CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A CONSCIÊNCIA

 

A CONSCIÊNCIA

 

Nem tudo a consciência faz,

Uma árvore não a tem e é capaz,

De se erguer para o céu sem fazer ruído,

E dar às consciências sombra e abrigo.

 

As árvores erguem-se na floresta,

Fazem coisas maravilhosas sem festa,

Não pensam nem usam a inteligência,

Nem precisam de ter e de usar a consciência.

 

Qualquer árvore bebe água da terra,

Está no seu lugar, dá de comer e não faz guerra,

Mesmo sem consciência ela dá tudo o que tem,

E nunca espera retribuição de alguém.

 

Uma simples planta mesmo rasteira,

Cresce para o céu, sem ninguém à sua beira,

Tem vida e vida vai dando a qualquer mente,

E ela sem a ter dá lições de vida sem consciente.

 

A árvore não têm cérebro mas sabe crescer,

É um ser vivo e não sabe que têm de morrer,

É um sem consciência e em pé morre sempre

E a consciência morre no chão frio que nada sente.

 

Nem tudo faz a consciência, meditemos,

Da Natureza todos nós, humanos, dependemos,

De seres vivos que se erguem saídos do chão,

Agarrados a ele pelas raízes e não têm coração.

 

As maravilhas que nascem da terra encantam,

Não têm consciência mas sempre se levantam,

Erguidas para o céu, levantadas do chão,

Purificam o ar, dão tudo sem segunda intenção.

 

As consciências são boas mas também são malignas,

E algumas da vida que usam não são dignas,

Procuram a luz mesmo sem olhos para olhar,

E mesmo sem consciência elas sabem tão bem amar.

 

Consciência, melhor do que és não podes ser,

Pensa numa linda paisagem com o Sol a nascer,

Olha à tua volta e vê como é linda a Natureza,

Usa a vida e a consciência sem qualquer aspereza.

 

Tavira, 15 de Maio de 2012-Estêvão

Submited by

quarta-feira, julho 22, 2015 - 09:28

Poesia :

No votes yet

José Custódio Estêvão

imagem de José Custódio Estêvão
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 semanas 3 dias
Membro desde: 03/14/2012
Conteúdos:
Pontos: 7731

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of José Custódio Estêvão

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Fantasia O MEU NOME 0 171 12/14/2018 - 10:36 Português
Poesia/Meditação O TEMPO LEVA TUDO 0 167 09/28/2018 - 14:56 Português
Poesia/Geral AS ONDS DO MAR 0 278 07/25/2018 - 08:53 Português
Prosas/Pensamentos 34- O HOMEM 6 604 03/21/2018 - 15:04 Português
Poesia/Amor VERMELHO 0 826 09/04/2017 - 09:13 Português
Poesia/Amor UMA ORQUÍDEA PARA TI 0 814 07/17/2017 - 09:50 Português
Poesia/Meditação AS PEDRAS DOS RIOS 0 693 06/07/2017 - 08:54 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 34 0 962 05/24/2017 - 10:09 Português
Poesia/Amor AMO-TE COMO ÉS 0 1.065 05/24/2017 - 09:59 Português
Poesia/Meditação SABER SER FRELIZ 0 485 05/09/2017 - 15:51 Português
Poesia/Amizade TU 0 545 04/21/2017 - 10:52 Português
Poesia/Meditação PARA DE TE QUEIXAR 2 682 03/26/2017 - 19:34 Português
Poesia/Meditação PARA QUÊ MATAR? 5 605 03/24/2017 - 11:31 Português
Poesia/Meditação CHEGAR, VER E VENCER 0 586 03/13/2017 - 14:57 Português
Poesia/Amor BEIJOS TEUS 0 755 02/22/2017 - 10:12 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR 0 564 02/08/2017 - 10:26 Português
Poesia/Amor SAUDADE 0 644 02/01/2017 - 10:29 Português
Poesia/Geral FRIO 0 493 01/26/2017 - 10:27 Português
Poesia/Geral FRIO 0 608 01/26/2017 - 10:23 Português
Poesia/Fantasia AS ONDAS DO MAR 0 651 01/11/2017 - 09:49 Português
Poesia/Meditação AMANHECEU OUTRA VEZ 0 664 01/04/2017 - 11:22 Português
Poesia/Alegria RIR 0 1.324 12/21/2016 - 09:58 Português
Poesia/Amor O BARCO DOS NOSSOS SONHOS 1 1.202 12/15/2016 - 13:05 Português
Prosas/Pensamentos PENSAMENTOS 0 706 12/07/2016 - 11:16 Português
Poesia/Amor RECORDANDO 0 562 12/07/2016 - 11:01 Português