CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

DESPEDIDA LENTA

Na
garganta
o travo amargo.

Na
alma
um morrer
a pouco e pouco.

Despedida lenta
que me corrói
os poros do corpo.

Tristes olhos.

Olhar seco em saudade.

Dor tão viva
quanto o repenicar
dos sinos em momentos
de agonia.

Grito de tão longe.

Desse longe
que a coruja pia
a sepultura
que
habitarei
um dia.

                                                                                                              Desço
                                                                                                                          
lentamente
                                                                                                                                                 os
                                                                                                                                                       degraus
                                                                                                                                                                       da
                                                                                                                                                                             vida.

 

Submited by

quarta-feira, maio 11, 2011 - 23:43

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

mariamateus

imagem de mariamateus
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 semanas 9 horas
Membro desde: 02/24/2009
Conteúdos:
Pontos: 2987

Comentários

imagem de MarneDulinski

DESPEDIDA LENTA

Triste e fúnebre poema, só posso dizer adeus!

Meus parabéns,

Marne

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of mariamateus

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação GRITAREI 2 793 06/16/2012 - 11:28 Português
Poesia/Tristeza NUMA PRÓXIMA LUA 0 407 06/15/2012 - 20:37 Português
Poesia/Dedicado CRIANÇAS 1 657 06/02/2012 - 21:09 Português
Poesia/Aforismo AS CRIANÇAS SÃO AS GULOSEIMAS DA VIDA... 0 1.072 06/01/2012 - 19:18 Português
Poesia/Pensamentos TER UM DIA O AMOR TODOS OS DIAS 1 698 05/09/2012 - 02:53 Português
Poesia/Pensamentos À MERCÊ DOS TEUS CAPRICHOS 5 1.390 05/02/2012 - 11:08 Português
Poesia/Pensamentos AFASTA DE MIM ESSES LÁBIOS QUE UM DIA AMEI 2 768 04/13/2012 - 01:26 Português
Poesia/Dedicado IVO ALEXANDRE 3 1.045 04/04/2012 - 17:46 Português
Poesia/Tristeza BORBOLETA … 3 757 03/23/2012 - 10:22 Português
Fotos/Outros Paz Cinzenta... 0 885 03/22/2012 - 23:39 Português
Fotos/Outros Ponte entre nenhures... 0 724 03/22/2012 - 23:35 Português
Fotos/Natureza Voar-te... 0 1.108 03/22/2012 - 23:26 Português
Fotos/Outros Cascata... 0 995 03/22/2012 - 23:25 Português
Fotos/Paisagens Ir-me por aí... 0 791 03/22/2012 - 23:23 Português
Poesia/Aforismo SOBRE SILÊNCIO... 0 696 03/20/2012 - 20:23 Português
Fotos/Pessoais Nina... 0 1.031 03/20/2012 - 20:17 Português
Fotos/Artes Sobre Silêncio... 0 727 03/20/2012 - 19:56 Português
Fotos/Pessoas Eu em mim... 0 788 03/20/2012 - 19:48 Português
Poesia/Pensamentos ENGOLIDA 1 1.033 03/13/2012 - 23:49 Português
Poesia/Pensamentos LUAR DAS MINHAS PRECES 3 1.298 03/11/2012 - 02:22 Português
Poesia/Meditação IR COM AS PALAVRAS 1 730 03/05/2012 - 02:33 Português
Videos/Música INXS - Never Tear Us Apart 0 738 03/04/2012 - 21:49 Português
Poesia/Tristeza DEIXA-ME MEU AMOR 0 848 03/04/2012 - 21:40 Português
Poesia/Tristeza LAIVOS DE RAIVA 1 982 03/04/2012 - 21:02 Português
Fotos/Natureza Alucinação... 0 482 03/04/2012 - 14:40 Português