CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Despedida

Passavas quieto de passos largos
Calmo e tranqüilo seguias teu caminho
Olhaste-me sereno, triste e destemido
Mal saberia que jamais voltaria a te ver
Dizias algo no teu olhar que a alma me penetrava
Indecifrável, demorado, flamejante e ardente
Era uma despedida e eu nem percebia
Nunca mais te veria, naquele dia partirias
Tua presença ora tão presente desapareceria
Nossos encontros não mais se dariam
Tranquilo e manso partirias sem marcas
Sem adeus, sem despedidas só partirias
Simplesmente jamais te encontraria
Sobraria só a lembrança e tristeza
Daquele olhar daquele dia, que por mim passaste
Não era hora nem tempo de partida
Mas aquele olhar algo me dizia
Simplesmente me deixarias não mais te veria
Sem tua presença destemida me perderia
Tua força desapareceria teu poder acabaria
A despedida foi só um olhar longo e triste
Que levarei sempre comigo no espelho de minha alma

Submited by

quarta-feira, julho 8, 2009 - 05:11

Poesia :

No votes yet

marialds

imagem de marialds
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 41 semanas
Membro desde: 03/31/2009
Conteúdos:
Pontos: 2886

Comentários

imagem de Poetaminas

Re: Despedida

Era uma despedida e eu nem percebia
Nunca mais te veria, naquele dia partirias

Este poema me fez sentir uma despedida definitiva, com a morte, não é?
Nunca sabemos qual será nossa última oportunidade de ter alguém ou de vê-la, mas mesmo assim, não pensamos que amanhã poderemos estar arrependidos de não termos feito alguma coisa, mesmo que fosse a última.
Muito triste, mas muito bonito, amiga! beijos

imagem de marialds

Re: Despedida

Realmente cara Neuza Maria foi uma morte.
A morte é um percalce da vida e um enlace com eternidade do jamais ver.

imagem de meninadorio

Re: Despedida

Partidas sempre deixam um vazio, mas sempre haverá a possibilidade de um novo encontro.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of marialds

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Ato de Amor 6 344 02/10/2010 - 20:00 Português
Fotos/Paisagens Pinheiros, céu e a cidade 1 821 02/06/2010 - 15:57 Português
Poesia/Paixão Nuances 7 305 01/30/2010 - 12:14 Português
Fotos/Natureza Céu ao anoitecer 2 704 01/11/2010 - 04:35 Português
Fotos/Natureza Céu ao anoitecer 2 1.344 01/11/2010 - 04:29 Português
Poesia/Tristeza A Escultura da Tua Face 6 333 01/08/2010 - 20:57 Português
Poesia/Fantasia Mistérios da Loucura 3 659 01/06/2010 - 14:02 Português
Fotos/Natureza Entardecer 1 734 01/02/2010 - 16:24 Português
Poesia/Fantasia Delírios... 8 296 01/01/2010 - 14:06 Português
Prosas/Outros A Traição 4 633 12/24/2009 - 11:16 Português
Poesia/Tristeza Lágrimas 8 286 12/24/2009 - 10:51 Português
Poesia/Geral Espero-te 8 387 12/24/2009 - 10:46 Português
Poesia/Fantasia Onde Estas? 8 235 12/24/2009 - 10:39 Português
Poesia/Fantasia Sigo Teu Rastro 6 383 12/24/2009 - 10:33 Português
Poesia/Fantasia No Afogar das Mágoas 13 592 12/24/2009 - 10:29 Português
Poesia/Tristeza Devaneios de Uma Saudade. 9 543 12/24/2009 - 10:16 Português
Poesia/Tristeza Apenas uma Figura 10 647 12/24/2009 - 10:08 Português
Poesia/Tristeza Somente um Grito 9 623 12/24/2009 - 10:01 Português
Poesia/Fantasia Um Jogo de Quatro Cartas 5 634 12/22/2009 - 19:52 Português
Poesia/Gótico Uma Certa Visita 6 610 12/09/2009 - 21:25 Português
Poesia/Amor Um Momento do Olhar... 7 765 12/09/2009 - 21:05 Português
Poesia/Geral Escuta o Silêncio 2 307 12/01/2009 - 10:56 Português
Poesia/Fantasia Tua Presença 7 378 11/18/2009 - 19:54 Português
Prosas/Outros A Invasão 1 640 10/20/2009 - 23:00 Português
Poesia/Geral Bobo da Corte 5 365 10/19/2009 - 20:26 Português