CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Encanto estranho em não estar sozinho

Estar perdido significa estar sozinho
Ou será o contrário?
Como um pássaro a voar solitário
Nas nuvens da eternidade
Alçando o voo mais alto que puder
Para escapar as tristezas da vida.
Andar pelo vale sombrio
Sem proteção na alma dilacerada
Pelas cicatrizes do tempo
E feridas no coração em dor.

Encanto estranho em não estar sozinho
No tocar de um vento que sopra mansinho
Na noite escura de solidão.
Não entendes tu as minhas palavras?
Nem poderia entender mesmo se quisesse
Porque a dor só sente quem a vive em si mesmo
Condenado a ser martirizado pelo olhar
Que penetra como pregos profundos na carne.

Encanto estranho em não estar sozinho
Porque a vida segue o seu rumo
E serei atropelado se parar pelo caminho.
Nem mesmo posso olhar para trás
Sem que meus olhos se encham de lágrimas.
E assim prossigo até o infinito
E além do horizonte tenho esperança
De encontrar aqueles olhos que possam me amar
E me fazer descansar dos dias maus
Que insiste em me cercar o tempo todo.

Encanto estranho em não estar sozinho
De onde levanto minha cabeça e vejo além
Das luzes opacas da cidade
A razão de uma felicidade
Que brilha nos olhos intensos
De um amor que ainda não conheço.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

domingo, julho 14, 2019 - 13:45

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 13 horas
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 3949

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Intervenção Resistência 0 346 02/17/2019 - 13:21 Português
Poesia/Desilusão Não sei para onde vou 0 298 02/14/2019 - 21:48 Português
Poesia/Amor Amor que se vê 0 1.662 02/06/2019 - 22:12 Português
Poesia/Desilusão Cativo às amarras da saudade 0 255 02/04/2019 - 23:27 Português
Poesia/Tristeza Por que você se foi? 0 313 02/02/2019 - 12:51 Português
Poesia/Amor Reação 0 494 01/31/2019 - 01:14 Português
Poesia/Meditação Antes que o coração pare de bater 1 378 01/21/2019 - 16:45 Português
Poesia/Amor Meu amor não foi desejo 0 525 01/20/2019 - 12:47 Português
Poesia/Pensamentos Já não quero nem saber 0 618 01/14/2019 - 18:44 Português
Poesia/Amor Esse medo terrível de amar outra vez! 0 768 01/11/2019 - 12:15 Português
Poesia/Amor Só não quero que você saiba 0 384 01/05/2019 - 11:52 Português
Poesia/Amor A estrela mais bonita 0 456 01/02/2019 - 13:50 Português
Poesia/Amor Pacto 0 376 12/29/2018 - 11:20 Português
Poesia/Pensamentos Buraco negro de uma eterna solidão 0 348 12/27/2018 - 20:13 Português
Poesia/Paixão Desejo e paixão 0 611 12/25/2018 - 21:30 Português
Poesia/Meditação O uivo do chacal 0 459 12/23/2018 - 13:26 Português
Poesia/Desilusão Pouco pior que um homem 0 379 12/11/2018 - 23:16 Português
Poesia/Desilusão Na manhã do tempo 0 316 12/09/2018 - 13:25 Português
Poesia/Paixão Um dia quem sabe 0 1.283 12/08/2018 - 14:38 Português
Poesia/Desilusão A última mensagem visualizada 0 644 11/21/2018 - 21:33 Português
Poesia/Tristeza A dor do amor depois da partida 0 600 11/15/2018 - 14:20 Português
Poesia/Desilusão Poemas esquecidos numa noite qualquer 0 458 10/30/2018 - 23:47 Português
Poesia/Paixão Aceito a punição desse pecado 0 532 10/29/2018 - 23:56 Português
Poesia/Tristeza Agonia e êxtase 0 580 10/24/2018 - 23:59 Português
Poesia/Paixão Ah! Esse Desejo... 0 838 10/24/2018 - 23:11 Português