CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

CHEIRO DE HORTELÃ

Cheiro de hortelã

Entro na tua casa,
cheira-me ao chá de hortelã
que perfuma os beijos
com que me recebes
e me prendes junto a ti.
O calor de Inverno
sobra da salamandra
que se esconde ao canto
da tua sala.
Uma tranquila ternura
irradia da tua pele de
amante, agora nua,
mulher plena,
onde a luz do fim da tarde
desenha teu vulto
no encantamento com
que me contas teus dias.
Somos dois corpos dormentes
Rastejando nos vincos
do pano acetinado,
moldado
ao nosso prazer,
duas taças sempre meias
na noite que nos espera,
duas almas que se querem
no intenso aroma dos corpos
insaciados,
somos nós,
e o tempo dos relógios,
sorrindo do tempo
que resta,
e da vontade
de voltarmos
à eterna busca
dos sorrisos
e dos momentos,
onde nos achamos…
felizes.

Submited by

quarta-feira, janeiro 26, 2011 - 12:59

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

POJFB

imagem de POJFB
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 1 hora
Membro desde: 08/23/2010
Conteúdos:
Pontos: 12

Comentários

imagem de Deby

belo

beloyes

imagem de Susan

Um belo poema de amor de dois

Um belo poema de amor de dois que se querem 

apesar da cinza das horas ...

Beijos

Susan

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of POJFB

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor CHEIRO DE HORTELÃ 2 569 01/28/2011 - 16:50 Português
Prosas/Contos Historia de uma flor amarela e de um poeta 0 398 01/26/2011 - 13:11 Português
Ministério da Poesia/Acrósticos Amo-te 0 421 01/26/2011 - 13:07 Português