CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

DESPEDIDA LENTA

Na
garganta
o travo amargo.

Na
alma
um morrer
a pouco e pouco.

Despedida lenta
que me corrói
os poros do corpo.

Tristes olhos.

Olhar seco em saudade.

Dor tão viva
quanto o repenicar
dos sinos em momentos
de agonia.

Grito de tão longe.

Desse longe
que a coruja pia
a sepultura
que
habitarei
um dia.

                                                                                                              Desço
                                                                                                                          
lentamente
                                                                                                                                                 os
                                                                                                                                                       degraus
                                                                                                                                                                       da
                                                                                                                                                                             vida.

 

Submited by

quarta-feira, maio 11, 2011 - 23:43

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

mariamateus

imagem de mariamateus
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 semanas 8 horas
Membro desde: 02/24/2009
Conteúdos:
Pontos: 2987

Comentários

imagem de MarneDulinski

DESPEDIDA LENTA

Triste e fúnebre poema, só posso dizer adeus!

Meus parabéns,

Marne

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of mariamateus

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Paixão MARÉ DE BEIJOS 2 1.066 02/04/2012 - 00:33 Português
Poesia/Pensamentos SORRISOS PERDIDOS 2 493 02/04/2012 - 00:22 Português
Poesia/Pensamentos OUVIDOS MOUCOS 2 630 12/12/2011 - 16:52 Português
Poesia/Tristeza IDA SEM RETORNO 0 801 12/05/2011 - 20:58 Português
Poesia/Tristeza PUDESSES TU ME ENCONTRAR ONDE ME PERDESTE 0 1.121 12/05/2011 - 12:51 Português
Poesia/Tristeza INSÓNIA DE UMA NOITE SOZINHA 1 913 11/10/2011 - 22:06 Português
Poesia/Pensamentos SÓ NA UTOPIA TE EXISTO 1 594 11/03/2011 - 00:30 Português
Poesia/Meditação CAIO AO CHÃO DA VIDA COMO GOTA INDEFESA 2 732 11/01/2011 - 16:56 Português
Poesia/Tristeza CHORO TUA AUSÊNCIA 2 1.041 11/01/2011 - 16:53 Português
Poesia/Pensamentos QUE O FRIO BEIJE O PROFUNDO DOS MEUS LÁBIOS 1 907 11/01/2011 - 16:49 Português
Poesia/Alegria É O MAR O MEU LAR 1 775 10/27/2011 - 22:08 Português
Poesia/Tristeza FLOR MURCHA NAS PALAVRAS DOS TEUS LÁBIOS 2 2.169 10/26/2011 - 17:33 Português
Poesia/Amor SEMEIA NO TEU CAMINHO FLORES MINHAS 3 1.225 10/24/2011 - 10:34 Português
Poesia/Amor DÁ-ME O TEU SENTIR-ME 1 1.105 10/24/2011 - 01:48 Português
Poesia/Amor DOCE FEITIÇO 1 962 10/24/2011 - 01:46 Português
Poesia/Amor OLHANDO O MAR QUE HÁ EM NÓS 2 1.209 10/20/2011 - 20:17 Português
Poesia/Paixão PUDESSE EU PARAR ESSE INSTANTE 6 1.386 10/20/2011 - 20:13 Português
Poesia/Meditação SEREI SEREIA 3 1.070 10/20/2011 - 20:08 Português
Poesia/Paixão BEIJAR TEUS LÁBIOS AO NASCER DA ALVORADA 5 1.117 10/20/2011 - 12:32 Português
Poesia/Pensamentos QUERO TER O SOL NA PALMA DA MÃO 2 1.414 10/08/2011 - 22:55 Português
Poesia/Amor QUERER QUE SEM TI NÃO QUERO 5 1.195 10/08/2011 - 22:52 Português
Poesia/Tristeza DOR QUE CAI NOITE EM MIM 4 922 10/08/2011 - 22:43 Português
Poesia/Amor EU LÁGRIMA 3 1.034 10/08/2011 - 22:37 Português
Poesia/Amizade MÃO AMIGA 0 825 08/01/2011 - 17:11 Português
Poesia/Tristeza NÁUFRAGA EM AREIAS MOVEDIÇAS 0 615 08/01/2011 - 17:09 Português