CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

EM VÃO

A luz feiticeira, luzidia de um olhar
Uniu dois corações partidos em fiasco
Deu-lhes uma bela aurora e um luar
Brotou um fruto doce…um damasco

Duas ledas almas tentaram renovar
O desgostoso e inabitável penhasco
Mas foi debalde aquele gasto tentar
Em nada deu, para a trazer do basco

O olhar feiticeiro que os tentou unir
Foi o mesmo infame que os separou
Por uma delas com dor ter que partir

Aquela pequena história ali se findou
Como se fosse um mau solitário sorrir
Assim como floriu, também murchou….

António Plácido

Submited by

quarta-feira, fevereiro 11, 2009 - 01:57

Poesia :

No votes yet

camoes

imagem de camoes
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 anos 24 semanas
Membro desde: 01/15/2009
Conteúdos:
Pontos: 186

Comentários

imagem de Henrique

Re: EM VÃO

Um poema bem escrito, gostei!!! :-)

imagem de CarmenLuMiranda

Re: EM VÃO

Nada é em vão, nem mesmo estes versos, não é, amigo Camões. O sorrir, por um segundo que seja, já é um sorriso.
Abraços

imagem de Anonymous

Re: EM VÃO

"O destino pode mudar. Nossa natureza jamais. "
(Arthur Schopenhauer)

...todas as histórias têm um princípio e um fim...no meio fica a dor ou a alegria...Abraços

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of camoes

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral O rotineiro poema 2 675 05/23/2011 - 14:55 Português
Videos/Perfil 227 0 635 11/24/2010 - 22:51 Português
Videos/Perfil 226 0 784 11/24/2010 - 22:51 Português
Videos/Perfil 223 0 769 11/24/2010 - 22:51 Português
Fotos/ - Luís Camões 0 1.439 11/24/2010 - 00:35 Português
Fotos/ - Luís Camões 0 820 11/24/2010 - 00:35 Português
Fotos/ - 824 0 913 11/24/2010 - 00:35 Português
Fotos/ - 825 0 919 11/24/2010 - 00:35 Português
Poesia/Amizade AMIZADE AUTÊNTICA 0 570 11/17/2010 - 23:16 Português
Poesia/Aforismo {Empty title} 0 556 11/17/2010 - 23:16 Português
Poesia/Soneto EU SOU AQUELE 2 495 03/06/2010 - 23:45 Português
Poesia/Geral DEAMBULAVA PELAS VIELAS 3 522 03/06/2010 - 15:26 Português
Poesia/Geral Levem-me as palavras,deixem-me a saudade 2 450 03/05/2010 - 03:30 Português
Poesia/Dedicado Ressurgir 3 603 03/04/2010 - 19:30 Português
Poesia/Amor FOLHA RUBRA 1 584 03/04/2010 - 16:12 Português
Poesia/Geral Ah! Como queria ter um belo barquinho 2 731 03/04/2010 - 12:59 Português
Poesia/Soneto A GUERRA 4 608 03/03/2010 - 19:14 Português
Poesia/Intervenção OPULENTOS E ESTADISTAS 1 567 03/03/2010 - 15:56 Português
Poesia/Soneto EM VÃO 3 418 03/03/2010 - 15:34 Português
Poesia/Soneto LAMPEJOS D’ ALMA 1 441 03/03/2010 - 15:33 Português
Poesia/Erótico O FESTIM RUBRO 2 459 03/03/2010 - 15:28 Português
Poesia/Soneto O CÁLICE SONORO 3 473 03/03/2010 - 15:05 Português
Poesia/Soneto AS FLORES DO ARCO-ÍRIS 3 527 03/03/2010 - 03:53 Português
Poesia/Geral AS DOZE HORAS DE VIAGEM 2 624 03/02/2010 - 20:29 Português
Poesia/Soneto APROVEITA A OPORTUNIDADE 2 507 03/02/2010 - 20:16 Português