CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Castelos da Infância

Ah! Se tudo na vida
Fosse como os
Castelos de areia!
Podem ser mudados
a qualquer hora,
a nossa mera vontade.
Correríamos riscos.
Os riscos do vento e suas tempestades.
Os perigos do mar e suas ondas furiosas.
Coisas da vida, como
Lindas criancinhas que
Não gostam de obra de arte e
Seus pézinhos destruidores.
Ah! Mas seria tão divertido essa imprevisibilidade.
Juntar frágeis grãos de areia,
Que sozinhos nada fazem.
Mas se usarmos nossa imaginação,
Podem fazer príncipes e princesas
Em gigantes castelos de areia.

Escrita em 1997.
Agora olhando para trás, eu realmente não sabia que a vida é mais imprevisivel do que eu desejava, e tão rotineira que não perde a graça.
p.s. Tenho minhas dúvidas se foi eu quem realmente escreveu, mas está assinado por mim hahhahhahaah.

Submited by

sábado, março 6, 2010 - 03:21

Poesia :

No votes yet

ZiZi

imagem de ZiZi
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 18 semanas
Membro desde: 08/23/2009
Conteúdos:
Pontos: 274

Comentários

imagem de Henrique

Re: Castelos da Infância

Também são, a diferença é que agora caem contra a nossa vontade!!!

:-)

imagem de MarneDulinski

Re: Castelos da Infância

BELEZA DE SONHOS, BELEZA DE POEMA, MESMO ESCRITO EM 1997 rsrsrsrsrsrs
BOM RETORNO ENTRE NÓS, QUE PREZAMOS SUA SIMPATIA E SUA POESIA!
Meus parabéns,
Marne

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of ZiZi

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Cascas de ferida 1 686 04/16/2011 - 03:58 Português
Fotos/ - 2163 0 912 11/24/2010 - 00:45 Português
Fotos/ - 1680 0 937 11/24/2010 - 00:40 Português
Fotos/ - 1681 0 854 11/24/2010 - 00:40 Português
Fotos/ - 1682 0 907 11/24/2010 - 00:40 Português
Poesia/Geral 0 451 11/18/2010 - 15:58 Português
Poesia/Geral 52 e meio 0 521 11/18/2010 - 00:00 Português
Poesia/Geral Reflexo 1 406 04/10/2010 - 04:47 Português
Poesia/Geral Afagos na Desilusão 3 486 03/06/2010 - 13:32 Português
Poesia/Geral Na minha voz 2 499 03/06/2010 - 04:16 Português
Poesia/Geral Castelos da Infância 2 413 03/06/2010 - 04:14 Português
Poesia/Geral Jantar 2 405 11/21/2009 - 19:03 Português
Poesia/Geral Hi! Hello! 1 477 11/21/2009 - 06:41 Português
Poesia/Geral Brazilian wax 1 555 11/21/2009 - 05:39 Português
Poesia/Geral Esmola p´ra play 4 487 11/01/2009 - 23:21 Português
Poesia/Geral Reforma Agraria 2 464 11/01/2009 - 00:49 Português
Poesia/Geral Aquecedor de baixo custo para chuveiro 3 441 10/30/2009 - 21:08 Português
Poesia/Geral Corredor do tribunal 3 483 10/30/2009 - 18:30 Português
Prosas/Mistério PERNA AMPUTADA 2 627 10/07/2009 - 16:11 Português
Poesia/Geral Vitimas inocentes 2 435 10/07/2009 - 15:06 Português
Poesia/Geral Vicio 1 485 09/28/2009 - 12:41 Português
Poesia/Geral Atemporal 1 593 09/28/2009 - 12:37 Português
Poesia/Geral Classificados 2 430 09/27/2009 - 15:38 Português
Poesia/Geral Atualizado o passado, renovada a dor 1 420 09/27/2009 - 03:56 Português
Poesia/Geral Calo me calo 2 451 09/27/2009 - 01:17 Português