CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Coração Aprisionado

Apagada,
Caminhei entre zonas agrestes e secas
Tapadas de matagais e oliveiras crescidas,
Entre pedregulhos nativos.
Pisando os frutos

Escurecida,
Andei por terrenos áridos e desertos
De silvas e amoras pretas emersos,
Rompendo aos sonhos.
Desflorando os espinhos

Exausta,
Orientei os braços na escuridão do tempo
Desviando maçadas de colo sedento,
Nos melhores terrenos tratados.
Seios amargurados

Vendada,
Troquei as vendas por fantasias mortas
Sepultei a sete palmos em terras gastas,
Os moribundos acamados.
Calvos inacabados

Cega,
Vendi os olhos aos passageiros do vento
Massacrei torturas sem desalento,
Em verdes vales deixado.
Coração aprisionado

Carla Bordalo

Submited by

sexta-feira, abril 23, 2010 - 15:44

Poesia :

No votes yet

mariacarla

imagem de mariacarla
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 28 semanas
Membro desde: 01/18/2010
Conteúdos:
Pontos: 2067

Comentários

imagem de Anonymous

Re: Coração Aprisionado

Mais um belo poema Carla,
que me deu um enorme prazer ler.
Beijo
Vóny Ferreira

imagem de nunomarques

Re: Coração Aprisionado

Gostei imenso Carla

Tortuosos e agrestes caminhos de um coração aprisionado.

É sempre um prazer enorme ler-te

Beijo
Nuno

imagem de Henrique

Re: Coração Aprisionado

Uma prisão de frutos pisados por dor!!!

Fantástico rio de poesia!

:-)

imagem de marialds

Re: Coração Aprisionado

Lindo poema a dor de uma desilusão seja qual for deixa:
Apagada
Escurecida
Exausta
Vendada
Cega
E por fim o coração aprisionado e a caminhada é árdua em terrenos nunca explorados.
Maravilhoso poema!

imagem de angelalugo

Re: Coração Aprisionado

Olá Carla

Muitos são os momentos que
deixamos o coração aprisionado
as vezes com medo da liberdade

Muito bom seu poema

Beijinhos no coração

Um ótimo fim de semana

imagem de vitor

Re: Coração Aprisionado

Apagada,
Caminhei entre zonas agrestes e secas
Tapadas de matagais e oliveiras crescidas,
Entre pedregulhos nativos.
Pisando os frutos

Caminhos da vida que seguem os nossos passos...

Maravilhoso poema!
Puxa vida! Lindo!!!!!

Beijinho.
Vitor.

imagem de LilaMarques

Re: Coração Aprisionado

Maria Carla,

Teu poema muito me tocou, pois quantas vezes percorremos caminhos que nos levam à desilusão? Embora seja dolorido des-iludir-se, é necessário, e após uma desilusão, levantamo-nos mais fortalecidos e seguimos em frente com novas forças.

Um beijo grande em ti.
Lila.

imagem de danyfilipa

Re: Coração Aprisionado

triste e sofrido...
assim é a vida...
triste e que doi em certas passagens...

resta.nos os bons momentos para tentar ultrapassar os maus....

amei o poema!

beijo...

PS. Gosto de a ler ;-)

imagem de Mefistus

Re: Coração Aprisionado

Apagada,

Escurecida,

Exausta,

Vendada

Cega,

Palmilhaste quilometros por entre frutos, pisando-os. Maltratamdop a existência agreste de espinhos encardidos, que se prendiam
Percorres-te um sonho, como kem palmilha um trilho.
Longe e nefasto.
Puro existencialismo perdido.
As marcas do coração nas trevas da razão
Seios amargurados
Acrescentaria de desejos sonhados, não alimentados.

Mas palpita-me que a estrada não acabou.Tempo de definir caminho!

Excelente poema!

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of mariacarla

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Soneto Amarga Desfolhagem 1 1.475 06/28/2014 - 22:08 Português
Poesia/Soneto O Teu Sorriso 0 1.481 08/03/2013 - 11:03 Português
Poesia/Soneto Se o Sol não nascer, será sempre noite 0 964 08/03/2013 - 11:01 Português
Poesia/Desilusão Nunca Mais! 0 1.844 11/11/2011 - 21:10 Português
Poesia/Pensamentos Lembranças... pensamientos 0 2.196 10/21/2011 - 21:51 Português
Poesia/Intervenção Desprovidos de capela 1 1.748 06/10/2011 - 16:47 Português
Poesia/Dedicado Saudade 1 1.338 03/15/2011 - 21:20 Português
Poesia/Dedicado Poema 0 1.727 03/15/2011 - 18:46 Português
Fotos/ - 2862 0 2.218 11/24/2010 - 00:52 Português
Fotos/ - 2863 0 1.998 11/24/2010 - 00:52 Português
Fotos/ - 2752 0 2.311 11/24/2010 - 00:51 Português
Fotos/ - 3019 0 2.476 11/24/2010 - 00:38 Português
Fotos/Natureza Rio Côa 0 1.983 11/20/2010 - 06:16 Português
Fotos/Natureza Rosa Vermelha 0 1.744 11/20/2010 - 06:16 Português
Fotos/Natureza Jasmim 0 1.888 11/20/2010 - 06:16 Português
Fotos/Natureza Flores Brancas 0 1.953 11/20/2010 - 06:16 Português
Fotos/Outros O meu cão 0 2.247 11/20/2010 - 06:16 Português
Fotos/Natureza Flor de Laranjeira 0 1.901 11/20/2010 - 06:16 Português
Fotos/Natureza Tulipas 0 2.405 11/20/2010 - 06:16 Português
Culinária/Sopas Creme com todos 0 1.443 11/19/2010 - 12:56 Português
Culinária/Saladas Salada Rápida 0 1.569 11/19/2010 - 12:56 Português
Culinária/Sobremesas Tarte de Natas 0 2.002 11/19/2010 - 12:56 Português
Críticas/Outros Restaurante Taberna 0 1.613 11/19/2010 - 02:48 Português
Críticas/Outros Restaurante Tio Mateus 0 2.364 11/19/2010 - 02:48 Português
Críticas/Outros Dia 3 0 1.834 11/19/2010 - 02:47 Português