CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A CASA E AS COISAS

A CASA E AS COISAS

Na casa todas as coisas têm o seu lugar
Cada divisão cumpre os seus silêncios absolutos
Na casa há nascimentos festas de aniversário
Casamentos separações e os lutos
Sentimentos que vieram para ficar
As horas de sonhar e todos os ânimos devolutos
Há o condão da prece desfiadas as contas do rosário
As tristezas e a esperança a cada hora
De pensamentos que a vida tece nas alegrias
Que cumprem o tempo e as fantasias
O sonho que em cada um se demora
Nas portas há o calor das mãos e dedadas
A demarcar intenções e quimeras
Há um torpor embaciado de suspiros e horas dadas
Contra o vidro da solidão soprando longas esperas
E um choro amordaçado na força da resignação
Os objetos que deixam as marcas mesmo que o pó
Seja limpo e espanado todos os dias
E nas gargantas há um nó
De pura e intensa emoção
Difícil de desatar
Há lágrimas vazias
Há barulhos por decifrar
Há desespero e desilusão
Ranger de portas fechadas
E balbuciar de vozes arrastadas
E na casa quieta as horas mortas
Dançam valsa na penumbra sombria
Rodopiando uma melodia de poeira sangrenta
Nas frinchas acendidas de luminosidade
Fazem do soalho ao teto um fogo em sinfonia
Do rosa ao lilás da fogueira de sentidos magenta
Há um frio tépido a enamorar-se dos recantos
Impregnando tudo de profunda saudade
Um sentir da casa às coisas de forma desatenta
E no canto do olho demoram-se os prantos
Com raízes espalhadas de infelicidade
Recortando na escuridão poemas por escrever
Como se a alma da casa fosse a folha imaculada
A deixar testemunho do tempo e do ser
E a carne habitada de mim
Em dor e angústia trespassada
Com todos os poemas como bibelots esquecidos
Estátuas por entre as flores de um jardim
Abandonados numa qualquer divisão
Ficassem aí fechados o ser e o sentidos
Com todas as memórias do passado
A recordarem o meu fim
Porque uma casa é toda feita de nós
Tem choros gritos sussurros risos
E por dentro de cada objeto entranhada a nossa voz
Os nossos gestos estranhos e imprecisos
A demorarem-se no colo das palavras para lhes sentir
A verdadeira e adorada emoção
E nesse instante de vida e existir
Saber que a casa tem afetos que dão abraços
Que há amor a consentir
A luz em todos os espaços
E são como um regaço estendido
Onde eu ainda descanso os meus dias
E descubro na casa as coisas e o seu sentido
E em tudo vejo o seu devido lugar
As coisas à casa dão o ser
Mas há um desalinho que eu nunca conseguirei arrumar
Faltam na casa crianças a correr

musa

Submited by

sábado, junho 1, 2013 - 14:07

Poesia :

No votes yet

musarenascentista

imagem de musarenascentista
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 24 semanas
Membro desde: 05/05/2011
Conteúdos:
Pontos: 1076

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of musarenascentista

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Fantasia SILÊNCIO E SAUDADE 1 1.027 02/27/2018 - 12:02 Português
Poesia/Fantasia NÃO HAVIA CEREJAS NOS TEUS OLHOS 1 1.844 02/27/2018 - 12:01 inglês
Poesia/Dedicado À MULHER CELTA 1 2.570 02/27/2018 - 12:00 Português
Poesia/Erótico PARTITURA DE SENTIDOS 1 1.233 02/27/2018 - 11:58 Português
Poesia/Fantasia NEM TUDO É 1 1.641 02/27/2018 - 11:57 Português
Poesia/Fantasia MAR INSPIRAÇÃO 0 902 09/16/2014 - 00:07 Português
Poesia/Desilusão VOU MORRER NO MAR 1 1.434 06/17/2014 - 22:24 Português
Poesia/Fantasia ESPELHO DE UM VOO 0 3.249 03/17/2014 - 19:19 inglês
Poesia/Fantasia CLÉRIGOS 0 1.316 03/17/2014 - 19:17 inglês
Poesia/Dedicado MULHER 0 1.194 03/08/2014 - 14:26 Português
Poesia/Dedicado MULHER - 0 1.196 03/08/2014 - 14:25 Português
Poesia/Fantasia SOLICITUDES VERSIAIS 0 1.490 03/08/2014 - 14:24 Português
Poesia/Desilusão VERSOS DA ILUSÃO 0 1.262 02/26/2014 - 14:18 Português
Poesia/Fantasia SE AMOR HÁ 0 1.232 02/26/2014 - 14:17 Português
Poesia/Erótico ALQUIMIA DO DESEJO 0 2.327 02/26/2014 - 14:13 Português
Poesia/Erótico RETALHOS DE FOGO 0 1.731 02/20/2014 - 12:55 Português
Poesia/Fantasia SEDE DE TI 0 1.690 02/14/2014 - 16:46 Português
Poesia/Erótico INTERLÚDIO DESEJO 0 1.374 02/14/2014 - 16:43 Português
Poesia/Amor A UM AMOR PARA A ETERNIDADE 1 1.215 02/13/2014 - 16:48 Português
Poesia/Erótico NAS TUAS MÃOS MEU CORPO 0 1.257 02/12/2014 - 19:24 Português
Poesia/Fantasia LENÇOS DOS NAMORADOS 0 1.307 02/12/2014 - 19:22 Português
Poesia/Amor DO AMOR DECLARADO 1 1.392 01/14/2014 - 13:01 Português
Poesia/Fantasia MARÍTIMA TEMPESTADE 1 1.337 01/14/2014 - 12:56 Português
Poesia/Erótico ABRAÇO 1 1.912 01/14/2014 - 12:53 Português
Poesia/Erótico EMOÇÕES... ao desassossego 1 1.319 12/20/2013 - 19:57 Português