ¿Quien soy yo? 0 363 01/25/2020 - 13:00 Espanhol
Poesia/Desilusão DIABÉTICOS 0 327 01/20/2020 - 18:27 Português
Poesia/Meditação INTROSPECTO 0 301 01/19/2020 - 14:48 Português
Poesia/Pensamentos VADE RETRO 0 197 01/17/2020 - 13:49 Português
Poesia/Meditação INTROSPECTO 0 539 01/09/2020 - 14:43 Espanhol
Poesia/Meditação INTROSPECTO 0 328 01/08/2020 - 22:57 Português
Poesia/Fantasia ANO NOVO, NOVA ERA? 0 444 01/03/2020 - 19:09 Português
Poesia/Dedicado ODE À NATUREZA (dedicado a todos os poetas do WAF) 1 463 12/24/2019 - 21:16 Português
Poesia/Geral ESCOLA DE POETAS 0 365 12/21/2019 - 13:39 Português
Poesia/Geral FILOSOFIA DE UM BÊBADO 0 655 12/17/2019 - 14:15 Português
Poesia/Geral UM DIA EU TAMBÉM ERREI 0 652 12/10/2019 - 12:59 Português
Poesia/Tristeza NOSSA LÍNGUA PORTUGUESA 0 636 12/04/2019 - 14:02 Português
Poesia/Geral A VIDA É APENAS UMA TARDE. 0 679 11/25/2019 - 17:42 Português
Poesia/Geral MÁ X I M A S 0 474 10/28/2019 - 13:31 Português