CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Distâncias

Nada tem a forma de um caminho que nos
Leve a casa, os candeeiros não se lembram
De nós, as árvores ficaram nuas pelo inverno.

Já não há sombras onde se possa sonhar,
Apenas distâncias daquilo que vemos
E um pó fino que nos enche os olhos.

As folhas também ficaram sentadas ao chão,
Com o tempo foram se acostumando a esse
Desassossego, e uma a uma morrem tanto como nós.

Pouco é o que nos pode salvar, talvez o queixo
Apoiado num joelho e o olhar perdido para conter
As lágrimas. Talvez! (Um abraço seria bem melhor)

Submited by

domingo, abril 4, 2010 - 00:33

Poesia :

No votes yet

jopeman

imagem de jopeman
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 anos 11 semanas
Membro desde: 01/04/2009
Conteúdos:
Pontos: 3172

Comentários

imagem de Librisscriptaest

Re: Distâncias

"Pouco é o que nos pode salvar, talvez o queixo
Apoiado num joelho e o olhar perdido para conter
As lágrimas. Talvez!"

Porque por muito q doa muitas vezes pouco mais podemos fazer e a perda cruelmente faz parte da vida e do nosso crescimento...
Um abraço, a meu ver, podia resolver tanta coisa q teimamos em complicar...
Sempre um prazer imenso ler-te João!
Beijinho em ti!
Inês

imagem de Henrique

Re: Distâncias

Já não há sombras onde se possa sonhar,
Apenas distâncias daquilo que vemos
E um pó fino que nos enche os olhos.

Fantástico, uma reflexão que jamais esquecerei...

Abraço :-)

imagem de Alcantra

Re: Distâncias

Mundo de vidas que perdem-se num olhar de soslaio e fica para trás algo quase não consumado, daí a ânsia de voltar, sem êxito, já que não somos mais os mesmos.

Alcantra

imagem de marialds

Re: Distâncias

Lindo poema, pareceu-me triste, nada resta.
este poema é um bloco e um só sentimento, nada a se destacar é um conjunto todo de sentimentos e visões de um poeta.
Parabens.

imagem de mariamateus

Re: Distâncias

Meu Amigo João :-(

Lindíssimo poema...

Sente o meu abraço!

Não te deixes morrer!Vou levar para os meus favoritos!

Muita luz, e paz, no teu coração...

Beijo carinhoso com estima e amizade!!!

mm

imagem de Nanda

Re: Distâncias

Jopeman,
A distância fica maior pela falta que um abraço nos faz...
Beijinho e Bom Domingo de Páscoa
Nanda

imagem de LilaMarques

Re: Distâncias

Meu querido João,

Vamos criando, ao ler o teu poema, a imagem do desalento, da saudade que já, tão curtida, virou costume, algo crônico em olhar perdido (para onde olhar?).
Meu amigo, adoro ler-te, sempre!
Um beijo grande para ti.

imagem de Brunorico

Re: Distâncias

Perfeito! Belas palavras, excelente sensibilidade, e um ótimo enredo, muito bom.
Hasta.

imagem de IsabelPinto

Re: Distâncias

Olá João:)
O teu poema tem a fórmula mágica que nos faz sonhar... é escrito com o coração sentado num qualquer Inverno quente, onde as folhas desassossegadas nos caiem...no colo!

Bjs
I

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of jopeman

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Violentas Alegrias 5 753 10/20/2011 - 21:16 Português
Poesia/Pensamentos Gostei sobretudo das árvores que davam pássaros 5 756 10/20/2011 - 21:13 Português
Poesia/Amor sei que o amor é coisa de homens 1 834 10/20/2011 - 21:10 Português
Fotos/ - 1129 0 1.556 11/24/2010 - 00:37 Português
Fotos/ - 1127 0 1.880 11/24/2010 - 00:34 Português
Poesia/Pensamentos Sou Vadio 4 1.115 08/30/2010 - 09:57 Português
Poesia/Geral Destino Manifesto 2 1.246 08/22/2010 - 22:17 Português
Poesia/Aforismo Quietude (Desafio Poético) 4 817 08/02/2010 - 02:08 Português
Poesia/Dedicado Jopeman - O caminho (ao WAF) 2 855 07/06/2010 - 08:10 Português
Poesia/Amor A (quase) eterna leveza dos malmequeres 1 1.106 06/24/2010 - 05:05 Português
Poesia/Pensamentos A terra é só terra e eu penso nisso vezes demais 6 655 06/19/2010 - 22:44 Português
Poesia/Meditação Portas 7 891 06/12/2010 - 10:54 Português
Poesia/Meditação Que morram todos os sinais 1 827 06/12/2010 - 10:48 Português
Poesia/Meditação Viagem 3 970 06/12/2010 - 10:41 Português
Prosas/Contos Intuições 5 863 05/17/2010 - 22:01 Português
Poesia/Geral Só tu sabes! 6 833 05/17/2010 - 22:00 Português
Poesia/Alegria Corro 8 1.022 05/10/2010 - 15:06 Português
Poesia/Meditação As pedras não voam 11 893 05/02/2010 - 03:15 Português
Poesia/Geral Distâncias 9 938 04/07/2010 - 20:29 Português
Poesia/Geral Há aquelas coisas de que nunca penso se houver uma porta aberta 8 679 03/26/2010 - 09:42 Português
Poesia/Amor Amor de sol e lua (duo com Analyra) 7 959 03/23/2010 - 16:00 Português
Poesia/Geral Continuo sentado à varanda 7 957 03/17/2010 - 21:17 Português
Poesia/Desilusão O filho do vento 13 911 03/15/2010 - 15:56 Português
Poesia/Meditação O refúgio de D. Dinis 1 1.058 03/05/2010 - 13:08 Português
Poesia/Amor A dança dos amantes 1 989 03/05/2010 - 03:05 Português