CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A CRIATURA

Podeis pensar, abusivamente, que vos falto à palavra,
Quando em meus devaneios ao Homem dou assunção,
Não há pessoa, neste mundo, que não seja escrava,
Voluntariosa e compulsiva, forjando aqui sua condição.

Direis, que é próprio do homem, qual vicio que lavra,
Ir no arrepio da vida, na transe diária, basta servidão, 
Que rouba às pessoas seu discernimento, e crava
Suas garras infames, na carne inerme, caída no chão.

Todo o Homem é egoísta – vinde, pois, declarai-vos –,
Que não há nada que faça, se não for seu beneficio;
E assim, arrogantes andamos, sem quaisquer laivos.

Criaturas perdidas, num deserto sem fim, verdadeiras
Se tornariam, se não fizessem mau uso, do resquício,
Que, pouco a pouco, gesto a gesto, as dizem inteiras.

Jorge Humberto
10/12/07

Submited by

terça-feira, março 19, 2013 - 16:03

Poesia :

Your rating: None (2 votes)

Jorge Humberto

imagem de Jorge Humberto
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 39 semanas 3 dias
Membro desde: 01/15/2012
Conteúdos:
Pontos: 1766

Comentários

imagem de Jorge Humberto

Adolfo

Pazer em receber teis comentátios sempre conceituados
e atentos.

Tens razão, na tua última frase, penso o mesmo de mim.

Abraço meu e obrigado pelas melhoras.
Jorge Humberto

imagem de Adolfo

Grande, grande! Gostei muito

Grande, grande! Gostei muito deste teu soneto -- sobre o contraditório jeito suicida de se auto-presevar cada parte, sozinha, quando a sua união é a sua existência: por assim saber que eu não condeno o egoísta, que eu o compreendo em vez de o entender...

Gostei imenso deste teu soneto sobre o cristal fragmentado que é o homem: haveria algo mais egoísta que a minha revisão dos meus princípios? rsrsrs

Um abraço! e melhoras ((:

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Jorge Humberto

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral AH, UMA LÁGRIMA! 1 293 12/31/2018 - 01:01 Português
Poesia/Geral A minha presunção 0 213 09/01/2018 - 19:08 Português
Poesia/Amor SIMPLESMENTE TU 11 1.086 08/05/2015 - 01:33 Português
Poesia/Amor PARA TI NANCI LAURINO 2 974 04/26/2015 - 21:28 Português
Poesia/Tristeza PARA TI MEU QUERIDO PAULINHO! 1 756 04/26/2015 - 21:25 Português
Prosas/Pensamentos A CRIANÇA QUE HÁ EM NÓS 12 1.229 04/26/2015 - 20:50 Português
Poesia/Soneto FELIZ NATAL, MEU AMIGO, MEU IRMÃO! 1 773 06/19/2014 - 23:21 Português
Poesia/Geral FESTAS FELIZES, A TODOS OS AMIGOS DA WAF! 6 869 03/18/2014 - 15:15 Português
Poesia/Amor AMAR A QUEM UM SORRISO BASTASSE 6 1.014 12/04/2013 - 16:17 Português
Poesia/Soneto QUANDO DEIXEI A DROGA 4 832 12/04/2013 - 15:56 Português
Poesia/Aforismo Cada um, à sua maneira, escreve e é escritor. 0 1.225 07/27/2013 - 16:58 Português
Poesia/Soneto TUA LINDA MÃO 0 769 07/27/2013 - 16:54 Português
Poesia/Dedicado AMOR DE PAI! (No cumprir de seu 1º Aniversário, sem nós! 1 1.137 07/20/2013 - 19:20 Português
Poesia/Geral A CRIATURA 0 557 06/17/2013 - 13:20 Português
Poesia/Amor DOIRA O SOL E OS CORAÇÕES! 0 438 06/10/2013 - 15:02 Português
Poesia/Meditação Aranhas tecem espelhos.... 2 789 03/30/2013 - 12:11 Português
Poesia/Dedicado AO ABANDONO - De Profundis 2 921 03/28/2013 - 21:20 Português
Poesia/Pensamentos À ESTUPIDEZ 2 938 03/26/2013 - 20:52 Português
Poesia/Meditação A CRIATURA 2 745 03/20/2013 - 11:47 Português
Poesia/Gótico PROCURO O MEU JUSTO SUICÍDIO 2 1.047 03/13/2013 - 16:04 Português
Poesia/Tristeza NOTA DE FALECIMENTO DE MEU PAI! 14 1.752 03/10/2013 - 18:09 Português
Poesia/Intervenção DE SANGUE SUOR E LÁGRIMAS 6 1.114 06/20/2012 - 12:03 Português
Poesia/Fantasia PIREXIA 2 1.191 06/16/2012 - 11:09 Português
Poesia/Tristeza FLAGELAÇÃO 4 964 05/31/2012 - 10:26 Português
Poesia/Pensamentos CRU 2 917 05/28/2012 - 10:48 Português