CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

De que vale tudo isso?


De que vale toda essa ideologia
De uma cidade hospitaleira
O discurso de uma beleza cultural
Ou de uma cultura histórica no entorno da cidade
Do seu povo que constrói, com muito trabalho,
O solo em que estamos agora?

De que vale tudo isso
Que dizem as suas autoridades
Aqueles que forma escolhidos para representar o povo
E que só representam os interesses particulares
Principalmente das oligarquias da cidade?
De que valem os discursos demagógicos
Dos que acreditam ser intelectualmente superiores
À maioria da população?

De que vale as fotos bonitas nas páginas dos jornais
No site da secretaria de turismo
Quando os casarões antigos estão caindo aos pedaços
No centro da cidade?

De que vale essa ideia de proteção ao meio ambiente
Quando se derruba mais uma área verde
Para a construção de casinhas governamentais
E espremem as famílias pobres como se fossem sardinhas
Em bairros mal atendidos pelo poder público?

De que vale o meu lamento ao ver tudo isso
E não poder fazer praticamente nada
Que possa mudar essa triste situação
Porque as pessoas desta cidade já escolheram
Os seus digníssimos representantes legislativos.

De que vale as moções de aplausos
Apenas para uma meia dúzia de gato pingado
Que não representa a verdadeira história desse lugar
Enquanto centenas de cidadãos
Estão cansados de tentar uma vaga de emprego?

De que vale esse meu desabafo
Quando pessoas estão nas filas de atendimento
Esperando que uma viva alma possa lhe atender
Para tentar amenizar a sua angústia.

Essa é a grande pergunta
Para as mentes pensantes dessa cidade
De que vale tudo isso?

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

sábado, maio 28, 2022 - 14:05

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 horas 5 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 8344

Comentários

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

imagem de Odairjsilva

Visitem os

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Sonhos furiosos 0 213 01/27/2022 - 12:05 Português
Poesia/Amor Sob o encanto desse sublime olhar 0 291 01/26/2022 - 12:57 Português
Poesia/Meditação As marcas da vida 0 282 01/25/2022 - 20:04 Português
Poesia/Pensamentos Podemos não nos encontrar no tempo 0 258 01/25/2022 - 12:48 Português
Poesia/Amor A palavra é uma asa do silêncio 0 513 01/24/2022 - 16:25 Português
Poesia/Intervenção Gafanhotos 0 172 01/24/2022 - 12:38 Português
Poesia/Pensamentos Segredos ocultos profundamente 0 444 01/23/2022 - 13:19 Português
Poesia/Amor Sensibilidade 0 135 01/22/2022 - 12:14 Português
Poesia/Intervenção Alma selvagem 0 171 01/21/2022 - 14:29 Português
Poesia/Desilusão E o culpado sou eu 0 362 01/21/2022 - 13:01 Português
Poesia/Amor Sombras que sofrem 0 144 01/20/2022 - 12:31 Português
Poesia/Pensamentos O pensador 0 295 01/19/2022 - 12:19 Português
Poesia/Meditação Se o medo é real em mim 0 199 01/18/2022 - 10:04 Português
Poesia/Desilusão Não seja cega 0 156 01/17/2022 - 17:18 Português
Poesia/Meditação Aprendi que Deus gosta dos aflitos 0 471 01/16/2022 - 20:37 Português
Poesia/Fantasia Sob o olhar da coruja 0 546 01/15/2022 - 19:20 Português
Poesia/Amor Se eu não puder te esquecer 0 119 01/15/2022 - 12:51 Português
Poesia/Pensamentos A longa viagem de Stone Halls 0 362 01/14/2022 - 12:37 Português
Poesia/Pensamentos Dias de um futuro esquecido 0 365 01/13/2022 - 12:23 Português
Poesia/Amor Quando tudo parecia real 0 179 01/12/2022 - 17:46 Português
Poesia/Pensamentos O pensamento humano 0 296 01/11/2022 - 17:42 Português
Poesia/Pensamentos Tormentas 0 224 01/10/2022 - 17:36 Português
Poesia/Desilusão Um dia termina 0 261 01/09/2022 - 18:05 Português
Poesia/Desilusão Pavor 0 166 01/09/2022 - 18:01 Português
Poesia/Intervenção A humanidade não causa mais afeição 0 160 01/07/2022 - 12:28 Português