CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Corro

Hoje corro mais depressa que qualquer pensamento,
Porque o mar vem de lá de cima de onde eu quero,
Porque não há mais nada que ocupe todo esse tamanho.

Corro sem ser o senhor de uma pegada, sem pisar sonhos,
Sem roubar esperanças, porque corro em descansos eternos
Que levitam sobre a areia e as distâncias que nos sufocam.

Hoje não fico parado, porque parado nada se aperfeiçoa,
Porque o mundo nunca se repete, porque o amor também corre
Como correm as coisas que nunca se esquecem.

Por isso hoje corro, corro como quem ataca um abraço,
Como quem vê ao longe que o silêncio é um buraco que se fecha,
Como quem foge de tudo, e de si acima de outras coisas.

Submited by

segunda-feira, abril 12, 2010 - 21:09

Poesia :

No votes yet

jopeman

imagem de jopeman
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 anos 31 semanas
Membro desde: 01/04/2009
Conteúdos:
Pontos: 3172

Comentários

imagem de Claudia_Martins

Re: Corro

Adorei a magia presente neste poema!
Fantastico!!!
beijo

imagem de Claudia_Martins

Re: Corro

Hoje não fico parado, porque parado nada se aperfeiçoa, Porque o mundo nunca se repete, porque o amor também corre Como correm as coisas que nunca se esquecem.

imagem de mariamateus

Re: Corro

João :-)

Ler-te é um privilégio!!!

Bom poema como sempre!

Beijo da amiga!

mm

imagem de Henrique

Re: Corro

Por isso hoje corro, corro como quem ataca um abraço,
Como quem vê ao longe que o silêncio é um buraco que se fecha,
Como quem foge de tudo, e de si acima de outras coisas.

Junto-me a esta maratona de silêncios e sentimentos poéticos.

:-)

imagem de Anonymous

Re: Corro

"Corro sem ser o senhor de uma pegada, sem pisar sonhos,
Sem roubar esperanças, porque corro em descansos eternos
Que levitam sobre a areia e as distâncias que nos sufocam."

Eis um poema maravilhoso que instiga o leitor
a procurar a esperança no mais profundo de si mesmo.
Leio-te sempre com enorme prazer.
Beijo
Vóny Ferreira

imagem de nunomarques

Re: Corro

Corro porque tenho... A pressa de chegar
P’ra não chegar tarde
- Citando - António Variações

Belíssima poesia

Abraço
Nuno

imagem de alemdestemar

Re: Corro

Uma escrita sem rimas forçadas e fluente bem de acordo com o mote do poema.
Gostei bastante.

Abraço

imagem de analyra

Re: Corro

"Por isso hoje corro, corro como quem ataca um abraço,
Como quem vê ao longe que o silêncio é um buraco que se fecha,
Como quem foge de tudo, e de si acima de outras coisas."

Pressa de ser, viver, de sentir, sem julgamentos, na pressa da ansiedade que quem vive e sonha, sem confabular, sem se impedir, fugindo de si, atacando o abraço.
Belo poema, como sempre belo poeta.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of jopeman

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Violentas Alegrias 5 672 10/20/2011 - 21:16 Português
Poesia/Pensamentos Gostei sobretudo das árvores que davam pássaros 5 667 10/20/2011 - 21:13 Português
Poesia/Amor sei que o amor é coisa de homens 1 745 10/20/2011 - 21:10 Português
Fotos/ - 1129 0 1.396 11/24/2010 - 00:37 Português
Fotos/ - 1127 0 1.686 11/24/2010 - 00:34 Português
Poesia/Pensamentos Sou Vadio 4 940 08/30/2010 - 09:57 Português
Poesia/Geral Destino Manifesto 2 1.152 08/22/2010 - 22:17 Português
Poesia/Aforismo Quietude (Desafio Poético) 4 696 08/02/2010 - 02:08 Português
Poesia/Dedicado Jopeman - O caminho (ao WAF) 2 772 07/06/2010 - 08:10 Português
Poesia/Amor A (quase) eterna leveza dos malmequeres 1 1.007 06/24/2010 - 05:05 Português
Poesia/Pensamentos A terra é só terra e eu penso nisso vezes demais 6 561 06/19/2010 - 22:44 Português
Poesia/Meditação Portas 7 744 06/12/2010 - 10:54 Português
Poesia/Meditação Que morram todos os sinais 1 705 06/12/2010 - 10:48 Português
Poesia/Meditação Viagem 3 831 06/12/2010 - 10:41 Português
Prosas/Contos Intuições 5 747 05/17/2010 - 22:01 Português
Poesia/Geral Só tu sabes! 6 694 05/17/2010 - 22:00 Português
Poesia/Alegria Corro 8 891 05/10/2010 - 15:06 Português
Poesia/Meditação As pedras não voam 11 783 05/02/2010 - 03:15 Português
Poesia/Geral Distâncias 9 854 04/07/2010 - 20:29 Português
Poesia/Geral Há aquelas coisas de que nunca penso se houver uma porta aberta 8 573 03/26/2010 - 09:42 Português
Poesia/Amor Amor de sol e lua (duo com Analyra) 7 863 03/23/2010 - 16:00 Português
Poesia/Geral Continuo sentado à varanda 7 841 03/17/2010 - 21:17 Português
Poesia/Desilusão O filho do vento 13 778 03/15/2010 - 15:56 Português
Poesia/Meditação O refúgio de D. Dinis 1 835 03/05/2010 - 13:08 Português
Poesia/Amor A dança dos amantes 1 877 03/05/2010 - 03:05 Português